rede ex aequo

Olá Visitante20.set.2018, 06:53:01

Autor Tópico: Voluntários da associação  (Lida 439 vezes)

 
Voluntários da associação
#0

Offline BrunoMCP

  • *****
  • Orador(a)
  • Membro Ultra
  • Ter orgulho é rejeitar a vergonha.
    • Fields of Pear Tree
Olá!
Consideras-te voluntário da rede ex aequo?
Costumas ser requisitado para fazer aquilo a que te disponibilizaste?
Sentes que a tua vontade de contribuir passa despercebida?

Quero com este tópico abrir diálogo quanto ao voluntariado na rede ex aequo, por associados ou não, e às ideias que têm havido ao longo dos anos relativamente a organizar uma bolsa de voluntários com pés e cabeça, projeto que tanto quanto sei ainda não foi levado a cabo por nenhuma das últimas direções.

Parte da razão pela qual creio que é um assunto urgente de debater é o meu conhecimento, enquanto pessoa que durante anos tem trabalhado perto de direções e logística da associação, de que há tendencialmente uma péssima distribuição das tarefas, e também de que há um grande desconhecimento por parte da direção (atual, passada, anterior, tanto faz) quanto às pessoas que tem disponíveis para cada tarefa e em cada parte do país.

Por isso venho aqui também pedir testemunhos de outros voluntários, de pessoas que querem contribuir mas são ignoradas, e de quem mais quiser comentar ou dar sugestões.
    The North remembers.

    Voluntários da associação
    #1

    Offline سامانتا

    • *****
    • Associad@
    • Membro Sénior
    • Género: Feminino
    • pretty in scarlet
    Obrigada por dares início a este tópico.  :)
    Entre um par de e-mails não respondidos anteriormente e outras situações ignoradas no passado, acabei por me afastar da associação. Estou de novo a voltar, pouco a pouco, e muito honestamente nem sei por onde começar. Talvez conversando aqui consiga chegar a uma conclusão.

    Também já trabalhei de perto com a direcção e em alguns outros projectos da associação e a sensação que sempre tive é a mesma que a tua: por vários motivos, os órgãos sociais arcam com o peso de tudo e mais alguma coisa em vez de delegarem algumas tarefas a pessoas que as poderiam concretizar, resultando em várias situações negativas que vão desde abandono de ideias e projectos a afastamento de pessoas que poderiam estar a ajudar a rede ex aequo. É impossível que, dado que é um trabalho voluntário e que a vida ocupa-nos tempo para além disto, apenas um grupo restrito de pessoas consiga dar conta do recado de forma totalmente eficaz. Imagino eu com base na minha experiência e perspectiva. Portanto é mais do que urgente e necessário que essa tal bolsa de pessoas voluntárias - que já ando a ouvir falar há anos também - exista.

    Não tenho respostas preparadas nem sei com toda a certeza de qual é o primeiro passo que deve ser dado mas vou propor algumas coisas:

    A) Criar um documento online como uma pré-inscrição e partilhá-lo aqui, em reuniões de grupos locais, redes sociais, etc e então enviar à direcção actual para que saibam com quem podem contar neste momento.
     Nesse documento estariam (por exemplo):

          - Identificação (real ou fictícia)
          - contacto
          - cidade(s)
          - Como quer/pode ajudar a rede ex aequo
    (projectos, panfletos, reuniões, actividades, etc)

    Imagino que seja possível criar isto com total privacidade para quem o preenche, espero eu.

    B) Uma reunião (skype ou algo do género?) com pessoas interessadas em debater a bolsa de pessoas voluntárias e então apresentar um projecto à direcção actual.

    C) Reunir, por vários outros meios, contactos de pessoas que querem ser ou que já foram voluntárias na associação e enviar isso para a direcção actual.

    D) A própria direcção enviar um e-mail à lista de pessoas associadas a desafiar e a questionar o actual interesse em ser parte de várias actividades da associação.

    Isto foi o que me ocorreu agora aqui em bruto. Não sei se vos faz sentido ou se vos cria interesse. Sempre achei que um brainstorming dá resultados com as arestas mais limadas portanto o que acham?  :)
      «Open your eyes, open your mind,
      proud like a god, don't pretend to be blind.
      Trapped in yourself, break out instead,
      beat/feed the machine that works in your head»
      - Guano Apes

      Voluntários da associação
      #2

      Offline Atomic

      • *****
      • Membro Ultra
      • Género: Masculino
      • Everything changes when you grow old...
        • Somos Blergh
      Persa, não estruturaria uma resposta de melhor forma!

      Acho que o voluntariado da rede ex aequo tem de começar a ser visto como algo mais do que "ser direção, coordenador ou orador". Pessoalmente enquanto coordenador, acho que daria imenso jeito haver uma bolsa de voluntários para divulgar tarefas como a afixação de cartazes! Recentemente surgiu a necessidade de ter alguém do Porto a representar a associação na marcha do Porto, facilmente se faria uma carta aberta sobre o assunto a pessoas interessadas em ativismo. Outro caso que me lembro por exemplo, foi não ter sido encontrada uma pessoa trans para ir à audição da assembleia da república sobre a autodeterminação de género.

      Enquanto lista candidata a lista Q procurava investir fortemente numa reorganização da bolsa de voluntários da associação, porque de facto sinto que há alguma dificuldade em delegar tarefas, por não se saber quem poderia ajudar nesse assunto.

