rede ex aequo

Olá Visitante29.nov.2022, 22:22:33

Sondagem

A visibilidade diminui o preconceito?

Sim
192 (68.3%)
Não
38 (13.5%)
Não sei
51 (18.1%)

Votos totais: 200

Autor Tópico: A visibilidade diminui o preconceito?  (Lida 75552 vezes)

 
A visibilidade diminui o preconceito?
#320

Offline acidburn

  • *****
  • Membro Elite
  • Banido
  • Género: Feminino
  • Diamonds Are A Girl's Best Friend
Exactamente. Mas infelizmente já reparei que existe muito o factor show off. E isso para mim é completamente ridiculo. Seja para casais hetero seja para casais com individuos do mesmo sexo.
Eu lembro-me perfeitamente de estar em sitios públicos com a minha namorada (com uma atitude perfeitamente normal) e estarem raparigas (que nós sabiamos que eram lésbicas/bis pois já as tinhamos visto em sitios "gay" e que provavelmente "toparam" qualquer coisa ou também já nos tinham visto) e comecarem com uma atitude completamente "olhem para nós que também somos weee" aos beijos e apalpanços e coisas completamente desnecessárias. Faziam as cenas e olhavam para nós tipo "ahaha temos tanta graça ser lésbica é tão fixe". 

Lembro-me de ter feito uma cara completamente "epá figuras tristes...manquem-se."

É completamente absurdo.

A visibilidade diminui o preconceito?
#321

Offline Jason Mill

  • ****
  • Membro Sénior
  • Género: Masculino
Depende da visibelidade, a exposição de problemáticas publicamente se não for inteligente e ponderada pode ter efeitos preversos, é o que acontece com as marchas LBGT

    A visibilidade diminui o preconceito?
    #322

    Offline fmchrono

    • *****
    • Membro Elite
    • Género: Masculino
    • Aye!
    Sinceramente, acho que a sociedade portuguesa funciona muito na base "eu sei que existe, mas se não me incomodar, melhor". Ou seja, todos estão conscientes para o "problema" da homossexualidade, mas não precisam que lhes esfreguem isso na cara, porque até pode gerar o efeito contrário...
    As Marchas de orgulho LGBT, por exemplo, são o tipo de visibilidade excessiva que pode agravar o preconceito dos mais conservadores, que vêem as imagens e se sentem ainda mais enojados...
      Don't worry what people think, they don't do it very often.

      A visibilidade diminui o preconceito?
      #323

      Offline _tiago_

      • *****
      • Membro Elite
      • Género: Masculino
      • Why not??!!?
      Bem acho que a visibilidade e positiva ,muito alias...Penso ate que as coisas têm vindo a melhorar devido a cada vez mais pessoas poderem/quererem assumir essa visibilidade  :)
      Claro que nem todos representam bem os lgbt´s mas isso e como em tudo...Ha indivíduos diferentes em todas as orientações sexuais e logo comportamentos diferentes.Não nos devemos chatear demais por pensarmos que ha alguem a "manchar" a opinião publica sobre as pessoas lgbt´s....A longo prazo os preconceitos serão descontruídos e as pessoas perceberão que ser lgbt não significa ter necessariamente certos comportamentos/perspectivas de vida.
      Claro que isto demorará e ainda temos que levar com muito preconceito e estereótipos em cima...mas e mesmo assim infelizmente  ::)


      Mas a visibilidade que eu considero melhor e a visibilidade para a familia e amigos (se possível claro).Muitos dos amigos e familiares dos lgbts tinham ideias mal construídas sobre nos , ate ao dia em que uma pessoa importante das suas vidas lhe revelou que era l, g ,b ou t! :)
      Claro que as coisas também não são tão lineares assim,e ha que ter paciencia calma, cortesia e muito bom senso para confrontarmos os nossos familiares(estes principalmente) e amigos, com a ideia de que somos lgbt.
      É tudo um grande processo mas que no fim de contas traz mais benefícios que desvantagens penso eu  :)

        A visibilidade diminui o preconceito?
        #324

        Prophet_of_Hope

        • Visitante
        Sim - diminui e muito! Falarmos dos nossos problemas como se falassemos deles se estivessemos numa relação heterossexual é optimo para diminuir preconceitos!

          A visibilidade diminui o preconceito?
          #325

          Fetch!

