Fórum da rede ex aequo

Assuntos Gerais => Geral => Tópico iniciado por: bluejazz em 07.set.2007, 16:34:38

Título: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: bluejazz em 07.set.2007, 16:34:38
(http://img.photobucket.com/albums/v46/castanha76/tdti1.jpg)

http://tdti.juventude.gov.pt/
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: SapientiaeOpium em 08.set.2007, 13:59:24
Não tive oportunidade de ver ainda o cartaz na rua. Só outros de etnias e crenças diferentes. Mas está muito bom!
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Chrono em 08.set.2007, 14:01:58
Também ainda não a vi nas ruas... mas a campanha está muito boa...
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: SapientiaeOpium em 08.set.2007, 14:04:02
Penso que por uma razão ou outra há menos cartazes sobre a sexualidade. Muito mau se estiver correcto.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: People Have the Power em 08.set.2007, 14:32:46
Também tenho a mesma sensação que tu, que existem menos cartazes relativos à discriminação pela orientação sexual. Vejo muitos pela rua, sobre o racismo mas orientação não. Mas gosto da iniciativa, gosto dos cartazes, quero ver mais cartazes!
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: SapientiaeOpium em 08.set.2007, 14:51:43
Fizeste-me pensar numa coisa.
Sexualidade é só, neste caso, direccionada para orientação ou também para identidade?
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: People Have the Power em 08.set.2007, 14:57:14
Fizeste-me pensar numa coisa.
Sexualidade é só, neste caso, direccionada para orientação ou também para identidade?

explica-te melhor, não percebi o que querias dizer
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: SapientiaeOpium em 08.set.2007, 15:02:31
Sexualidade não é apenas orientação ou genital, correcto? No cartaz, sexualidade é limitada a esses significados ou é mais abrangente?
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Chrono em 08.set.2007, 15:08:05
Sexualidade não é apenas orientação ou genital, correcto? No cartaz, sexualidade é limitada a esses significados ou é mais abrangente?

se me permites meter-me... eu acredito que seja mais abrangente que isso e que o conceito pode, inclusive, aplicar-se para lá das questões sexuais... acho a mesnagem muito bem conseguida uma vez que, quando apenas vemos uma das caracteristicas da pessoa (neste caso a sua preferencia sexual... mas poderia ser, também, raça, condição social... tanta coisa) não estaremos a ver a verdadeira pessoa mas sim algo que ela representa ou algo com que se identifique!
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: SapientiaeOpium em 08.set.2007, 15:12:39
Claro. O que digo prende-se apenas com a visão.
Ver uma mulher vestida de homem ou um homem de mulher; encontrar uma mulher que é um homem ou um homem que é mulher; encontrar alguém que não quer qualquer relação ou alguém que quer mas afirma aversão a relações sexuais, tudo isto, entre outras coisas, serão partes da sexualidade e nem sempre invisíveis.
Como a People Have The Power se referiu apenas a orientação sexual cresceu o bichinho da dúvida.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Chrono em 08.set.2007, 15:26:56
Claro. O que digo prende-se apenas com a visão.
Ver uma mulher vestida de homem ou um homem de mulher; encontrar uma mulher que é um homem ou um homem que é mulher; encontrar alguém que não quer qualquer relação ou alguém que quer mas afirma aversão a relações sexuais, tudo isto, entre outras coisas, serão partes da sexualidade e nem sempre invisíveis.
Como a People Have The Power se referiu apenas a orientação sexual cresceu o bichinho da dúvida.

ha sim... visto da maneira que dizes compreendo a questão que colocaste!
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: bluejazz em 09.set.2007, 21:27:49
Já vi um exemplar do cartaz da sexualidade numa paragem de autocarro em Lisboa. Mas de facto não voltei a ver mais nenhum outro.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: nuven em 09.set.2007, 21:37:48
como ja foi referido, ja tinha visto varios outros cartazes sobre raças e etnia... este ainda nao... mas o cartaz está 5*... :)  ;)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: barthez em 09.set.2007, 21:38:18
AVISO

Devido a uma confusão minha entre as duas Campanhas anti-discrinimação (da AI e da UE) e à recolocação de posts nos dois tópicos sobre estas campanhas, desapareceram dois (ou mais) posts deste tópico. Como não me recordo quem os escreveu deixo aqui a nota para esse users. Se notarem que desapareceram as vossas respostas a este tópico, escrevam de novo por favor.

Desculpem a confusão.
Obrigado.

barthez
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Coubert em 09.set.2007, 23:43:30
eu já vi vários relacionados com a sexualidade e acho que está uma ideia muito interessante.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Solitária em 10.set.2007, 00:57:25
 :up
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Oxalá em 10.set.2007, 23:52:25
já está no MSN!