      Voluntários da associação
      #3

      Offline سامانتا

      • *****
      • Associad@
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      • pretty in scarlet
      (...)
      Acho que o voluntariado da rede ex aequo tem de começar a ser visto como algo mais do que "ser direção, coordenador ou orador".
      (...)

      Exactamente! É impossível uma evolução quando há uma perspectiva que se prende apenas a cargos desse tipo. Há várias coisas que se podem fazer dentro da associação e que são igualmente importantes, desde tarefas mais leves a coisas mais complexas. Uma associação, seja ela qual for, só o é quando há espaço para toda a gente contribuir.

      No outro dia vi que no grupo local do Porto surgiu o desafio "Coordenador@ por um dia" para uma das reuniões que irão realizar. Achei genial. Nesse sentido e de encontro ao ponto anterior, acho que adaptar essa ideia ao voluntariado na rede ex aequo seria algo fantástico: "Voluntári@ por um dia!"* (que não teria que ser necessariamente um dia apenas mas fica a ideia). É que parece que para se fazer voluntariado na associação tem que se ter formação para tudo e mais alguma coisa e isso não faz muito sentido. E não falo do voluntariado em eventos avulsos, como ajudar no espaço da associação no Arraial Pride, por exemplo. Refiro-me a um voluntariado constante, de fazer isto e de fazer aquilo, mas sem ser um desses projectos que já referimos (é óbvio que nesses casos é necessário e importante ter formação).

      Poderia criar-se uma mailing list com todas as pessoas voluntárias e, quando surgisse alguma situação em que fosse necessário alguém representar a rede ex aequo, o pedido seria feito aí e depois quem quer que estivesse a coordenar a bolsa de voluntári@s decidiria quem seria a pessoa, ou pessoas, mais adequada a fazer representação. Um pouco como se faz (fazia?) no Projecto Educação. Simples assim.

      Sinceramente acho que o mais complicado é encontrar e reencontrar as pessoas. Complicado no sentido de organizá-las e pedir contactos, porque é uma tarefa que dará algum trabalho em termos práticos. Mas isso feito, e existindo a vontade para começar a delegar, tudo fluiria de forma mais fácil. Imagino eu.

      Embora nos últimos anos a minha experiência com as direcções não tenha sido, como já mencionei, a mais positiva, não faz parte do meu feitio assumir que a nova direcção siga o mesmo caminho, muito pelo contrário. Parto do princípio que têm é que pegar em várias coisas que estão abandonadas e destroçadas e reconstruir de novo e isso é complicado: e pede apoio em vez de críticas logo à entrada. Por isso mesmo acho que não devemos apenas esperar que essa iniciativa parta da direcção (que ainda agora começou e deve estar a lidar com várias coisas actualmente) - e nem sei qual é a posição deste novo grupo de pessoas referente à bolsa de voluntári@s - mas acho que faz todo o sentido que nos organizemos também e que apresentemos algum tipo de proposta.

        «Open your eyes, open your mind,
        proud like a god, don't pretend to be blind.
        Trapped in yourself, break out instead,
        beat/feed the machine that works in your head»
        - Guano Apes

        Voluntários da associação
        #4

        Offline BrunoMCP

        • *****
        • Orador(a)
        • Membro Ultra
        • Ter orgulho é rejeitar a vergonha.
          • Fields of Pear Tree
        Recentemente surgiu a necessidade de ter alguém do Porto a representar a associação na marcha do Porto, facilmente se faria uma carta aberta sobre o assunto a pessoas interessadas em ativismo. Outro caso que me lembro por exemplo, foi não ter sido encontrada uma pessoa trans para ir à audição da assembleia da república sobre a autodeterminação de género.

        São os exemplos mais vivos na minha memória, também.

        É impossível que, dado que é um trabalho voluntário e que a vida ocupa-nos tempo para além disto, apenas um grupo restrito de pessoas consiga dar conta do recado de forma totalmente eficaz. Imagino eu com base na minha experiência e perspectiva. Portanto é mais do que urgente e necessário que essa tal bolsa de pessoas voluntárias - que já ando a ouvir falar há anos também - exista.

        Eu já preenchi dois ou três formulários para ser voluntário ao longo dos anos, não sei se atualmente eles estão a ter atenção.
        Mas já existindo um formulário e uma lista, resta apenas gestão apropriada.

        Há várias formas de lidar com isto, umas mais eficazes ou trabalhosas que outras. No geral a maior parte delas depende muito da direção, portanto comunicação e abertura da sua parte seriam chave. Isso e abdicar da necessidade de controlo obsessivo e opaco que já tem sido comum há vários anos por parte das várias equipas de direção. Não é positivo para eles nem para a associação.

        Isto não quer dizer que não possamos antecipadamente enquanto associados/voluntários organizar-nos e tomar iniciativas. Afinal, temos agora um fórum e uma moderação funcional graças a isso  ::)
          The North remembers.

           

          Tópicos relacionados

            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
          3 Respostas
          4707 Visualizações
          Última mensagem 3 de Dezembro de 2005
          por bluejazz
          101 Respostas
          21392 Visualizações
          Última mensagem 23 de Dezembro de 2017
          por Atomic
          82 Respostas
          16952 Visualizações
          Última mensagem 14 de Dezembro de 2009
          por bracarense5
          Voluntários!!

          Iniciado por Azorean « 1 2  Todas » Ponta Delgada

          22 Respostas
          11706 Visualizações
          Última mensagem 6 de Fevereiro de 2011
          por pocahontas
          66 Respostas
          25239 Visualizações
          Última mensagem 11 de Outubro de 2011
          por Boreas