rede ex aequo

Olá Visitante26.jun.2022, 11:36:59

Sondagem

Tiveste/tens dificuldades em assumir-te para ti mesmo/a?

Levei tempo, mas assim q consegui, ficou td bem.
199 (35.5%)
Não demorei muito tempo, foi fácil.
153 (27.3%)
Já consegui, mas ainda tenho algumas dificuldades.
128 (22.8%)
Não consigo assumir-me e aceitar-me.
21 (3.7%)
Ainda não sei o que sou.
53 (9.4%)
Não sou LGBT.
7 (1.2%)

Votos totais: 391

Autor Tópico: Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?  (Lida 65363 vezes)

 
Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
#420

Anusca

  • Visitante
Nenhumas! Foi uma descoberta muito feliz, talvez porque também me descobri com uma idade que me permitia ver as coisas com mais tranquilidade e vivia num meio muito aberto à diferença. Senti-me eu própria e algumas peças do puzzle da minha vida começaram a encaixar  :)  Quanto a assumir aos outros, é uma coisa diferente, já o fiz a quem tinha de fazer, os restantes vão sabendo no momento certo, não acho que isso seja fundamental, afinal os heterossexuais  também não andam por ai a dizer alto e bom som que o são  :)

    Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
    #421

    Offline 003317101

    • **
    • Membro Júnior
    • Género: Feminino
    • "I would always rather be happy than dignified."
    Nunca senti dificuldade em assumir a minha orientação :-) foi natural fui me apaixonando por diversas pessoas desde de forma mais inocente até ao mais romântico e físico de forma gradual sem grande stress. A outras pessoas nunca consegui esconder a minha orientação sexual, tb nunca senti essa necessidade, no entanto não ando a gritar aos quatro ventos.
    Em suma para mim assumir a minha orientação foi como assumir que tenho olhos castanhos lol natural

      Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
      #422

      Iki

      • Visitante
      Tive mais dificuldade em aceitar-me do que fazer o meu coming out as pessoas que me rodeiam.
      Confesso que durante um longo periodo de tempo tentei reprimir a minha atracao por pessoas do mesmo sexo. Ate cheguei a sentir 'nojo' ao imaginar-me com outra rapariga.  :-X Ate que falei com uma amiga sobre o tema e descobri que tanto ela como a maior parte do nosso grupo de amigos tinham a mesma orientacao sexual. ::) lol
      Ter percebido que nao estava assim tao sozinha e que tinha alguem com quem falar, ajudou-me bastante a aceitar e a nunca esconder-me por ser como sou.

        Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
        #423

        Offline zarabatana

        • *
        • Novo Membro
        • Género: Masculino
        Nunca tive qualquer dificuldade em assumir-me a mim próprio. Soube sempre desde miúdo que era homossexual.
        Mas admito que, caso pudesse, dava uma perna e um braço para não o ser.  lol

          Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
          #424

          Offline JPinheiro09

          • **
          • Membro Júnior
          • Género: Masculino
          Sim, ainda demorei um bocado mais concretamente aos meus 16. Foi preciso meio ano e a grande ajuda de um amigo para me poder aceitar tal e qual me aceito agora  :)

            Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
            #425

            Offline Juh'

            • *****
            • Membro Elite
            • Género: Feminino
            • Potterhead.
              • FB
            levei um mês ou dois a aceitar a parte do "eu sou normal e igual às outras pessoas" , mas não foi  nada de agressivo e aceitei com tranquilidade  :) ;D
              After all this time?
              Always...

              Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
              #426

              indecisiveness

              • Visitante
              Oh, se tive... Já lá vão 3 anos, mas acho que finalmente estou no bom caminho :) Chega de não me pôr em 1° lugar!!

                Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                #427

                Stabilo

                • Visitante
                Oh, se tive... Já lá vão 3 anos, mas acho que finalmente estou no bom caminho :) Chega de não me pôr em 1° lugar!!

