rede ex aequo

Olá Visitante26.jun.2022, 12:37:19

Sondagem

Tiveste/tens dificuldades em assumir-te para ti mesmo/a?

Levei tempo, mas assim q consegui, ficou td bem.
199 (35.5%)
Não demorei muito tempo, foi fácil.
153 (27.3%)
Já consegui, mas ainda tenho algumas dificuldades.
128 (22.8%)
Não consigo assumir-me e aceitar-me.
21 (3.7%)
Ainda não sei o que sou.
53 (9.4%)
Não sou LGBT.
7 (1.2%)

Votos totais: 391

Autor Tópico: Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?  (Lida 65364 vezes)

 
Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mesmo?
#0

Offline bluejazz

  • *****
  • Associad@ Honorári@
  • Membro Vintage
  • Género: Feminino
    • Homofobia
Olá,  
 
Este é um elemento importantíssimo numa pessoa lésbica ou gay ou bissexual ou transgénera: assumir-se para si próprio/a e a qualidade dessa auto-aceitação.

Falo não do tempo que levaram a descobrir-se, mas sim do tempo que levaram a aceitar o facto que se incluiam na sigla LGBT. 
 
Como foi para vocês, foi rápido, foi lento, foi difícil, foi fácil? O pior são vocês mesmos perante si ou a pressão e expectativa dos outros?  
 
Que mecanismos podemos criar para facilitar a nossa auto-aceitação, que podem os outros fazer, que podemos nós fazer por outros que estão com dificuldades?  
 
Este é o assunto importante. Participem e digam a verdade da vossa experiência, se puderem! :)
    "I cannot be, as Bourdieu suggests, a fish in water that 'does not feel the weight of the water, and takes the world about itself for granted'" - Felly Simmonds

    Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
    #1

    Offline cacao

    • *****
    • Associad@ Honorári@
    • Membro Vintage
    • Género: Feminino
    • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
      • Mais sobre mim...
    Respondi que levei um tempinho pq na realidade quando disse a mim mesma o que era tinha já 19 anos, mas não foi por não conseguir aceitar-me... Simplesmente nunca tinha posto essa possibilidade e quando me dei conta que afinal era o que se passava comigo foi maravilhoso!!! :D Afinal não tinha nada de mal e já entendia porque nunca gostava a sério dos meus namorados e tinha sempre fraquinhos por raparigas  ;) (Perdõem-me os rapazes com quem namorei mas não tive culpa :)).

    :inq Poderia ter escolhido a segunda opção porque depois de saber o que era foi automático... não dei mais voltas no assunto mas o que queria dizer é que se por um lado quando me assumi a mim mesma não tive quaisquer problemas por outro se não o fiz anos antes é porque a Sociedade nunca me deu essa possibilidade e sempre ocultou (e oculta) que possas gostar de X, Y, ou Z. Na Escola, com os amigos ou até mesmo em casa nunca me disseram:  - Olha, há pessoas que gostam de outras do mesmo sexo... Ou qualquer coisa parecida se é que me entendem.

    Também nunca entedi é pq levei eu tanto tempo a descubrir se na minha família não existem quaisquer preconceitos contra os homossexuais poderiam-me ter dito que era o que se passava comigo mas é possível que em casa não desse sinais...  (Tive amigas em grupos religiosos que repararam antes de eu ter descoberto e sempre me tentaram re-encaminhar  :-/ >:( mas eu sem o saber lutava contra a maré porque simplesmente era mais forte do que eu).

    O que interessa é que nunca me senti posta de parte comigo mesma e sempre gostei do que sou e como sou, não o trocaria por nada além do mais porque amo de verdade a pessoa com quem estou e não poderia ser mais feliz!
      Another one will bite the dust...