(http://i8.tinypic.com/4qnv495.jpg)

a parte negativa? só dizer isto:

"quando vês nacionalidade, raça ou credo, não vês a pessoa"

blah.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: SapientiaeOpium em 11.set.2007, 09:25:07
Exacto. Esse é o motivo por ter considerado a existência de poucos os cartazes: há pouco impacto quanto à sexualidade. Podia-se ter o conjunto «sexualidade» «raça» e «credo» se se queria um trio. Contudo, inevitável era ter muitos mais cartazes daquilo que se sabe que, hoje, é a maior discriminação, pelo menos no nosso país. Era essa a voz do impacto.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Thumbnail em 11.set.2007, 12:52:47
Acho que não havia mal nenhum em dizer 'sexualidade, nacionalidade, raça ou credo'. Não quebra ritmo, não é infiel à campanha (aplicável a esta e a outras) e incentiva ainda mais quem a lê!
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: blueboy em 13.set.2007, 14:29:26
Quanto a esta campanha, vi ontem na RTP 2 o programa consigo, um programa dedicado a pessoas com defeciências físicas, surdez, etc... E eles falaram sobre esta camapanha, obviamente que incidiram mais na parte da deficiencia, mas também falaram do resto, racismo, homofobia, etc... A minha dúvida, porque não estava com atenção é a seguinte: Estava lá a comentar um actor de telenovelas (julgo ser da TVI) que disse algo do género, "Esta campanha é muito importante  por que no nosso país ainda há discriminação, na minha opinião o racismo ainda é um problema grave, já a sexualidade fez-se muita coisa nos últimos anos, até de mais na minha opinião" Alguém viu o programa e pode confirmar esta opinião do jovem?
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: candy cane em 13.set.2007, 14:37:59
Estava lá a comentar um actor de telenovelas (julgo ser da TVI) que disse algo do género, "Esta campanha é muito importante  por que no nosso país ainda há discriminação, na minha opinião o racismo ainda é um problema grave, já a sexualidade fez-se muita coisa nos últimos anos, até de mais na minha opinião" Alguém viu o programa e pode confirmar esta opinião do jovem?

Disse mesmo isso?
Não compreendo a selecção que fazem dos convidados para alguns programas de televisão. Não é por serem actores conhecidos do público que estão aptos para falarem de alguns assuntos. Mas de qualquer modo parece-me chocante que alguém que é convidado a participar num programa sobre discriminação não vá informado sobre o tema e não pense duas vezes antes de dizer essas asneiras.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: bluejazz em 13.set.2007, 14:41:22
Com certeza não sabe que em Portugal a homofobia é percepcionada como a discriminação mais vigente e a seguir a contra a etnia cigana.

O recente Eurobarómetro, que pretendeu avaliar a percepção da discriminação nos vários países da União Europeia demonstra que em Portugal a discriminação com base na Orientação Sexual é a mais gritante: 67% das pessoas inquiridas afirma que esta discriminação é generalizada, pelo que é fundamental combatê-la sem hesitações. Aliás, a orientação sexual é a única das categorias enquadradas no Ano Europeu da Igualdade de oportunidades para Todos (AEIOT) que em Portugal ainda gera discriminação na própria lei.


http://www.igualdades2007.com.pt/preview_documentos.asp?r=270&m=PDF
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Thumbnail em 13.set.2007, 16:27:21
Estava lá a comentar um actor de telenovelas (julgo ser da TVI) que disse algo do género, "Esta campanha é muito importante  por que no nosso país ainda há discriminação, na minha opinião o racismo ainda é um problema grave, já a sexualidade fez-se muita coisa nos últimos anos, até de mais na minha opinião" Alguém viu o programa e pode confirmar esta opinião do jovem?

Disse mesmo isso?
Não compreendo a selecção que fazem dos convidados para alguns programas de televisão. Não é por serem actores conhecidos do público que estão aptos para falarem de alguns assuntos. Mas de qualquer modo parece-me chocante que alguém que é convidado a participar num programa sobre discriminação não vá informado sobre o tema e não pense duas vezes antes de dizer essas asneiras.

Nem mais! Chega a ser triste. Escrever uma cartinha para o programa ou mesmo apenas para a RTP2 a focar o sucedido nesse dito programa adiantaria alguma coisa? Penso que pelo menos poderia ser motivo para abrir olhos (sobretudo os dos directores do canal uma vez ser dos que mais ambiciona trabalho correcto e cultural!)!

Um à parte. Ontem a andar de bike, encontrei um cartaz da sexualidade. Está numa paragem em frente à escola onde andei há dois anos. Sinceramente fiquei comovido até porque aquela escola tem tendência a ter lá pessoas homo e bissexuais - não que outras não tenham mas esta é das que mais se evidencia, penso. Acho de facto óptima esta iniciativa precisamente pelo pouco que se tem conseguido quanto a esta discriminação!
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: bethesda em 17.jun.2008, 17:40:34
Boas tardes!!!!