          • Visitante
          77% of Americans know a gay friend, relative or colleague
          By Staff Writer, PinkNews.co.uk - June 10, 2010

          A poll has found increasing visibility of gay people in America, plus rising tolerance levels for homosexuality. According to CBS polling, only 42 per cent of Americans said they knew a gay person in 1992 but this has now risen to 77 per cent. Only 22 per cent in the latest study claimed they did not know anyone at all who was gay. The survey also asked about attitudes to homosexuality.

          Forty-three per cent said they felt same-sex relations were wrong, compared to 48 per cent who said they were not. This was a slight decrease from January 2009, when another survey found 54 per cent of respondents felt homosexuality was not wrong. In 1978, 62 per cent of people thought homosexuality was wrong.

          Knowing someone who is gay or lesbian was found to affect how people feel about the morality of gay sex. Fifty-three per cent of those who know someone who is gay or lesbian do not believe same-sex relations between consenting adults are wrong, while 54 per cent of those who do not know anyone who is gay or lesbian think such relations are wrong.

          The majority of people (51 per cent) believe homosexuality is something people are born with, while 36 per cent think it is something people choose to be. Fifty-three per cent of Americans think it is necessary to have laws that protect gays and lesbians from discrimination in hiring and promotion, 43 per cent do not. As a previous study found, more people gave their approval when the survey used the phrase "gay or lesbian, rather than "homosexual". When asked if being gay is a choice, 36 per cent said yes when the survey mentioned homosexuality and 39 per cent said yes when it asked about gay and lesbian people.

          The telephone poll surveyed 1054 adults nationwide between May 20th and 24th.

          http://www.pinknews.co.uk/2010/06/10/77-of-americans-know-a-gay-friend-relative-or-colleague/
          « Última modificação: 10 de Junho de 2010 por Fetch! »

            A visibilidade diminui o preconceito?
            #326

            Offline btsferreira

            • *****
            • Membro Elite
              • facebook btsferreira
            Claro que sim. lembrem se da primeira mulher que usou minisaia, das pessoas que se divorciaram no inicio, das pessoas negras que foram para a frente do autocarro.

              Propõe um debate na tua Escola/Universidade. Info: educacao@rea.pt
              No matter gay, straight or bi, lesbian, transgendered life. I'm on the right track baby, I was born this way

              A visibilidade diminui o preconceito?
              #327

              Soueu20

              • Visitante
              É obvio que sim... A visibilidade sera o que no futuro nos tirara este preconceito de cima... Sem visibilidade somos o que?
              Uns 3 ou 4, com tendencia fora da normalidade que merece tratamento certo?

                A visibilidade diminui o preconceito?
                #328

                Fetch!

                • Visitante
                A orientação sexual é uma característica que não é visível exteriormente, o que se por um lado constitui um factor de protecção dos indivíduos LGBT face à sociedade, por outro lado também é em parte responsável pela falta de visibilidade da comunidade. À semelhança do que sucede no caso de outras minorias, o contacto com indivíduos LGBT, dentro de determinadas circunstâncias como coming out e/ou discussão aberta e proximidade, resulta numa diminuição de preconceitos e numa maior aceitação junto de indivíduos fora da comunidade;

                Coming Out Can Reduce Sexual Prejudice

                Heterosexuals With Personal Contact Have More Positive Feelings toward Lesbians and Gay Men

                Research by a UC Davis social psychologist indicates that lesbians and gay men who come out of the closet to their heterosexual friends and family members help to create more positive attitudes toward homosexuality.

                "Heterosexuals with a gay friend or relative have significantly more favorable attitudes toward lesbians and gay men as a group," said Dr. Gregory Herek, a professor of psychology at the University of California at Davis and principal investigator for the national opinion survey, published in the April, 1996, issue of Personality and Social Psychology Bulletin.

                With co-author Prof. John Capitanio, Herek reported that simply having personal contact with a lesbian or gay man does not necessarily affect heterosexuals' feelings about gays and lesbians. Rather, heterosexuals tend to hold favorable attitudes if they know two or more gay people, if those people are close friends or immediate family members, and if there has been open discussion about the friend or relative's sexual orientation.

                Past studies – including a 1993 paper that Herek published with Eric Glunt in The Journal of Sex Research – have shown a relationship between heterosexuals' attitudes and their contact experiences. The 1996 study, however, is the first to probe the specific conditions under which contact appears to change attitudes.


