rede ex aequo

Olá Visitante24.out.2021, 17:04:51

Autor Tópico: Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!  (Lida 9165 vezes)

 
Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
#0

Bagatelas

  • Visitante
A ideia é darmos a conhecer desde os recantos mais escondidos do alentejo, passando por pormenores (ecológicos, arqueológicos, históricos etc.), até a sugestões de passeios que já tenhas feito e que te tenham marcado por qualquer um destes.

Ex: Marina da amiera

http://www.amieiramarina.com/index.php (uma reuniao no barco....... ;D)

Seguido de um belo jantar na amieira..... :devil :devil ::) ::) ::) :-*

    Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
    #1

    Offline 2estrelinha3

    • *****
    • Membro Elite
    • Género: Feminino
    • ***
      • A lés de mim
    Belo tópico, sim senhora...

    deixo aqui também uma sugestão de um tesourinho alentejano bem pertinho da nossa cidade:

    Monte do Vento

    A Associação de Defesa do Património de Mértola é proprietária de uma exploração agro-silvo-pastoril, com aproximadamente 200 hectares, denominada Monte do Vento. Classificada como Sítio de Interesse Biológico e localizada a 22 Km a Norte de Mértola e a 3 Km do monumento natural do Pulo do Lobo, a propriedade encontra-se numa da áreas do Parque Natural do Vale do Guadiana com maior interesse para a conservação da natureza, apresentando uma enorme diversidade de paisagens naturais, semi-naturais e humanizadas, de elevado interesse natural, cultural e paisagístico.

    O Monte do Vento assume-se actualmente como uma área experimental e demonstrativa onde se desenvolvem estudos e projectos que promovem uma correcta gestão dos recursos naturais presentes, conciliando a conservação da natureza com o desenvolvimento sustentável da região. Tendo em conta este principio orientador, a gestão da propriedade é realizada de forma a que se cumpram os seguintes objectivos:

    - Diversificar as alternativas de produção de uma exploração agro-silvo-pastoril tendo em conta os recursos endógenos;

    - Investigar modos de produção agrícola ecológicos que promovam a utilização sustentável do meio ambiente;

    - Disponibilizar aos agricultores e proprietários florestais um centro demonstrativo e experimental de actividades que conciliam a produção com a sustentabilidade ambiental;

    - Sensibilizar a população, nomeadamente o público escolar, para a importância de actividades que visam a protecção e conservação do meio ambiente;

    - Criar emprego dirigido essencialmente à população local.


    http://montedovento.adpmweb.org/


    Aconselho a visita!

    Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
    #2

    Offline BabyT

    • *****
    • Membro Vintage
    • Género: Masculino
      • Life By Pieces
    Casa da Seiceira
    A Casa da Seiceira situa-se num local verdadeiramente privilegiado da Costa Alentejana, entre as conhecidas localidades da Zambujeira do Mar e Odeceixe, muito próximo da praia do Carvalhal.

    http://www.casasbrancas.pt/index.php?option=com_hotproperty&task=view&id=1&Itemid=30
      Life Motto: "Always help someone, you might be the only one that does...."
               10/01/2011 - Amo-te _Sharika_

      Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
      #3

      Offline OdonoDakelCeu

      • *****
      • Membro Ultra
      • Género: Masculino
      Belo tópico, sim senhora...

      deixo aqui também uma sugestão de um tesourinho alentejano bem pertinho da nossa cidade:

      Monte do Vento

      A Associação de Defesa do Património de Mértola é proprietária de uma exploração agro-silvo-pastoril, com aproximadamente 200 hectares, denominada Monte do Vento. Classificada como Sítio de Interesse Biológico e localizada a 22 Km a Norte de Mértola e a 3 Km do monumento natural do Pulo do Lobo, a propriedade encontra-se numa da áreas do Parque Natural do Vale do Guadiana com maior interesse para a conservação da natureza, apresentando uma enorme diversidade de paisagens naturais, semi-naturais e humanizadas, de elevado interesse natural, cultural e paisagístico.