Eu, a Sofhia e o Bacardi_boy estavamos a a tentar criar uma lista com os filmes e publicidades LGBTs criados em portugal.

Temos uma lista ainda muito reduzida, e gostariamos que se alguém se lembrar de alguns filmes, publicidades, video-clips, etc, realizados em portugal, que postasse aqui para melhorar a nossa lista =D


já temos o seguinte:

 - Filmes:
      Odete
      O Fantasma
      A Outra Margem


 - Videoclipes:
      The Gift - Driving You Slow

 - Publicidades:
      Contra a Homofobia: As senhoras idosas num jardim e comentam "Já viste isto? com este frio e de manga curta!"
      TMN: Um gajo mascarado de gaja entra numa escola privada para raparigas e beija a namorada mas no fim esta tira-lhe a cabeleira
      Suzuki Jimmy: uma família está a jantar e o filho diz que que gosta muito do jimmy e os pais ficam um pouco constrangidos, no final aparece o filho a guiar o novo Suzuki jimmy.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Extremos em 17.jun.2008, 22:05:12
Se estás a falar do carro é Suzuki Jimmy...
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Oxalá em 17.jun.2008, 23:54:49
sim, é suzuki jimmy.

MTV AIDS awareness (http://adsoftheworld.com/media/tv/mtv_aids_awareness_there_was_a_boy) foi feito em Portugal.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: bethesda em 18.jun.2008, 05:28:14
ahhhh, tkx!! eu e a sofhia nao nos lembravamos bem k marca d carro era =X andamos a procura na net, e como aparecem algumas referencias a jimmy e a toyota... XD


e o do mtv ta mt fixe, tkx ^^
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: so_fia em 19.jun.2008, 05:11:00
O filme "Rasganço" (filmado em Coimbra) tinha uma personagem feminina que aparecia com outras raparigas, a que era presidente da associação de estudantes  ;)

E ha outro filme portugues sobre a guerra colonial (que nao sei o nome!!...) em que um sargento ou alto cargo militar se apaixona por um soldado.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: sweet_poison em 19.jun.2008, 10:40:43
O nome desse filme é o "20,13 Purgatório" - Com o Angélico (ex Dzrt)


O filme está fixe.

Sweet_Poison
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: android em 19.jun.2008, 11:22:34
Ora bem, cinema português com a temática... hmmmm


Adão e Eva?  8-)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: bethesda em 19.jun.2008, 17:07:57
tkx, vamos peskisar isso ^^D
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Cátia. em 16.jul.2008, 22:58:46
Talvez este nao seja o melhor tópico para este post mas achei curioso um cartaz sobre a utilização de preservativo que vi no comboio :P

(http://i86.photobucket.com/albums/k119/catia_album/SP_A0266.jpg)


A qualidade é pessima, mas dá para ter uma ideia.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: David Erif em 17.jul.2008, 01:42:03
- Publicidades:
    TMN: Um gajo mascarado de gaja entra numa escola privada para raparigas e beija a namorada mas no fim esta tira-lhe a cabeleira

Mas... esse anúncio acaba por não ser LGBT :) Não retrata um casal lésbico, nem é correcto dizer que tem elementos T. É apenas a história de um rapaz que faz de tudo para ver a namorada.

Deve haver mais anúncios nacionais com alguns elementos lgbt mas de certeza não tão politicamente correctos como esses que apresentas. Só muito recentemente é que a imagem dos lgbt em anúncios esta a deixar de ser usada negativamente ou de forma esteriotipada, e isto num panorama global. Então em Portugal...
Dá tempo ao tempo.  :)

Videoclipes.... qualquer um do António Variações. De resto, assim de repente... je ne sais pas!!

Dos filmes, já devem ter sido todos mencionados.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: francesca em 23.mar.2009, 20:21:31
Hallo everybody, this is Francesca from Italy

:-)

I am desperately looking for a portuguese movie, and I don't remember the title, nor the director's name, nor the year it was shot. I hope you can help.

The movie is about ten years old,

and is about a politician, Catao, running for the elections of Lisbon major (I remember his name because it was often repeated as an electoral slogan in the movie). Catao is officially against homosexuality and the queer culture, but his girlfriend is actually a transgender (i seem to remember), and she's very close to many queers in town.

there are very poetic scenes of queers hit by Catao special corps against immorality, but at the end, during the celebrations of Saint Anthony's feast, Catao is revealed in all his hypocrisy

I hope you can help somehow!!!