      "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

      "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

      Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
      #2

      Offline VirginiaWoolf

      • ****
      • Membro Sénior
      • Género: Feminino
      :inq
      Acho que a minha situação está mais próxima da 1ª hipótese.
      Pondo aqui um excerto do que já tinha posto num post... "A confusão que me fazia o facto de tb gostar de pessoas do mesmo sexo era mais provocada pelos comentários que ouvia sobre a homossexualidade que eram depreciativos,comentários das pessoas em geral sobre o assunto e tb a falta de conhecimento sobre o assunto ou a falta de conhecer pessoas que fossem homossexuais."
      Também acho que mais esclarecimentos sobre a homossexualidade facilitavam a descoberta, a aceitação e a compreensão por parte da prória pessoa que é homossexual e de quem não o é, tb.
      É que infelizmente passa-se o que a cacao disse:
      Responder
       a Sociedade nunca me deu essa possibilidade e sempre ocultou (e oculta) que possas gostar de X, Y, ou Z. Na Escola, com os amigos ou até mesmo em casa nunca me disseram:  - Olha, há pessoas que gostam de outras do mesmo sexo...  

      E o que não conhecemos sempre se pode tornar uma coisa bastante confusa (mais para uns do que para outros).


        Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
        #3

        Offline Eo

        • ****
        • Membro Sénior
        • Género: Feminino
        Eu só comecei a notar para aí há um ano e meio. Se bem que eu sempre achei estranho as minhas colegas terem esta queda enorme pelo Leonardo DiCaprio e eu achar mais interessante a Kate Winslet no filme "Titanic". Aliás, eu sempre gostei muito mais de personagens femininas fortes. :blush

        Ao inicio recusava a ideia de ser lésbica de todo. Pensava que era apenas uma mania passageira. Até porque considerava certos rapazes bastante giros. No entanto era só razões estéticas não que me sentisse mesmo atraída por eles.
        Comecei verdadeiramente a assumir-me a mim mesma quando finalmente apaixonei-me por uma rapariga que ía sempre no mesmo autocarro que eu para a escola. Eu sonhava com ela, até comecei a escrever poemas... eu, que nunca me dei bem com as palavras! :inq
        Aí já não podia fingir que não estava a ter estes sentimentos. Era tudo demasiado forte para negar.

        Mas apesar de tudo, de vez em quando ainda tenho dificuldades em aceitar.
        A minha mãe passa a vida a perguntar-me quando é que eu arranjo um namorado para depois casar e dar-lhe o neto que ela tanto quer. Gostava tanto de cumprir este desejo dela mas eu tenho que seguir a minha vida de acordo com aquilo que eu sou não como ela gostaria que eu fosse.
        E depois na nossa sociedade a palavra lésbica está ligada a esta imagem tão negativa. À minha volta só tenho pessoas que quando querem gozar com outras só sabem é dizer f*** e pan*******, até os meus professores entram nesse jogo... "antes prefiro ser triste do que gay!". Resultado: gargalhada geral na turma.

        Em resumo, como já disseram antes, as dificuldades advêm do facto que a mensagem que passa é que quem é homossexual é um(a) anormal e eu não sou uma anormal, sou apenas um ser humano...
          "I love quotations because it is a joy to find thoughts one might have, beautifully expressed with much authority by someone recognized wiser than oneself."

          Marlene Dietrich

          Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
          #4

          Offline pink

          • **
          • Membro Júnior
          • Género: Feminino
          Também demorei bastante tempo a assumir para mim própria que era lésbica, tendo em conta principalmente que quando comecei a revelar alguns indícios algumas das minhas amigas já desconfiavam.  :inq
          Aos 14 anos tinha uma adoração enorme por uma colega da minha turma, a Paula :heart, que era bastante gira :curtain e conhecida na escola porque já tinha 18 anos e um filho de 5. Morava no meu prédio ( estava a viver em Macau nessa altura ) por isso encontrávamo-nos bastante vezes o que me perturbava sempre imenso... ::) Se por alguma razão ela faltava  aulas, os dias eram insípidos, sentia-me em baixo só por não a poder ver, mas não fazia a mínima ideia que pudesse sentir por ela mais do que amizade. ???
          Só ela, as amigas dela ( algumas eram lésbicas e bissexuais ) e duas amigas minhas sabiam o que se passava ( provavelmente porque também são, mas como não as voltei a ver, não posso garantir). A Kátia chegou mesmo um dia a tentar aproximar-se de mim, quando estávamos em casa dela a ver um filme, pegou na minha mão e começou a fazer-me festinhas, mas eu fiquei tão chocada  >:( e estranhei tanto a atitude dela, que a deixei envergonhadíssima :-[ e a nossa amizade ficou um pouco abalada ( só porque eu não conseguia assumir para mim própria que gostava de raparigas daquela maneira ). :inq
          Mas a verdade é que eu adorava estar na companhia das minhas amigas, especialmente as mais bonitas e activas :blush, sentia imensos ciúmes dos rapazes que se interessavam por elas :'(, mas não me passava pela cabeça que pudesse ser homossexual.
          Para dizer a verdade, acho que nessa altura ainda nem sabia o que isso era, não era um assunto que falasse com os meus amigos nem com os professores ou com os meus pais. :-X Era como se a homossexualidade fosse apenas uma fantasia, uma invenção. :wings
          E quando finalmente assumi para mim própria que era realmente lésbica, aos 16 anos, já de regresso a Portugal, continuei a encarar a homossexualidade como uma fantasia, tal era o meu isolamento, e só aos 21 anos conheci uma rapariga que finalmente me fez acreditar que não ia ser celibatária até ao resto da vida! ;D ::)
          E fomos felizes durante um ano e meio... :heart  
            Pink