                Like :up

                  Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                  #428

                  Offline miss_g

                  • *****
                  • Associad@
                  • Membro Vintage
                  • Género: Feminino
                  Nao tive dificuldade claro q no início era mt confuso pq não sabia mt bem o q era mas agr sem problemas :)
                    "A mulher que procura ser igual ao homem tem falta de ambição"

                    - Timothy Leary

                    Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                    #429

                    Offline Bandura_62

                    • ****
                    • Membro Sénior
                    • Género: Masculino
                    Enquanto ainda me considerava hetero, pensava para mim que ia ser complicado aceitar-me se percebesse que de facto era bissexual ou se até me apercebesse que era homossexual. Quando passei a fase dessa dúvida e entendi a minha real orientação - bissexual - aceitei-me de forma tão natural que até me surpreendi a mim próprio. É um dos meus orgulhos :)
                    « Última modificação: 13 de Maio de 2015 por Miguel_Bi_61 »
                      “I was never less alone than when by myself.” ~ Edward Gibbon

                      Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                      #430

                      Offline shyPiano

                      • *
                      • Novo Membro
                      • Género: Masculino
                      Muitas :(

                      Quando comecei a entrar na puberdade, e a sentir... "coisas", não percebia de todo o que estava a acontecer.
                      Por um lado, estava a começar a não perceber os meus colegas quando eles falam de raparigas - sentia que não conseguia ver o que eles viam nelas. Mas eu pensei que fosse normal, eu nunca foi de falar sobre sexo nem nada do género, logo se calhar era por isso. "Eventualmente isso virá naturalmente, não te preocupes" eu tentava convencer-me a mim mesmo.
                      Por outro lado, começava a notar mais nos rapazes e nos corpos deles. Também comecei a ter "sonhos" e tal. Eu atribuía isso a sentir-me inseguro acerca do meu próprio corpo (eu entrei na puberdade um bocado tarde comparado com a maioria dos meus colegas, logo estava um bocado "atrasado", por assim dizer)

                      No entanto, quanto mais o tempo passava, mais difícil se tornava para mim. Estar com pessoas em geral começou a ser demasiado doloroso e confuso para mim, e a pouco e pouco afastei-me de todos à minha volta. Mesmo que não fisicamente, comecei a fazer barreiras psicológicas à minha volta para me proteger disto.
                      Comecei a pensar que nunca iria querer namorar ou casar com alguém. Que iria viver sozinho até ao final dos meus dias.

                      Tudo veio a cair sobre mim no final do meu 11º ano. A dor de tentar suprimir o que realmente sentia chegou ao limiar que a tornou simplesmente insuportável. Ainda me lembro do dia em que tive de admitir para mim próprio que, de facto, me sentia atraído por homens. Eu tinha o exame de Física e Química mesmo à porta, e tinha de estudar. Mas foi-me impossível fazer seja o que fosse nesse dia. Eu tentava ler a matéria, e rapidamente a visão se tornava turva com lágrimas.
                      Tive a sorte que, nesse dia, estava totalmente sozinho em casa.
                      As minhas notas sofreram por causa dos eventos até aqui. Nestes exames, eu tive uma nota vergonhosa. Ainda foi positiva, mas muito aquém das minhas capacidades.

                      A partir daí, embora tivesse admitido a mim mesmo que gostava de homens, ainda não me permitia a mim mesmo aceitar que tivesse uma relação com um. Pensei que era bi, e que poderia apenas ignorar a minha atracção por homens, simplesmente encontrar uma mulher de quem gostasse e viver a minha vida com ela. O meu segredo vinha comigo para a minha campa.