:-)

thanks for any suggestion,

francesca!
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: asuka em 23.mar.2009, 21:10:38
Hi,

The name of the movie is the root of the Heart (A Raiz do Coração). The story is in the Lisbon, 2010. Catão is political, nationalistic with few scruples, Silvia is a young transvestite. The obsession with Catão by Silvia is increasing and this puts at risk his career to win. Search the Internet and found this.
Is what you want?

Kiss
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: David Erif em 24.mar.2009, 14:08:56
To be a little bit more precise, the internacional title is The Heart's Root

The imdb page is here - http://www.imdb.com/title/tt0189960/

Hope you find it  :)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Zão em 05.mai.2009, 22:50:13
A publicidade ao novo jornal diário «i», que se estreia nas bancas dia 7 de Maio, pode-se considerar LGBT.

jornal i (http://www.youtube.com/watch?v=j5oSPZ-B6ic#lq-lq2-hq)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: choice em 06.mai.2009, 16:24:24
Eu n vi o filme mas o filme portugues SEcond life n se enquadra? Com uma cena que só se falava nisso entre a Sandra cóias e outra actriz qq?
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Zão em 06.mai.2009, 18:53:57
Eu n vi o filme mas o filme portugues SEcond life n se enquadra? Com uma cena que só se falava nisso entre a Sandra cóias e outra actriz qq?

Sim, acho que pode. Também não vi o filme, mas contaram-me que há um beijo entre duas mulheres. Ao que parece muito efémero, mas há.  ;)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Cátia. em 06.mai.2009, 21:06:41
Eu n vi o filme mas o filme portugues SEcond life n se enquadra? Com uma cena que só se falava nisso entre a Sandra cóias e outra actriz qq?


Sim, acho que pode. Também não vi o filme, mas contaram-me que há um beijo entre duas mulheres. Ao que parece muito efémero, mas há.  ;)


Aqui (http://www.youtube.com/watch?v=Jgiks8gE4H4#lq-lq2-hq-vhq)  está o trailer, acho que ha beijo e mais qualquer coisinha ::)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: alexa87 em 06.mai.2009, 21:13:16
A minha opiniao acerca desse filme é k pior que o second life só um filme em com tela preta...para além de que a imagem que dá da homo/bi-sexualidade é a pior.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Cátia. em 06.mai.2009, 21:15:14
A minha opiniao acerca desse filme é k pior que o second life só um filme em com tela preta...para além de que a imagem que dá da homo/bi-sexualidade é a pior.

Nunca o vi e fui pesquisar o trailer agora por tarem a falar dele. A falta de interesse pelo filme manteve-se  :-X
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: gumby em 07.mai.2009, 15:19:20
A publicidade ao novo jornal diário «i», que se estreia nas bancas dia 7 de Maio, pode-se considerar LGBT.

jornal i ([url]http://www.youtube.com/watch?v=j5oSPZ-B6ic#lq-lq2-hq[/url])


Eu já tinha visto isto na TV, mas não tinha percebido que era do jornal, mas gostei bastante.  :)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Fetch! em 11.dez.2009, 01:45:25
Associação ILGA Portugal - Manga Curta

A Associação ILGA Portugal, a maior e mais antiga associação portuguesa de defesa dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros (LGBT), e a W/Portugal Publicidade lançaram em Janeiro de 2005 a primeira campanha publicitária portuguesa visando alertar a população para o preconceito homófobo e a discriminação de que ainda são alvo as pessoas LGBT.

http://www.youtube.com/watch?v=yRbI3tesoxs&feature=related

_________________________________________________________________________________________________________________________________________


Morrer Como Um Homem - um filme de João Pedro Rodrigues.

"Era uma vez uma guerra...
Numa noite escura, um soldado deserta.
Tonia, uma veterana do espectáculo de travesti lisboeta, vê desabar o mundo à sua volta. O seu estrelato é ameaçado pela concorrência das artistas mais novas.
Pressionada pelo seu jovem namorado Rosário a assumir a identidade feminina, submetendo-se a uma operação de mudança de sexo, Tonia luta contra as suas convicções religiosas mais profundas: se, por um lado, quer tornar-se a mulher que Rosário tanto deseja, por outro, acredita que perante Deus nunca poderá ser essa mulher. E o soldado desertor, o filho que ela tinha abandonado em criança, vem à sua procura.
Tonia descobre que está doente. Com o pretexto de visitar o irmão de Rosário, foge para o campo com o namorado. Perdem-se numa floresta encantada, um mundo mágico onde encontram a enigmática Maria Bakker e a sua amiga Paula.
E este encontro vai mudar as suas vidas."

http://www.youtube.com/watch?v=MRkAWFWDIWQ
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Kiko20 em 12.dez.2009, 05:15:05
Só conheço os que já foram referidos. Uma vez, há quase dez anos, vi uma curta-metragem portuguesa sobre um jovem de 20 anos que tinha um affair com um homem mais velho que era bissexual. Acordavam os dois juntos após uma noitada e terminava com um beijo entre os dois. Infelizmente, não me recordo do nome.