                Open Discussion Is Important       

                "Direct disclosure of one's homosexuality – talking about it openly – appears to play an important role in changing attitudes," said Herek. By directly discussing her or his sexual orientation, Herek suggested, a lesbian or gay man can help a heterosexual loved one to reach a better understanding of homosexuality and what it means to be gay. She or he can answer questions and break down stereotypes.

                At the same time, open discussion can preserve and even strengthen the relationship.

                "Coming out is a highly intimate disclosure," noted Herek. In many situations, he said, revealing such information can strengthen a relationship, provided that gay men and lesbians do it in a sensitive way.

                Herek suggested that lesbians and gay men who are preparing to come out to a heterosexual friend or family member think carefully about the best way to break the news.

                "When they first recognize their own sexual orientation, most lesbians and gay men need some time to get used to it," noted Herek. The same is true for heterosexual friends or family members, he said. For heterosexuals, finding out that a loved one is gay may be a big surprise. It forces them to change their expectations. They need time, information, and understanding."
                 

                Cause and Effect Relationship Works Both Ways         

                Herek stressed that the study's design does not permit a definite conclusion that having contact causes heterosexuals to change their attitudes.

                Indeed, the survey indicated that a cause-and-effect relationship between contact and attitudes works in both directions. According to Herek, when lesbians and gay men have a choice, they are more likely to disclose their sexual orientation to members of groups that are generally tolerant of homosexuality. These groups include women, liberals, and the college educated.

                But while gay men and lesbians tend to come out to people whom they expect to respond positively, Herek also observed that heterosexuals who have had past contact hold more favorable attitudes regardless of their sex, political beliefs, schooling, or other background characteristics. Moreover, those with contact appear to develop even more favorable attitudes over time, Herek said.

                Herek noted that the benefits of coming out were apparent for virtually all the demographic groups that he and Dr. Capitanio examined. "Whether we looked at the attitudes of men, the highly religious, the elderly, or practically any other group, those reporting personal contact expressed more favorable attitudes toward gay people than did those without contact," said Herek.

                "The only group for which the difference between those with and without contact was small," said Herek, "was African American respondents." He explained, however, that many of the Black survey respondents who knew a gay person reported that their contact had been with a distant relative or acquaintance. Those with a close friend who was gay generally had positive feelings toward gay people, which is consistent with the other survey respondents, he said.
                 

                Coming Out Is Risky         

                Despite the study's findings that disclosure promotes attitude change, Herek warned that coming out also carries risks. Many heterosexual Americans hold strongly negative feelings toward homosexuality, he noted.

                The study found, for example, that two-thirds of the U.S. public feels that homosexuality is wrong, 60% feel that it is disgusting, and only about one-fourth believe that it is a natural expression of sexuality. These attitudes are strongest among heterosexuals who say that they do not know anyone who is lesbian or gay – about two-thirds of U.S. heterosexual adults, according to Herek.

                "Many gay men and lesbians meet with rejection, discrimination, and even violence when they come out," Herek noted. Job discrimination on the basis of sexual orientation is legal in most states, he said, and antigay hate crimes are common throughout the United States.
                 

                Other Findings   

                Among the survey's other findings were that heterosexuals are twice as likely to know gay men as lesbians, that most heterosexuals reporting contact know two or more gay persons, and that the most common form of contact is with an acquaintance or casual friend. About 4% of the relationships reported were with an immediate family member, such as a child or sibling, according to Herek. About one-fifth were with a close friend, and more than half were with acquaintances.

                The survey's findings are consistent with an established social psychological principle that, under the right conditions, contact between members of majority and minority groups can reduce prejudice against the minority group. This "contact hypothesis" has been used to explain changes in attitudes toward racial, ethnic, and religious minorities, according to Herek. The new study indicates that it applies to heterosexuals' attitudes toward gay people as well.