      O Monte do Vento assume-se actualmente como uma área experimental e demonstrativa onde se desenvolvem estudos e projectos que promovem uma correcta gestão dos recursos naturais presentes, conciliando a conservação da natureza com o desenvolvimento sustentável da região. Tendo em conta este principio orientador, a gestão da propriedade é realizada de forma a que se cumpram os seguintes objectivos:

      - Diversificar as alternativas de produção de uma exploração agro-silvo-pastoril tendo em conta os recursos endógenos;

      - Investigar modos de produção agrícola ecológicos que promovam a utilização sustentável do meio ambiente;

      - Disponibilizar aos agricultores e proprietários florestais um centro demonstrativo e experimental de actividades que conciliam a produção com a sustentabilidade ambiental;

      - Sensibilizar a população, nomeadamente o público escolar, para a importância de actividades que visam a protecção e conservação do meio ambiente;

      - Criar emprego dirigido essencialmente à população local.


      http://montedovento.adpmweb.org/


      Aconselho a visita!



      Conheço o monte do vento… quer dizer, já lá fui! Lol já foi a algum tempo, andava eu na 4ª classe então liguei pouco ou nada aquilo! lol lol
        No love, No glory!

        Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
        #4

        Offline 2estrelinha3

        • *****
        • Membro Elite
        • Género: Feminino
        • ***
          • A lés de mim

        Aconselho a visita!


        Conheço o monte do vento… quer dizer, já lá fui! Lol já foi a algum tempo, andava eu na 4ª classe então liguei pouco ou nada aquilo! lol lol


        De facto é muito bonito e auto-sustentado :D

        Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
        #5

        Offline cris30

        • *
        • Novo Membro
        • Género: Feminino

        De facto o monte do vento é um local onde se passa muito bem o tempo. Também já lá estive e gostei imenso. Aconselho a visita!!!



        Belo tópico, sim senhora...

        deixo aqui também uma sugestão de um tesourinho alentejano bem pertinho da nossa cidade:

        Monte do Vento

        A Associação de Defesa do Património de Mértola é proprietária de uma exploração agro-silvo-pastoril, com aproximadamente 200 hectares, denominada Monte do Vento. Classificada como Sítio de Interesse Biológico e localizada a 22 Km a Norte de Mértola e a 3 Km do monumento natural do Pulo do Lobo, a propriedade encontra-se numa da áreas do Parque Natural do Vale do Guadiana com maior interesse para a conservação da natureza, apresentando uma enorme diversidade de paisagens naturais, semi-naturais e humanizadas, de elevado interesse natural, cultural e paisagístico.

        O Monte do Vento assume-se actualmente como uma área experimental e demonstrativa onde se desenvolvem estudos e projectos que promovem uma correcta gestão dos recursos naturais presentes, conciliando a conservação da natureza com o desenvolvimento sustentável da região. Tendo em conta este principio orientador, a gestão da propriedade é realizada de forma a que se cumpram os seguintes objectivos:

        - Diversificar as alternativas de produção de uma exploração agro-silvo-pastoril tendo em conta os recursos endógenos;

        - Investigar modos de produção agrícola ecológicos que promovam a utilização sustentável do meio ambiente;

        - Disponibilizar aos agricultores e proprietários florestais um centro demonstrativo e experimental de actividades que conciliam a produção com a sustentabilidade ambiental;

        - Sensibilizar a população, nomeadamente o público escolar, para a importância de actividades que visam a protecção e conservação do meio ambiente;

        - Criar emprego dirigido essencialmente à população local.


        [url=http://montedovento.adpmweb.org/]http://montedovento.adpmweb.org/
        [/url]

        Aconselho a visita!



        Conheço o monte do vento… quer dizer, já lá fui! Lol já foi a algum tempo, andava eu na 4ª classe então liguei pouco ou nada aquilo! lol lol


          Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
          #6

          Offline 2estrelinha3

          • *****
          • Membro Elite
          • Género: Feminino
          • ***
            • A lés de mim
          O Pulo do Lobo é a maior queda de água do sul de Portugal continental, situando-se no rio Guadiana, a montante de Mértola. As águas caem de mais de 20 m de altura sumindo-se num mar de espuma por uma garganta rochosa donde saem para um lago que, por contraste, parece estagnado, lá em baixo, entre as penedias. As margens altas e pedregosas, são tão apertadas que, segundo diz a lenda, até um lobo as transpõe de um salto.