Podíamos também citar séries e novelas. Recordo-me que a série Riscos, que foi muito boa, e a série 20 Anos, tinham personagens homossexuais e abordavam o tema. Na série Riscos, que foi transmitida em 1997, se não me engano na data, havia uma abordagem mais aprofundada e muito bem feita da homossexualidade de um dos personagens principais, o Ulisses, que fugia em todos os aspectos ao estereótipo do gay bicha.

Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Symphonic em 15.dez.2009, 20:02:34
Só conheço os que já foram referidos. Uma vez, há quase dez anos, vi uma curta-metragem portuguesa sobre um jovem de 20 anos que tinha um affair com um homem mais velho que era bissexual. Acordavam os dois juntos após uma noitada e terminava com um beijo entre os dois. Infelizmente, não me recordo do nome.

Podíamos também citar séries e novelas. Recordo-me que a série Riscos, que foi muito boa, e a série 20 Anos, tinham personagens homossexuais e abordavam o tema. Na série Riscos, que foi transmitida em 1997, se não me engano na data, havia uma abordagem mais aprofundada e muito bem feita da homossexualidade de um dos personagens principais, o Ulisses, que fugia em todos os aspectos ao estereótipo do gay b****.



Também me lembro! Lembro-me que na altura aquilo me baralhava! lol
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Fetch! em 21.jan.2010, 00:22:47
Dois anúncios alertam para risco de infecção
Correio da Manhã On-line - 13 Janeiro 2010

Estado promove preservativo para casais gay

Um é para relacionamentos estáveis, outro para ocasionais. Tratam-se de dois anúncios que a Coordenação Nacional para a Infecção VIH/Sida vai lançar na próxima segunda-feira para promover o preservativo.

A campanha estará presente em televisões, nos cinemas e nos ATM e “visa a consciencialização do risco de infecção por VIH em todas as relações sexuais, independentemente da orientação sexual dos (as) parceiros (as) e das relações sexuais, estáveis ou ocasionais”, refere o Alto Comissariado da Saúde em comunicado.

“Esteja sempre prevenido” e “prevenção faz parte da rotina" são palavras-chave das mensagens da campanha que estará em exibição durante um mês.


http://videos.sapo.pt/6P1M8zf6eNzw1hO2rebm


http://videos.sapo.pt/7gNAMLIST5phfpeneBzV
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Danny^^ em 21.jan.2010, 00:52:03
www.umfuneralachuva.com (http://www.umfuneralachuva.com)

ainda n estreou, mas aborda a tematica lgbt
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: carolas em 27.jan.2010, 15:17:45
Vi ontem pela primeira vez esse 1º anuncio do uso do preservativo no cinema  :)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Alpha em 27.jan.2010, 17:30:45
Acho que também deviam haver "versões hetero" desses anúncios agora pelo simples facto de, só com estes dois, passar uma certa ideia de que é um doença restrita a homossexuais. É certo que grande parte da população sabe (espera-se) o suficiente sobre a doença, mas mesmo assim..
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: blueboy em 27.jan.2010, 19:20:54
Acho que também deviam haver "versões hetero" desses anúncios agora pelo simples facto de, só com estes dois, passar uma certa ideia de que é um doença restrita a homossexuais. É certo que grande parte da população sabe (espera-se) o suficiente sobre a doença, mas mesmo assim..

Pois, compreendo o teu ponto de vista. Devia haver uma campanha transversal e com a mesma forma para todo o tipo de casais ao mesmo tempo. Bem, mas esperemos que todos os anúncios dos últimos tempos (principalmente aqueles mais marcantes com figuras públicas, já tenham ajudado a desmistificar o facto de que todos estamos sujeitos ao HIV e a outras IST's. Vamos ter o optimismo de ver esta campanha como um alargamento dos esforços de proteger tod@s e não como mais uma forma de exclusão.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Fetch! em 10.fev.2010, 20:08:37
Unir e não fracturar - Nova campanha publicitária da ILGA Portugal executada pela Lowe
Fevereiro - 2010

A ILGA Portugal – Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero lança hoje a sua segunda campanha publicitária anti-homofobia a nível nacional, executada em regime pro bono pela Lowe.

No momento em que o Parlamento português aprova a igualdade no acesso ao casamento e coloca Portugal como um exemplo a seguir em termos mundiais na luta contra a discriminação, a campanha vem também marcar que é tempo de reconhecer que lésbicas e gays são mães e pais, filhas e filhos, irmãs e irmãos, vizinhas e vizinhos, amigas e amigos, familiares ou colegas - e que é tempo de deixar de dizer "eles" ou "elas" e de finalmente passarmos todas e todos a dizer "nós".