                      No entanto, as peças do puzzle ainda não se encaixavam totalmente. Se "gostava" de mulheres, porque é que pensar sobre homens me traz tanta mais emoção? Porque é que só é ao pensar numa relação com um homem que eu sinto feliz? Porque é que não me lembro da última vez que pensei no corpo de uma mulher sexualmente?
                      A pouco e pouco, as provas amontoavam-se umas em cimas das outras, todas a apontar que "bi" não me descrevia. E no entanto, eu tinha demasiado medo de ser "gay" para me conseguir admitir isso. Mas, mesmo que ainda quisesse agarrar-me à ideia de ser bi, fui-me habituando a tentar chamar-me gay.
                      Quando finalmente disse "Eu sou gay", eu nem sequer pensei no que estava a dizer. Estava no banho, mais uma vez a tentar perceber sobre as dúvidas que tinha. E quando me dei por ela, eu já tinha deixado as palavras sair da minha boca.
                      E nunca me tinha sentido tão aliviado na minha vida. Voltei a repetir "Eu sou gay", desta vez com um sorriso na minha cara. Acho que até me ri um bocado. Tantos anos a tentar evitar esta conclusão, e agora... Até parece um bocado cómico. "Eu sou gay" disse outra vez, finalmente confortável com a palavra, e comigo mesmo.

                      Comparado com os anos de tentar admitir que gosto de homens, apenas me demorou uns meses para admitir que sim, sou gay. O meu melhor amigo ajudou-me muito nesta segunda fase, tendo descobrido o que se estava a passar comigo, e aceitou-me como nunca pensei que alguém o fosse fazer. Se não fosse ele, não sei quanto mais tempo ainda estaria perdido, a tentar em vão agarrar-me a uma identidade que não me identifica.


                      Uff... História longa, peço desculpa por isto. Obrigado a todos que tiveram a amabilidade de ler até ao fim! :) Já passaram uns bons anos desde que esta toda odisseia se passou, e embora ainda doa pensar no que passou durante estes anos (isto deixou cicatrizes profundas), eu sei que evolui bastante desde então, e por isso estou eternamente grato! :)

                        Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                        #431

                        Offline Bandura_62

                        • ****
                        • Membro Sénior
                        • Género: Masculino
                        Parabéns por teres conseguido superar-te shyPiano :)
                        Quanto às cicatrizes, o tempo ajudará a que se curem!
                          “I was never less alone than when by myself.” ~ Edward Gibbon

                          Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                          #432

                          Offline shyPiano

                          • *
                          • Novo Membro
                          • Género: Masculino
                          Obrigado Miguel! :)
                          Foi certamente um período negro na minha vida, mas sempre que penso no que se passou na altura, dou graças que tenha conseguido superar, ainda que com muitas dificuldades.
                          E pronto, agora é uma questão de continuar a evoluir. Eu reconheço que ainda tenho muito que subir antes de chegar ao topo. Por exemplo, eu posso sentir-me confortável a dizer que sou gay quando estou sozinho, mas mesmo quando estou com os meus amigos eu tenho dificuldades em sequer pronunciar a palavra gay, em referência a mim ou a outros (já hoje uma amiga minha quis dar-me a conhecer um colega dela que era giro, mas acabei por usar eufemismos para perguntar se ele também gosta de homens).

                          Mas ya, um passo de cada vez! :) Não podemos esperar que de repente fica tudo bem - há sempre um trabalho continuo de evolução.
                          Muita coisa mudou entre essa altura e agora, e muita coisa mudará no futuro. ;) And that's exactly how it should be!

                            Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                            #433

                            Offline Bandura_62

                            • ****
                            • Membro Sénior
                            • Género: Masculino
                            Obrigado Miguel! :)
                            Foi certamente um período negro na minha vida, mas sempre que penso no que se passou na altura, dou graças que tenha conseguido superar, ainda que com muitas dificuldades.
                            E pronto, agora é uma questão de continuar a evoluir. Eu reconheço que ainda tenho muito que subir antes de chegar ao topo. Por exemplo, eu posso sentir-me confortável a dizer que sou gay quando estou sozinho, mas mesmo quando estou com os meus amigos eu tenho dificuldades em sequer pronunciar a palavra gay, em referência a mim ou a outros (já hoje uma amiga minha quis dar-me a conhecer um colega dela que era giro, mas acabei por usar eufemismos para perguntar se ele também gosta de homens).