                The study consisted of two national telephone surveys between 1990 and 1992. 538 adults were interviewed in the first survey, and approximately 70% of them were reinterviewed for the second survey. The margin of error due to sampling is plus or minus 4 percentage points.

                http://psychology.ucdavis.edu/rainbow/html/comeout1.html


                Heterosexuals' attitudes toward lesbians and gay men: Does coming out make a difference?; http://psychology.ucdavis.edu/rainbow/html/Comeout97.PDF
                « Última modificação: 11 de Julho de 2010 por Fetch! »

                  A visibilidade diminui o preconceito?
                  #329

                  Offline Safira

                  • *****
                  • Membro Elite
                  • Género: Feminino
                  • "Tempus Omnia Revelat"
                  Ao fim da população portuguesa ver tantos casais do mesmo sexo a amarem-se, casarem, etc acho que passaria a ser algo mais normal.
                  Eu antes achava que o pessoal que mais discriminava era o pessoal mais ignorante, mais velho.
                  Pode ser por ignorancia mas é verdade que farto-me de ver pessoal jovem a gozar a chamar gay a torto e a direito até a colegas (podendo estar a ferir os sentimentos dos mesmos independentemente se são ou não gays).
                  Enfim... acho que portugal tem é falta de outros hábitos, moral, etc -__-
                    "Tempus Omnia Revelat"

                    A visibilidade diminui o preconceito?
                    #330

                    Offline btsferreira

                    • *****
                    • Membro Elite
                      • facebook btsferreira
                    Claro que diminui, o que vos leva a achar que nao?

                      Propõe um debate na tua Escola/Universidade. Info: educacao@rea.pt
                      No matter gay, straight or bi, lesbian, transgendered life. I'm on the right track baby, I was born this way

                      A visibilidade diminui o preconceito?
                      #331

                      [ Carla ]

                      • Visitante
                      Respondi: Não sei

                      Muito sinceramente não sei  :-X Não sei se nós todos optássemos por mostrar ao mundo a nossa felicidade com o(a) nosso(a) namorado(a) o preconceito diminuiria, ou se as pessoas se revoltassem mais contra nós.
                      Mas uma coisa é certa, a homossexualidade sempre existiu e até agora não é aceite por toda a gente...  :-\

                        A visibilidade diminui o preconceito?
                        #332

                        Offline paulosabino

                        • *****
                        • Associad@
                        • Membro Vintage
                        • Género: Masculino

                        Mas uma coisa é certa, a homossexualidade sempre existiu e até agora não é aceite por toda a gente...  :-\


                        Sempre existiu, mas como uma condição a esconder, de vergonha. E ainda hoje é um pouco. Se desde que existe(quem sabe sempre) houvesse visibilidade, talvez nem a questão se colocasse. Ou sim.

                        Vejo pelo menos na minha zona, Alentejo. se não for discussões publicas de tv, nada se vê. Dizem que "cá não há disso" ;D mas há, só não se vê. Por isso acredito que se não houver visibilidade, não ha motivos de conversa, de discussão ou habituação(o que torna o que n é normal em normalidade)
                          - Vai chover...   
                           - Vai tu!!!!!!!!!!

                          A visibilidade diminui o preconceito?
                          #333

                          MRPEC

                          • Visitante

                          Mas uma coisa é certa, a homossexualidade sempre existiu e até agora não é aceite por toda a gente...  :-\


                          Sempre existiu, mas como uma condição a esconder, de vergonha. E ainda hoje é um pouco. Se desde que existe(quem sabe sempre) houvesse visibilidade, talvez nem a questão se colocasse. Ou sim.

                          Vejo pelo menos na minha zona, Alentejo. se não for discussões publicas de tv, nada se vê. Dizem que "cá não há disso" ;D mas há, só não se vê. Por isso acredito que se não houver visibilidade, não ha motivos de conversa, de discussão ou habituação(o que torna o que n é normal em normalidade)

                          Eu vivo numa zona rural, antiquada, Catolica...

                          Não há ca homossesuais visiveis... No entanto pelo que me apercebo pelas conversasd de café que por aqui andam, masi na altura do casamento, alias da aprovação da lei do casamento homossexual, as pessoas daqui, principalmente as mais idosas, são muito á frentex e aceitam bem a homossexualidade... :)

                            A visibilidade diminui o preconceito?
                            #334

                            [ Carla ]

                            • Visitante
                            Também tens razão paulosabino, mas se formos ver no tempo da Grécia antiga toda a gente sabia que os imperadores tinham amantes homens, e era algo natural. Ou seja, fomos de 8 a 80 e voltamos aos 8.

                              A visibilidade diminui o preconceito?
                              #335

                              Offline btsferreira

                              • *****
                              • Membro Elite
                                • facebook btsferreira
                              Antes de haver divorciados estes nao eram condenados ou olhados de lado? depois de comecarem a aparecer passou a ser indiferente.