A campanha é composta por um spot de televisão (30’’) que começará a ser exibido hoje em vários canais, tendo ainda o apoio da SIC Esperança; cartazes de grande formato, com o apoio do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu e com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa na sua divulgação, que se estenderá subsequentemente a todo o país; e um anúncio para cinema e Internet (60”) que estará disponível online.

http://www.ilga-portugal.pt/noticias/campanha.htm (http://www.ilga-portugal.pt/noticias/campanha.htm)


(http://www.ilga-portugal.pt/campanha/mupi2010.jpg)


Spoiler (clica para mostrar/esconder)


Spot "family guy" da campanha da ILGA Portugal

http://www.youtube.com/watch?v=cIK3F8Vg4TA
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: carolas em 11.fev.2010, 00:56:01
Adorei a nova publicidade da ilga  :D
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: choice em 12.fev.2010, 11:24:12
Adorei a nova publicidade da ilga  :D

tb eu! já vi na rua!! :D
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: carolas em 12.fev.2010, 20:44:33
Estavamos a ver tv qd começa a dar a nova publicidade da ilga "unir nao fracturar", eu meto mais alto e digo pra minha mae ouvir pq é mt gira...no fim da publicidade a minha mae começa a ralhar a dizer que aquilo não tinha jeito nenhum e que era contra aquilo e nao sei quê, (se todas as pessoas tomassem a mesma atitude que ela mas em relaçao às guerras por exemplo, digo-vos já que o mundo era um lugar mt mais pacifico lol  )... depois passado pouco minutos tava se ela a ir embora da sala e começa a dar a publicidade gay dos preservativos, eu chamo-a e digo para ela ver aquela publicidade..no fim ela ainda ralha ainda mais e diz que devia ligar para a tv pq nao deviam passar publicidades daquelas, que aquilo nao tinha jeito nenhum...e eu sempre a rir com a atitude dela   lol
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Miguelinho em 16.fev.2010, 16:12:05
A dos preservativos adoro, gosto mais de ver a das relações estáveis, e até já vejo nos espaços publicitários das paragens de autocarro, da nova agora da ilga ainda não vi na tv nem na rua.
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Fetch! em 24.fev.2010, 13:00:12
Unir e não fracturar - Nova campanha publicitária da ILGA Portugal executada pela Lowe
Fevereiro - 2010

Spot "family guy" da campanha da ILGA Portugal

[url]http://www.youtube.com/watch?v=cIK3F8Vg4TA[/url]

ProntoS, já faltavam estes e a homofobia mal disfarçada.  [smiley=chicote.gif] Primeiro, várias vozes se levantarem contra o apoio da CML à campanha da ILGA porque supostamente tinha sido paga por dinheiros públicos, sendo ridículo e mentira uma vez que toda a campanha foi feita em regime pro bono pela Lowe. Agora, deu-lhes para isto;


PSD quer apurar condições de apoio camarário a campanha da ILGA
Lusa / SOL

O grupo do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa entregou hoje um requerimento de esclarecimento sobre as condições do apoio camarário a uma campanha da ILGA – Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero, questionando os motivos da participação autárquica

Segundo o documento, disponibilizado à Lusa, o objectivo é saber «com urgência» se o apoio foi decidido em reunião de câmara e qual o pelouro responsável e apurar quantos suportes de publicidade (mupis) foram cedidos, eventuais isenções de taxas de publicidade e que valor de taxas seria aplicável a uma campanha publicitária comercial em moldes idênticos.

Em causa estão cartazes que incluem o símbolo do município e mostram uma mulher e uma criança e a legenda 'Se a tua mãe fosse lésbica, mudava alguma coisa?'.

No entanto, para o presidente do grupo municipal do PSD, António Prôa, não basta apenas questionar os valores e as condições do apoio camarário, mas também a possibilidade de a iniciativa servir de «carta de intenção» para uma eventual tomada de posição do PS na Assembleia da República.

«O que mais nos preocupa é o que isto significa em termos de estarmos ou não a preparar o caminho para um próximo passo, que é a adopção por casais homossexuais», afirmou o responsável, para quem a campanha remete para a defesa deste direito «sob a pretensão de uma mensagem anti-homofobia».

«O Governo do PS tomou uma posição contrária à adopção por homossexuais e esta posição da câmara [de maioria socialista] deixa antever que, afinal, se calhar não é bem assim», sustentou.

No requerimento, o grupo do PSD refere que a câmara «patrocinou uma campanha que configura a defesa de um ato não permitido pela lei portuguesa» e relativo a um «tema fracturante da sociedade portuguesa».

