Assuntos Gerais > Saúde e Bem-estar

Depressão Bipolar

<< < (5/5)

Mónicaf:

--- Citação de: hpc em 16 de Dezembro de 2018 ---
--- Citação de: Mónicaf em 16 de Dezembro de 2018 --- finalmente tive a coragem de pedir ajuda profissional, mas sinto que não vai dar em nada... ou pelo menos, é isso que me passa agora pela cabeça... dia muito complicado hoje; muitos pensamentos negativos. Enfim, é um pequeno desabafo! Amanhã estarei mais animada :P




(desculpem este e outros desabafos que vou deixando por aqui, mas estou no pico duma depressão, ou lá o que isto é!)

--- Fim de Citação ---


Força, Mónica! Grande abraço!

--- Fim de Citação ---
Abraço! *

Mónicasas:
Boas!


O que acham de psicólogos? Ou melhor, acham que resulta?


Desde a minha adolescência que vivo com depressão. Mas estava camuflada. Agora há cerca de um ano que fiquei em depressão profunda, sendo eu uma pessoa orgulhosa e acho que não preciso de ajuda de terceiros, recorri a uma psicóloga porque já não aguentava mais. Entretanto não vi resultado e mudei para outra, o que não vi igualmente nenhuma evolução... Foi me receitada medicação, que fez piorar a minha depressão, - tentei suicídio- perante isto a minha mãe tirou me todos os comprimidos e desde então que n sou medicada. Nem seguida, porque acho realmente que a minha saúde mental piorou.
Hoje em dia, faço a.minha vida de trabalho normal, com muitos ataques de choro, pânico e ansiedade... Às vezes é um pesadelo conseguir sair de casa, tenho medo de que algo de mal vai acontecer na rua... Consegui camuflar a depressão para as outras pessoas, porque sinto.me mal como há um ano atrás, com vontade de por fim a minha vida, apenas me resta as minhas gatinhas para continuar a querer viver... Deixei de ter quaisquer relações de amizade, acho que afastei os poucos amigos que tinha.


Desculpem este desabafo!


Abraço e força a todxs que passam pelo mesmo.


safir:

--- Citação de: unfold em 21 de Maio de 2020 ---Aproveitem espaços como este para perceberem as diferentes experiências e o que mais se adaptar a vocês mas aconselho a que não troquem o apoio especializado pelo que lêem aqui. E também aconselho a que não apoiem através deste meio. Primeiro porque quem é especializado sabe o que está a fazer e, segundo, tem ferramentas para canalizar as situações. Ajudem muito por aqui e se forem saudáveis logo verão os efeitos nefastos que ajudar pessoas com problemas específicos vos causou. Ficam iguais ou pior - quanto mais não seja porque a "m****" se costuma pegar - e depois contem com ajuda que vão ver que apoio vão ter. Depois vão ser vocês a procurar apoio psicológico. Procurem especialistas que isso passa. E se não passar... também não é com a ajuda daqui que vai passar.

--- Fim de Citação ---

Acho que é muito forte dizermos '' Procurem especialistas que isso passa''...
Devemos sim aproveitar este espaço para partilharmos o que sentimentos e de alguma forma procurar um tipo de apoio, mas mais especificamente apoio entre pares.
Nada de facto substitui a ajuda profissional que podemos procurar nestas situações e será sempre o que aconselharei.
Não devemos tratar esta questão como algo que ''passa'' mas sim como uma condição que não é comparável a algo como por exemplo uma dor de cabeça que ''passa''.
Cada pessoa terá o seu tempo.

Navegação

[0] Índice de mensagens

[*] Página anterior

Ir para versão completa