            Free your mind and the rest will follow

            http://patriciaventura.no.sapo.pt

            Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
            #5

            Offline M

            • ***
            • Membro Total
            • Género: Feminino
            • Let me be empty and I'll find some peace tonight.
            Escolhi "Não demorei muito tempo, foi fácil." porque era a que mais se adequava à minha situação.

            Aos 16 anos começei a gostar de uma rapariga da minha turma e eventualmente apaixonei-me a sério por ela. Na altura eu tinha namorado, e quando me apercebi que estava apaixonada por ela, resolvi terminar o namoro, porque não estava a funcionar por causa disso mesmo. A princípio achei que era bi porque gostava bastante do meu na altura namorado, mas uns anos mais tarde lá me apercebi que não gostava de homens de forma tão intensa quanto de mulheres.

              Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
              #6

              Offline Videl

              • *****
              • Membro Ultra
              • Género: Feminino
              • Some place where no-1 calls it wrong
                • Blog
              Eu tb escolhi "nao demorei mt tempo, foi facil", pk na verdade, eu soh levantei essa kestao duas vezes... numa das vezes como ja disse uma vez aki tinha 11 anos, mas pensei k era lésbica pk para mim na época existiam os homossexuais e os heterossexuais, n sabia o k era ser bissexual, e axava k não era possivel gostar dos dois sexos, e por isso na época enterrei tudo sem pensar duas vezes, e kuando voltei a pensar nisso aceitei na boa mesmo...well, foi ha cerca de 7 meses que tive a certeza mesmo, kuando senti vontade de beijar a minha melhor amiga, mas uma vontade tao grande, como nunca tinha sentido por ninguém, e cheguei a conclusão k eu sentia por ela a coisa mais aproximada de paixão k alguma vez já tinha sentido... por volta dos 14/15 anos eu já pensava k era bissexual, pk nunca tinha sentido nada mais forte por rapazes k por raparigas, e até me sentia as vezes mais atraída por raparigas, aliás, cheguei várias vezes na época a perguntar a algumas amigas minhas como reagiriam se eu fosse lésbica, lol! uma vez em minha casa até me virei para uma amiga minha e disse "Joana, sou lésbica" keria ver a reacção dela (tinha 14 anos, lol) e ela ficou a olhar para mim e disse kk coisa como "e depois?"  :) sempre tive amigas mt compreensivas :D
                "-Lesbian?? You think I´m a lesbian? (...)
                - Well, u´re a girl in love with a girl, aren´t u?
                - No! I´m Paulie, in love with Tory!!!Remember?And Tory is, she IS in love with me, because I´m hers, and she´s mine,and neither of us are lesbians!!" - Lost and Delirious

                Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                #7

                Offline timmy

                • *****
                • Membro Vintage
                • Género: Masculino
                Responder
                uma vez em minha casa até me virei para uma amiga minha e disse "Joana, sou lésbica" keria ver a reacção dela (tinha 14 anos, ) e ela ficou a olhar para mim e disse kk coisa como "e depois?"   sempre tive amigas mt compreensivas  


                Isso é mto bom de ouvir, sinceramente n sei qual seria a reacção dos meus amigos perante uma situação assim.