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=163741 (http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=163741)


Como explicar?
Pedro Santana Lopes - Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

(...) devo dizer que o Grupo de Vereadores do PPD/PSD já tomou a posição de censurar o patrocínio da Câmara Municipal de Lisboa a essa campanha da Ilga sobre "...uma Mãe lésbica?". A questão é: porquê e para quê esse apoio? Querem ir para lá das leis que ainda nem o são, que, por enquanto, ainda nem saíram do Parlamento? Hipóteses de lei que, aliás, não contemplam, sequer, a adopção por pessoas do mesmo sexo... Diga - se que por recusa, também, do PS, ir por esse caminho. Que sentido faz, então, esse patrocínio? Nenhum!

http://pedrosantanalopes.blogspot.com/2010/02/como-explicar.html (http://pedrosantanalopes.blogspot.com/2010/02/como-explicar.html)

________________________________________________________________________________________________________________________________________


Post de Miguel Vale de Almeida no blog "OS Tempos Que Correm" sobre os casos;

Eu não sou homofóbico mas
Miguel Vale de Almeida - 23.February.2010

Santana Lopes está factualmente errado. A campanha não promove a adopção por casais do mesmo sexo. Podia fazê-lo, é claro, e isso até seria óptimo. Mas não o faz. O que faz é falar de realidades familiares que existem: pais e mães que são, ou descobrem ser, gays e lésbicas. Que Santana não o perceba (ou faça por não o perceber) é um sinal da ignorância que por aí grassa - a ideia de que a única coisa em causa é a possibilidade futura de casais do mesmo sexo adoptarem, quando já existem muitas famílias formadas à partida por casais do mesmo sexo. Os debates sobre a homoparentalidade não se limitam à adopção, mas envolvem também a procriação medicamente assistida e, talvez com mais urgência (por envolver crianças já existentes), a co-adopção - a possibilidade de @ parceir@ que não tem a parentalidade legal poder passar a tê-la também, algo que se aplica a famílias que existem, aqui e agora). E, claro, envolvem também a pedagogia em torno do coming out dos pais e mães aos filhos.

PS: opiniões como a de Santana são sempre comentadas pelos próprios com um post-scriptum: “A nossa posição não é homofóbica”. Right. Faz lembrar o “eu não sou racista mas”.

PPS: e tudo indica que o PSD quer fazer disto mais um “caso” de supostas misturas entre dinheiros públicos, associações, influências partidárias, etc, quando já tudo foi explicado e bem explicado pela Associação ILGA-Portugal.

http://blog.miguelvaledealmeida.net/?p=1163 (http://blog.miguelvaledealmeida.net/?p=1163)
Título: Re: Filmes, publicidade e campanhas LGBT portuguesas
Enviado por: Fetch! em 25.fev.2010, 15:30:54
Na continuação do post anterior;

Câmara de Lisboa cedeu mupis sem custo para campanha cívica da ILGA
por Agência Lusa, Publicado em 24 de Fevereiro de 2010   

O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa (PS), justificou hoje a cedência de mupis da autarquia à associação ILGA Portugal - Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero com o caráter cívico da campanha pela não discriminação dos homossexuais.

A questão foi levantada na reunião pública do executivo municipal pelo vereador social democrata Pedro Santana Lopes, que considerou que faltou "bom senso" a uma campanha que aparece "com o cunho da Câmara".

Os cartazes mostram uma mulher e uma criança e a legenda "Se a tua mãe fosse lésbica, mudava alguma coisa?".

"O que me fez impressão naquela campanha é o facto de ser dirigido às crianças", afirmou Santana Lopes, relacionando a campanha com o tema da adoção por parte de homossexuais, não prevista na lei que aprova o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, já adotada pelo Parlamento.

António Costa argumentou, contudo, que a campanha em causa "não tem nada a ver com a adoção" por parte de casais homossexuais. "Tem a ver com a não discriminação e chama a atenção para o facto de, independentemente da adoção, haver pais e mães homossexuais", disse.

"É uma campanha pela não discriminação, não me parece que suscite particulares questões", frisou o autarca.

António Costa explicou que as estruturas da autarquia para os mupis são usadas para "mensagens próprias do município", para promoção de actividades culturais, quer promovidas pela Câmara quer por outras entidades, e para "qualquer campanha de carácter social e cívico".

Foi neste âmbito que foram cedidas à ILGA, explicou, "sem custos" para a autarquia na campanha. "A contrapartida é a inclusão do símbolo do município [nos cartazes], sem custos. O município apenas disponibiliza o espaço", informou.

O grupo do PSD na Assembleia Municipal de Lisboa entregou na terça feira um requerimento questionando a Câmara sobre as condições do apoio camarário à campanha.