                            Mas ya, um passo de cada vez! :) Não podemos esperar que de repente fica tudo bem - há sempre um trabalho continuo de evolução.
                            Muita coisa mudou entre essa altura e agora, e muita coisa mudará no futuro. ;) And that's exactly how it should be!

                            Fazes muito bem em manter a confiança em ti, isso é de grande importância. A mim o máximo que me acontece é eu pensar no meu caso quando ouço pessoas à minha a falar nesses temas, mas não penso em mais nada para além disso.

                            Mas sendo eu tímido, acredito que também me acontecesse como te aconteceu a ti nesse exemplo que falaste, ainda que no meu caso quase ninguém saiba sobre a minha orientação :)
                              “I was never less alone than when by myself.” ~ Edward Gibbon

                              Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                              #434

                              Offline soraia_asd

                              • ****
                              • Membro Sénior
                              • Género: Feminino
                              • Happiness is only real when shared (Into the wild)
                              Demorei anos,a aceitar me de certo modo...
                              Desde a pré primaria que sabia no fundo que era lésbica,as raparigas sempre me cativaram de uma forma diferente que os rapazes nao o faziam. Sempre tive durante anos uma rapariga ou outra por quem tinha um carinho espcial,ou que achava "piada".
                              A até antes de conhecer a minha ex,ignorava sempre práticamente esses sentimentos.
                              Falei com o meu ex namorado sobre isso,com quem namorei anos.
                              E ele na realidade nunca me ajudou muito a que eu me tentasse perceber,na realidade ainda piorava a situaçao,ainda me punha mais confusa do que já estava... nao foi nada fácil. Até que realmente beijiei a minha ex e ai foi como se houvesse um clique...e pensei...ok é mesmo isto... as vezes quando ainda namorava com ela,ainda tinha algumas duvidas e as vezes rejeitava a descretamente sem querer...mas...depois apercebi me que o facto de a amar,nao tinha mal,e que ser quem eu era nao era errado... tantas vezes pensei que aquilo que sentia nao era certo e que tinha um problema...
                              Agora estou bem resolvida,e sinceramente? nao me imagino com rapazes.
                                "É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã!"

                                Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
                                #435

                                Offline carolinalg

                                • *****
                                • Moderação Geral
                                • Membro Elite
                                • Género: Feminino
                                • call it Magic... call it true...
                                Demorou um bocado, sim, porque nasci e cresci numa família com educação algo religiosa e seguidora dos valores de heteronormatividade e assim.

                                Apesar de tudo, as coisas acabam por mudar e cada um segue o seu caminho.
                                O meu é longe da igreja, de preferência, e sendo sempre verdadeira comigo e com os outros, estando assim com a pessoa que eu amar (e não com qualquer relacionamento arranjado, só para agradar ao mundo lá fora).

                                   

                                  Tópicos relacionados

                                    Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                  102 Respostas
                                  24969 Visualizações
                                  Última mensagem 23 de Agosto de 2007
                                  por *Butterfly*
                                  1 Respostas
                                  2729 Visualizações
                                  Última mensagem 27 de Fevereiro de 2010
                                  por τοRoyalSizeΚΞ
                                  16 Respostas
                                  3202 Visualizações
                                  Última mensagem 22 de Janeiro de 2019
                                  por Di HF
                                  Assumir-me para um amigo: sim ou não?

                                  Iniciado por Brooklyn Nights Apoio

                                  11 Respostas
                                  3047 Visualizações
                                  Última mensagem 4 de Novembro de 2014
                                  por Dééé
                                  3 Respostas
                                  1757 Visualizações
                                  Última mensagem 27 de Março de 2017
                                  por jribeiro