                Eu só comecei a pensar no facto de realmente ser homossexual n há mto tempo, claro k isso já m tinha passado pela cabeça, mas foram sempre ideias passageiras, pensando eu k fosse a tão famosa "fase"... pois, pelos vistos n foi. A mim n m custou muito a auto-aceitação, até foi bom saber k m "encaixava" em algo, visto k eu pensava ser totalmente diferente das outras pessoas. A auto-afirmação n foi de modo algum akilo k m tirou o sono, o k realmente m preocupa será a reacção das outras pessoas, mas isso é uma conversa para outra ocasião...

                beijocax :-* :-*

                  Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                  #8

                  Offline cacao

                  • *****
                  • Associad@ Honorári@
                  • Membro Vintage
                  • Género: Feminino
                  • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                    • Mais sobre mim...
                  Responder

                  Eu só comecei a pensar no facto de realmente ser homossexual n há mto tempo, claro k isso já m tinha passado pela cabeça, mas foram sempre ideias passageiras


                  Já viram que quase todos nós não descubrimos mais cedo o que eramos porque nunca nos foi dada essa opção como algo natural...

                  É tão importante que cada vez mais tenhamos consciência que no amor podem existir N orientações e que o importante é que sejamos todos felizes  :D
                    Another one will bite the dust...

                    "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                    "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                    Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                    #9

                    Offline Hain

                    • *****
                    • Membro Elite
                    • Género: Masculino
                    • God help the outcasts
                    Eu escolhi a 2ª.
                    Nunca me "chocou" muito a ideia de ser homossexual. Na minha cabeça, se um homem podia amar uma mulher, porque é que seria assim tão difícil entender que um homem pudesse amar um homem ou uma mulher amar uma mulher? Desde que houvesse amor...  ;)
                      A life without passion would be a life barely worth living.

                      Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                      #10

                      Tedesco

                      • Visitante
                      Responder
                      Nunca me "chocou" muito a ideia de ser homossexual. Na minha cabeça, se um homem podia amar uma mulher, porque é que seria assim tão difícil entender que um homem pudesse amar um homem ou uma mulher amar uma mulher?

                      A mim me chocou deveras, pois ñ passava pela minha cabeça isso, de um dia ser homossexual. Contei a minha história em outros posts, mas screditem, foi difícil aceitar, ainda mais qdo vc se apaixona por um homem E SABE q ele é homem. Lembro-me até como se fosse ontem, da gargalhada do meu finado primo, qdo ele havia me falado q era bi e eu, espantado (fruto de minha ignorância :-[) falei: Minha nossa! Isso é genético!  lol
                      Acredito q se ñ fosse o apoio q ele tivesse me dado na época, eu demoraria ainda mais para aceitar a situação, q no meu ponto de vista, ñ parecia ser normal. Hj, compreendo melhor e vejo q ñ há nenhum mal em ser assim. Sou uma pessoa igual a todas as outras, sem distinções.  :)

                      :up Tedesco



                        Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                        #11

                        Offline kalypigirl

                        • ****
                        • Membro Sénior
                        • Género: Feminino
                        • wazza!?
                        Responder


                        A auto-afirmação n foi de modo algum akilo k m tirou o sono, o k realmente m preocupa será a reacção das outras pessoas (...)



                        eh mesmo isso... :wor
                          An It Harme None, Do As Ye Will.

                          "My mother always used to warn me about men but she didn't say anything about women.." - Tallulah Bankhead

                          Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                          #12

                          Offline Videl

                          • *****
                          • Membro Ultra
                          • Género: Feminino
                          • Some place where no-1 calls it wrong
                            • Blog
                          Eu axo k se eu nunca aceitei isso mal, foi pk sempre encarei isso como outra coisa kualker, para mim foi super natural constatar k era bi...mt natural mesmo...andei baralhada um tempo, mas axo k isso é normal, mas não era por ser, era porque ficava confundida com as pessoas k passavam a vida a dizer k era uma fase, e k ia passar...guess what? n passou lol
                            "-Lesbian?? You think I´m a lesbian? (...)
                            - Well, u´re a girl in love with a girl, aren´t u?
                            - No! I´m Paulie, in love with Tory!!!Remember?And Tory is, she IS in love with me, because I´m hers, and she´s mine,and neither of us are lesbians!!" - Lost and Delirious

                            Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                            #13

                            Offline frodo

                            • **
                            • Membro Júnior
                            • Género: Masculino
                            olá  fofinh@s,