          Localização: - Mértola
          7750 MÉRTOLA
          Distrito: Beja
          Concelho: Mértola
          Freguesia: Mértola

          in http://www.lifecooler.com/edicoes/lifecooler/desenvRegArtigo.asp?reg=384299[/i]]http://www.lifecooler.com/edicoes/lifecooler/desenvRegArtigo.asp?reg=384299


          Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
          #7

          Offline Equilibrium

          • *****
          • Orador(a)
          • Membro Sénior
          • Género: Masculino
          • Get your game on, go play.
          São Cucufate!
          Óptimo passeio para quem gosta de História :)

          http://www.rotas.xl.pt/0203/a09-00-00.shtml
            It doesn't make sense not to live for fun, your brain gets smart but your head gets dumb.

            Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
            #8

            Offline 2estrelinha3

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Feminino
            • ***
              • A lés de mim
            Quem nunca veio que venha... (após casting ofereço estadia para 4 no lés palace)

            "Palavras Andarilhas regressam a Beja, a Cidade dos Contos
            De 16 a 18 de Setembro as Palavras Andarilhas regressam a Beja para a sua XI edição. Promovidas pela Câmara Municipal de Beja e pela Associação de Defesa do Património, as Palavras Andarilhas são uma referência no mundo da promoção da leitura e da narração oral. Durante 3 dias cerca de 300 andarilhos participam no encontro de Aprendizes do Contar, encontro de natureza formativa, composto de conferências e oficinas, que visa potenciar as práticas dos mediadores de leitura portugueses.
             
            Do Festival de Narração Oral, “Eu conto para que tu sonhes” – aberto ao público em geral - destacam-se dois novos nomes – Cristina Verbena e Pep Bruno – a juntar a outros que já nos deram a conhecer os seus contos – Nicolás Buena Ventura Vidal, Luís Carmelo, Thomás Back, Angelo Torres e Rodolfo de Castro. Também no festival poderemos assistir a uma primeira mostra de palavra falada com a participação especial de José Fanha, José Craveiro, Chullage e Alexis Pimienta.
             
            Novidade deste ano é também o Mercado das Artes da Palavra, dirigidas a pais e filhos, a público escolar, estendendo-se também aos pólos da Biblioteca em Salvada, Albernoa e Santa Vitória, onde as histórias pululam de boca em boca, de orelha em orelha, de narrador em narrador.
             
            Desta última edição destaca-se a homenagem aos 40 anos de carreira literária de António Torrado: Glória Bastos, Emília Traça, Natália Pais, João Mota, Rui Marques Veloso, Leonor Riscado, Isabel Minhós Martins serão alguns dos convidados que darão este Abraço a um dos maiores escritores da literatura para a infância em Portugal.
             
            A II Maratona de Leitura, decorrerá dia 18 de Setembro, convidando todos os que nela quiserem participar a dar voz aos textos de Matilde Rosa Araújo.
            A estafeta de contos, este ano patrocinada pela Tecnovia, começará em Beja e percorrerá todo o País, contando com a participação de dezenas de instituições nacionais.
             
            No ano em que também se celebra Rodari, há uma nova ideia para partilhar com o público: Histórias ao telefone: Dia 18 de Setembro, a partir das 9.30h, todas as vozes do encontro ao alcance de cada um. Basta marcar um número de telefone (ainda em preparação), que alguém sempre estará para contar uma história.
             
            O Encontro comporta uma outra novidade. A organização aceita voluntários e famílias que possam receber em suas casas um convidado. Quem quiser ser uma Família Andarilha deverá contactar a organização através do Telf: 284 311 900."

            Palavras Andarilhas regressam a Beja, a Cidade dos Contos
            De 16 a 18 de Setembro as Palavras Andarilhas regressam a Beja para a sua XI edição. Promovidas pela Câmara Municipal de Beja e pela Associação de Defesa do Património, as Palavras Andarilhas são uma referência no mundo da promoção da leitura e da narração oral. Durante 3 dias cerca de 300 andarilhos participam no encontro de Aprendizes do Contar, encontro de natureza formativa, composto de conferências e oficinas, que visa potenciar as práticas dos mediadores de leitura portugueses.
             
            Do Festival de Narração Oral, “Eu conto para que tu sonhes” – aberto ao público em geral - destacam-se dois novos nomes – Cristina Verbena e Pep Bruno – a juntar a outros que já nos deram a conhecer os seus contos – Nicolás Buena Ventura Vidal, Luís Carmelo, Thomás Back, Angelo Torres e Rodolfo de Castro. Também no festival poderemos assistir a uma primeira mostra de palavra falada com a participação especial de José Fanha, José Craveiro, Chullage e Alexis Pimienta.
             