Para o presidente do grupo municipal social democrata, António Prôa, não basta apenas questionar os valores e as condições do apoio camarário, mas também a possibilidade de a iniciativa servir de "carta de intenção" para uma eventual tomada de posição do PS na Assembleia da República.

"O que mais nos preocupa é o que isto significa em termos de estarmos ou não a preparar o caminho para um próximo passo, que é a adoção por casais homossexuais", afirmou o responsável, para quem a campanha remete para a defesa deste direito "sob a pretensão de uma mensagem anti-homofobia".

http://www.ionline.pt/conteudo/48390-camara-lisboa-cedeu-mupis-sem-custo-campanha-civica-da-ilga (http://www.ionline.pt/conteudo/48390-camara-lisboa-cedeu-mupis-sem-custo-campanha-civica-da-ilga)

________________________________________________________________________________________________________________________________________

Post de Paulo Côrte-Real no blog "Jugular" referente às polémicas em torno da campanha da ILGA;

A realidade, agora a cores
Paulo Côrte-Real - 25 de Fevereiro de 2010

Depois desta notícia em que descobrimos também que o grupo do PSD na CML parece acreditar que é ilegal uma mãe ser lésbica ou um pai ser gay (o grupo do PSD pediu esclarecimentos e claramente precisa de ser esclarecido), António Costa vem explicar o que deveria ser evidente. 
 
1. A campanha da ILGA, executada pro bono pela Lowe, obteve o apoio na divulgação da SIC Esperança e da CML em Lisboa, através da cedência de um circuito de 40 mupis integrado na rede da CML que se destina a publicidade não comercial. O mesmo apoio aconteceu de resto em Janeiro 2005 com a campanha "Pelo direito à indiferença", na altura com um executivo camarário do PSD (liderado então por Carmona Rodrigues, pouco antes do regresso de Santana Lopes, após este ter cessado funções como Primeiro-Ministro). 
 
2. Para quem tem dificuldade em perceber, porque o preconceito frequentemente tolda o entendimento, e porque a ignorância também não ajuda à leitura, o objectivo da campanha é que cada pessoa seja capaz de pensar sobre si e sobre as pessoas que lhe são próximas e queridas e que perceba que lésbicas e gays são, espanto dos espantos, pessoas - com relações familiares e relações de afecto cujo fulcro se sobrepõe naturalmente à orientação sexual.
 
E claro que a campanha não é sobre adopção mas é também sobre parentalidade e sobre a irrelevância da orientação sexual para o seu exercício. Sim, há muitas mães lésbicas e pais gays em Portugal - só é preciso saber olhar à volta. Que isso "choque" quem quer que seja só prova aliás a necessidade da campanha. Em todo o caso, não deixa de ser impressionante a obsessão com a adopção (e aqui pelos vistos por parte de quem nem sequer percebeu que existe adopção singular em Portugal) sempre que se faz uma alusão a qualquer tema relacionado com parentalidade. É que há muitos outros.

Mas é evidente que o "direito à indiferença" é o objectivo último nesta campanha também. Ao questionar-se, cada pessoa poderá perceber que a orientação sexual é só mais uma característica que não deveria justificar um piscar de olhos. Mas porque estamos longe dessa indiferença, como temos vindo a ver repetidamente, é fundamental haver muito trabalho de luta contra a discriminação. E é fundamental que os poderes públicos participem nessa luta, que está longe do fim. É isso, de resto, que a CML tem vindo a fazer em diversas iniciativas ao longo de mais de uma década, sob diferentes gestões.
 
Vale a pena lembrar que o mote com que a ILGA lançou esta campanha foi "Unir e não fracturar", que poderia ser uma boa descrição da luta mais abrangente contra a discriminação. E vale a pena também lembrar que a discriminação é considerada um desvalor pela nossa Constituição - nomeadamente a que acontece com base na orientação sexual, de acordo com a redacção actual aprovada com a unanimidade dos partidos com representação parlamentar. O objectivo do PSD quer na AR quer na CML já foi também o desta campanha, portanto.

Parece que entretanto este PSD optou por incentivar a fractura - para além deste pedido de esclarecimento, basta ver que Pacheco Pereira inclui com orgulho fotos de neonazis no seu blog ou que Marcelo Rebelo de Sousa foi cantar o "We are family" para a Av. da Liberdade. Mas se algum PSD procura agora incentivar posições extremistas e de um populismo tosco que, tal como no passado, se revelarão certamente contraproducentes, esse aparente retrocesso civilizacional não consegue impedir o progresso no país - nem consegue impedir a realidade, agora a cores.

http://jugular.blogs.sapo.pt/1622331.html (http://jugular.blogs.sapo.pt/1622331.html)