                            já nem me lembro da primeira vez que pus a hipótese de ser homossexual, ainda que no inicio não soubesse  muito bem o porquê destes sentimentos.
                            embora a minha família não fale acerca do assunto da homossexualidade com preconceito, por outro lado também nada diz, nem bom nem mau.  essa ausência de informação fez com que procurasse  na sociedade e na religião por respostas, o que como podem imaginar, não deu muito bom resultado.
                            quando a minha mãe faleceu, 10 dias antes de fazer 15 anos, tentei abrir-me com o meu irmão. estava num caos emocional completo e sentia uma vontade de tirar tudo cá de dentro. o meu irmão disse-me que estava simplesmente confuso e que eu não era gay, era simplesmemte uma carência afectiva depois de tudo o que acontecera.
                            quando me assumi perante a família e a igreja que frequentava um dos argumentos que constantemente  me apresentavam para a minha homossexualidade era exactamente o facto de ser órfão de mãe. mas  na verdade desde muito cedo que sentia atracção por rapazes e homens.
                            assumir para mim próprio que não havia nenhum mal, que não era produto de frustração, que não tinha de me contentar com celibato, foi uma das coisas mais libertadoras que já senti na minha vida. depois disso senti que podia enfrentar o mundo. não dependo assim tanto do que os outros possam dizer.  
                            com todo o respeito, cito o que a minha mãe me dizia muitas vezes: "os cães ladram e a caravana passa".
                            tenho é uma coisa a lastimar, o facto de que para a sociedade, uma parte dela, mentir, trair, roubar, manipular, usar e abusar, sejam parte da natureza humana e "normal", mas quando vêm alguém que simplesmente  ama, estranham, mesmo que essa pessoa  seja honesta, trabalhadora e dedicada.
                            isn't it ironic, don't you think?
                            fiquem bem fofinhos/as e lembrem-se  de que embora não possamos escolher o que os outros nos vão dizer ou fazer,, podemos  escolher como iremos reagir e no tipo de pessoas nos tornamos.
                            como alguém disse: "life may be unfair to us, but  we may still expect the best of ourselves, we owe it to the most important person,, the one and only we should, if any, try to impress, ourselves"
                            beijocas
                            frodo :up :-* :up

                              Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                              #14

                              Offline Magia

                              • *****
                              • Membro Ultra
                              • Género: Feminino
                              • É preciso luz... senão a escuridão não descansa!
                                • A minha galeria
                              n demorei mt tempo, foi facil.. aki mudaria o foi facil, nao a assumir, pk isso foi, mas sim o saber o nome!

                              ou seja, dd sp o fui e dd sp o soube, mas nao fazia a distinçao.. e voltei a nao fazer, eu acredito: nao ser hetero nem lgbt, mas apenas o k sou: eu, magia, uma pessoa!!
                              mas antes d xegar a esta brilhante (:P) conclusao inda custou tipo, ai meu deus, o k sou? les ou bi? e inda houve umas crizezitas d id, mas ag ta td benhe...

                              portanto, n demorou mt tempo, mas n foi facil....

                              eheh nao faço sentido nenhum, isto ja parece a defesa do chewbacca!!!
                                Podem fazer-me de tudo que eu perdoo, desde que não me mintam.

                                Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                                #15

                                Offline kalypigirl

                                • ****
                                • Membro Sénior
                                • Género: Feminino
                                • wazza!?
                                :curtain

                                magia, fazes muito sentido, acredita! :up
                                  An It Harme None, Do As Ye Will.

                                  "My mother always used to warn me about men but she didn't say anything about women.." - Tallulah Bankhead

                                  Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                                  #16

                                  Offline Magia

                                  • *****
                                  • Membro Ultra
                                  • Género: Feminino
                                  • É preciso luz... senão a escuridão não descansa!
                                    • A minha galeria
                                  eheh inda bem! :)  :devil :-*
                                    Podem fazer-me de tudo que eu perdoo, desde que não me mintam.

                                    Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                                    #17

                                    Offline cacao

                                    • *****
                                    • Associad@ Honorári@
                                    • Membro Vintage
                                    • Género: Feminino
                                    • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                                      • Mais sobre mim...
                                    Gostava de saber o que passaram alguns de recém-forenses... :P ::)
                                      Another one will bite the dust...