            Novidade deste ano é também o Mercado das Artes da Palavra, dirigidas a pais e filhos, a público escolar, estendendo-se também aos pólos da Biblioteca em Salvada, Albernoa e Santa Vitória, onde as histórias pululam de boca em boca, de orelha em orelha, de narrador em narrador.
             
            Desta última edição destaca-se a homenagem aos 40 anos de carreira literária de António Torrado: Glória Bastos, Emília Traça, Natália Pais, João Mota, Rui Marques Veloso, Leonor Riscado, Isabel Minhós Martins serão alguns dos convidados que darão este Abraço a um dos maiores escritores da literatura para a infância em Portugal.
             
            A II Maratona de Leitura, decorrerá dia 18 de Setembro, convidando todos os que nela quiserem participar a dar voz aos textos de Matilde Rosa Araújo.
            A estafeta de contos, este ano patrocinada pela Tecnovia, começará em Beja e percorrerá todo o País, contando com a participação de dezenas de instituições nacionais.
             
            No ano em que também se celebra Rodari, há uma nova ideia para partilhar com o público: Histórias ao telefone: Dia 18 de Setembro, a partir das 9.30h, todas as vozes do encontro ao alcance de cada um. Basta marcar um número de telefone (ainda em preparação), que alguém sempre estará para contar uma história.
             
            O Encontro comporta uma outra novidade. A organização aceita voluntários e famílias que possam receber em suas casas um convidado. Quem quiser ser uma Família Andarilha deverá contactar a organização através do Telf: 284 311 900.

            Descarregue o Programa da XI edição das Palavras Andarilhas que inclui as fichas de inscrição para o Encontro, Oficinas e Estafeta de Contos.
               
            http://www.cm-beja.pt/portal/page?_pageid=73,46210&_dad=portal&_schema=PORTAL&noticias_detalhe_qry=BOUI=45509

            Tesouros, bocadinhos e morfes alentejanos!!!
            #9

            Offline OdonoDakelCeu

            • *****
            • Membro Ultra
            • Género: Masculino
            Proponho que visitem a Mina de São Domingos,

            "A Mina de São Domingos situa-se no Baixo Alentejo, na margem esquerda do Guadiana, a 17 km da Vila de Mértola. Os terrenos da região são quase todos de xisto, o clima é quente e seco, nos meses de Verão as temperaturas máximas ultrapassam regularmente os 30 - 35º Celsius. A Mina de São Domingos integra-se na Faixa Piritosa Ibérica que constitui uma das mais importantes Províncias Metalogénicas de sulfuretos maciços polimetálicos à escala mundial. Encontra-se inactiva desde 1966 por alegado esgotamento das suas reservas.

            Outrora o minério (pirite) era extraído 24 horas por dia, inicialmente transportado do interior das minas para a superfície por burros, mais tarde por vagonetas; algum minério era exportado para Inglaterra e outro, transformado para construção de máquinas em oficinas anexos às próprias minas, era também exportado para Inglaterra. A mina, que empregou milhares de trabalhadores, foi considerada uma das maiores fontes do equilibro económico para o concelho.

            Sobre a Mina de São Domingos, podemos concluir que entre os anos de 1855 e 1966, foram retirados à serra de S. Domingos cerca de 25 milhões de toneladas de minério. O primeiro registo oficial é do ano de 1858 e refere a extracção de 236 toneladas de pirite sulfurosa. Em 1862, apenas quatro anos depois, são exportadas para Inglaterra quase 120.000 toneladas de pirite, metade do consumo daquele país. O ano de 1912 regista a cifra mais alta de minério exportado ao longo de toda a história da Mina de S. Domingos: 432.350 toneladas de pirite. No ano de 1965, o último ano de extracção no interior do labirinto subterrâneo, apenas foram extraídas 66.823 toneladas. "




              No love, No glory!

               

              Tópicos relacionados

                Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
              Hobbies alentejanos

              Iniciado por abreasasas « 1 2 3 » Évora

              40 Respostas
              17216 Visualizações
              Última mensagem 6 de Dezembro de 2008
              por biscaia
              12 Respostas
              8237 Visualizações
              Última mensagem 28 de Maio de 2019
              por Fernando Pinheiro