                                Propõe um debate na tua Escola/Universidade. Info: educacao@rea.pt
                                No matter gay, straight or bi, lesbian, transgendered life. I'm on the right track baby, I was born this way

                                A visibilidade diminui o preconceito?
                                #336

                                [ Carla ]

                                • Visitante
                                Acho que não à termo de comparação entre divorciados e visibilidade entre homossexuais.

                                O divorcio existe à menos tempo que a homossexualidade e já ninguém é olhado de lado por ser divorciado, mas por seres gay, és.

                                  A visibilidade diminui o preconceito?
                                  #337

                                  Offline Back Room

                                  • *****
                                  • Membro Elite
                                  • Género: Masculino
                                  É óbvio que se toda a gente tivesse um amigo ou familiar que soubesse que era gay, a homofobia descia consideravelmente. Não vejo grande dúvida nisso.
                                    "I started being proud of being gay, even though I wasn't." Kurt Cobain.

                                    "Quelle est votre plus grand ambition dans la vie? Devenir immortel... et puis... mourir." À Bout de Souffle, Godard.

                                    "One of the great tragedies of mankind is that morality has been hijacked by religion." Arthur C. Clark

                                    A visibilidade diminui o preconceito?
                                    #338

                                    Offline Navegador

                                    • ****
                                    • Membro Sénior
                                    • Género: Masculino
                                    Eu acho que depende do tipo de visibilidade que queremos passar para a sociedade. Há certos tipos de visibilidade que eu acho que não só não contribuem para diminuir o preconceito, como ainda o aumentam.
                                      "Tesoureiro de todos os benefícios e provedor de todas as penúrias"

                                      A visibilidade diminui o preconceito?
                                      #339

                                      Offline paulosabino

                                      • *****
                                      • Associad@
                                      • Membro Vintage
                                      • Género: Masculino
                                      Eu acho que depende do tipo de visibilidade que queremos passar para a sociedade. Há certos tipos de visibilidade que eu acho que não só não contribuem para diminuir o preconceito, como ainda o aumentam.



                                      Nesses casos( que n especificaste mas que posso imaginar ou não) acredito que mais que o tipo de visibilidade, mais conte o tipo de olhar de quem recebe essa visibilidade. Há heterossexuais de todos o tipo. educados , bonitos, feios, ladrões, honestos, promiscuos, tarados, exibicionistas, reservados.. e a sua orientação sexual n é associada a essas condições.  resumindo, não acredito que haja muita coisa que possa ser dada a ver pelos homossexuais, que os heterossexuais não possam ou não mostrem, no entanto são vistos sim com desconfiança.

                                      Por exemplo, algo em que tenho pensado muito nos ultimos dias. No novo reality show da TVI, gente que entra e em duas semanas(ou menos) ja se relacionam como namorados, que passam os dias agarrados, a se massajarem, acariciarem...  eu digo que aposto um dedo em que se fosse um casal homossexual hoje existiria aqui um tópico onde se estariam a  criticar pela má visibilidade prestada de atiradiços, pessoas faceis..

                                      Por mim tanto é boa a visibilidade de um casal ou individuo "modelo", como a de um que nem por isso, o importante é não surgir apenas um tipo de vida/pessoa porque nem somos piores nem melhores e nem devemos ser desvalorizados por exemplos maus, nem sobrevalorizados por exemplos bons que não correspondem a todas as pessoas homossexuais.

                                      é preciso que as pessoas tenham noção que há o casal feliz e o que se bate, os que separam lixo e os que não, os que se vestem bem e os que cospem no chão.
                                      « Última modificação: 1 de Novembro de 2010 por paulosabino »
                                        - Vai chover...   
                                         - Vai tu!!!!!!!!!!

                                         

                                        Tópicos relacionados

                                          Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                        23 Respostas
                                        12230 Visualizações
                                        Última mensagem 30 de Abril de 2010
                                        por Poison
                                        137 Respostas
                                        29491 Visualizações
                                        Última mensagem 17 de Maio de 2016
                                        por carolinalg
                                        6 Respostas
                                        2907 Visualizações
                                        Última mensagem 13 de Agosto de 2013
                                        por pedrosilvaesc
                                        4 Respostas
                                        1918 Visualizações
                                        Última mensagem 30 de Setembro de 2013
                                        por Boreas
                                        0 Respostas
                                        8967 Visualizações
                                        Última mensagem 3 de Junho de 2018
                                        por anadeoli