                                      "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                                      "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                                      Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                                      #18

                                      blue_shore

                                      • Visitante
                                      Não serei recém-forense, mas cá vai...

                                      Demorei algum tempo e depois qualquer-coisa-que-não-me-lembro.. a primeira opção, portanto.  :P

                                      Admitir mesmo para mim, pensar "Ok, gostas de mulheres." foi aos.. err... 17 quase 18. Hoje, sabendo o que sei e olhando para trás, vejo que serei daqueles casos em que se é homossexual desde sempre... sempre tive fraquinhos por raparigas... amigas de infantário, primária, básico.. e por aí fora.  :blush Ia avançando e havia sempre uma colega incrivelmente especial..

                                      Só comecei mesmo a desconfiar e a tentar racionalizar as coisas aos 12 ou 13 anos, quando umas amigas minhas me contaram, entre risos, que uma outra tinha dúvidas em relação à sua orientação sexual.. tinham visto isso no diário dela.. Achei tudo de muito mau gosto e dei comigo a pensar "Eu também talvez seja.. e agora? Já sei como será a reacção delas e não foi simpática..."

                                      A partir daí recalquei e racionalizava dentro do possível.. que era da adolescência.. todos os livros diziam que havia essa fase.. e a mim também havia de passar.

                                      Aos 16 anos comecei a dar-me muito com uma mulher mais velha... tínhamos uma amizade a atirar para o namoro, mas nenhuma lhe chamava isso e ainda reforçávamos a ideia de que era SÓ uma grande amizade.. até ao dia em que nos começámos a beijar.. mas também eram beijos de AMIGAS. Recomeçou a baralhação e as minhas tentativas de ignorar a coisa, arranjando desculpas nas quais já nem eu acreditava.

                                      Entretanto aos 17 recebi um mail de uma amiga minha a declarar-se...  ::) e, por incrível que pareça, só consegui admitir que gostava de mulheres quando li o mail dela... mas não foi assim tão fácil também.

                                      Passou por conversar com a suposta grande amiga, que entrou em pânico quando ouviu "lésbica" algures numa frase.. chamou-me aberração... entre outras coisas bonitas..  :-/  Entretanto estive mais de meio ano a antidepressivos e agora está tudo FINE!  ;D

                                      Agora só tenho uma dúvida... como é que aquela mulher, que tinha mais uns vinte anos que eu, terá conseguido enganar-se tanto tempo também.. gostava de saber qual a desculpa que arranjou para a amizade que teve comigo durante 2 anos... enfim... I wonder...  :-/

                                      That's all...

                                      P.S.: Ficaram de parte as perseguições a que fomos sujeitas durante esses 2 anos.  :inq

                                        Tiveste dificuldades em assumir-te para ti mes
                                        #19

                                        Offline cacao

                                        • *****
                                        • Associad@ Honorári@
                                        • Membro Vintage
                                        • Género: Feminino
                                        • "There´s no sin, but stupidity" Oscar Wilde
                                          • Mais sobre mim...
                                        Responder
                                        amigas de infantário, primária, básico.. e por aí fora.

                                        E eu pensava que tinha sido precoce com o querer ver a Helena Isabel nua :-X :P ;)
                                          Another one will bite the dust...

                                          "Se não houvesse nem mar nem amor, ninguém escreveria livros." -  Duras

                                          "A felicidade é o livre uso das nossas capacidades". - V. Woolf

                                           

                                          Tópicos relacionados

                                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                                          102 Respostas
                                          24969 Visualizações
                                          Última mensagem 23 de Agosto de 2007
                                          por *Butterfly*
                                          1 Respostas
                                          2729 Visualizações
                                          Última mensagem 27 de Fevereiro de 2010
                                          por τοRoyalSizeΚΞ
                                          16 Respostas
                                          3202 Visualizações
                                          Última mensagem 22 de Janeiro de 2019
                                          por Di HF
                                          Assumir-me para um amigo: sim ou não?

                                          Iniciado por Brooklyn Nights Apoio

                                          11 Respostas
                                          3047 Visualizações
                                          Última mensagem 4 de Novembro de 2014
                                          por Dééé
                                          3 Respostas
                                          1757 Visualizações
                                          Última mensagem 27 de Março de 2017
                                          por jribeiro