rede ex aequo

Olá Visitante16.abr.2021, 11:09:50

Autor Tópico: Quando somos vítimas de violência  (Lida 3556 vezes)

 
Quando somos vítimas de violência
#0

Queen_Lita

  • Visitante

 Bem pessoal... antes de mais, Boa Noite!

 Não sei se existe aqui algum tópico que fale sobre este assunto em particular, mas como procurei( aliás, é o que faço sempre que crio algo) e não encontrei, decidi chamar a vossa atenção para um assunto muito grave: A violência (física e verbal) na vossa própria família.

 Nem todos neste forum sabem o que se passa comigo. Bem, quem "apanhou" por aí alguns posts meus, percebe do que falo. Outras pessoas minhas amigas, também o sabem. Desde já um muito obrigado a essas pessoas. Não refiro nomes, pois seria injusto se me esquecesse de algum.  :-X

 A minha mãe bate-me. Pois, é isso. Não é uma palmada que eu mereça. Não. Eu sou enxovalhada, humilhada, por assim dizer. Custa-me falar sobre isto. Não sei se vou conseguir fazer um resumo do que se tem passado ao longo destes meus 15 anos de vida cá por casa, mas refiro-vos algumas palavras: Vassoura, sapato, murros, pontapés e ofensas verbais demasiado duras(p---,pêga,vaca...etc...etc...)

 Acho que dá para entender.


 Mas queria saber as vossas opiniões.

 Que fariam voces na minha situação? Já alguem por aqui passou pelo mesmo? Se sim, o que fez? A quem se dirigiram? 

 Que fazer nestes casos? Que me pode acontecer por apresentar queixa, por exemplo?

 Peço desculpa por tanta pergunta, mas sempre que tento alguma ajuda, acabo por levar mais em cima! Não sou a unica a quem isto acontece, eu sei...por isso mesmo gostava de saber como funciona a LEI neste caso... :-\


 Beijos e comentem sff

    Quando somos vítimas de violência
    #1

    canita

    • Visitante
    nos morangos com açúcar falou-se nisso há pouco tempo. axo que basta ligares pa polícia...mas deves faze-lo! penso que têm um programa de protecção a menores...oh minha ídola...eu nao fazia ideia do que se passa ctg!! :'( :'(

    tens todo o meu apoio coraçao,a serio!

      Quando somos vítimas de violência
      #2

      Queen_Lita

      • Visitante
      nos morangos com açúcar falou-se nisso há pouco tempo. axo que basta ligares pa polícia...mas deves faze-lo! penso que têm um programa de protecção a menores...oh minha ídola...eu nao fazia ideia do que se passa ctg!! :'( :'(

      tens todo o meu apoio coraçao,a serio!



      óh,eu n ando para ai a gritar aos 7 ventos o que me acontece. olha,ainda tive de pensar muito antes de ter a certeza de abrir este mesmo tópico.

       Obrigada nha ídola... :-* :-*   mas se eu ligo para a policia...perco tanta coisa!  :-\  :(

        Quando somos vítimas de violência
        #3

        clandestino

        • Visitante
        Antes de mais parabéns pela coragem de expores o teu caso no forum. É também sinal que precisas de ajuda. Vou-te responder dando apenas a minha opinião... :)
        Bem, cada caso é um caso e só tu sabes a realidade do teu, não é verdade?
        No meu entender um pai que agride um filho, quer seja de forma física ou verbal, não pode ser chamado de pai. Muito menos quando os filhos não merecem e não têm culpa deste tratamento. Isso pode prejudicar em muito o desenvolvimento da criança (ou adolescente) como pessoa... para além, claro, da dôr que é ser mal tratado por um progenitor seu. Sinceramente, acho que deves recorrer às "leis" se vires que não aguentas mais e que o que se está a passar pode-se agravar. Se não, tenta resolver da melhor forma este teu problema. Pedindo ajuda a algum vizinho, familiar, psicologo que conheças... alguém simplesmente. Às vezes as coisas podem ser resolvidas "a bem", outras vezes nem por isso. Já agora, e se não é muita indescrição... sabes o porquê dessas atitutes da tua mãe? Se foi por algo que tenhas feito... ou se essa agressividade toda é apenas dada gratuitamente?

        Espero que corra tudo da melhor forma... e força. Se precisares de algo, é só escrever no fórum.  :) Um abraço.

          Quando somos vítimas de violência
          #4

          Offline Wanted

          • *****
          • Membro Elite
          • Género: Feminino
          • dont become a monster,in order to defeat a monster

           Bem pessoal... antes de mais, Boa Noite!

           Não sei se existe aqui algum tópico que fale sobre este assunto em particular, mas como procurei( aliás, é o que faço sempre que crio algo) e não encontrei, decidi chamar a vossa atenção para um assunto muito grave: A violência (física e verbal) na vossa própria família.

           Nem todos neste forum sabem o que se passa comigo. Bem, quem "apanhou" por aí alguns posts meus, percebe do que falo. Outras pessoas minhas amigas, também o sabem. Desde já um muito obrigado a essas pessoas. Não refiro nomes, pois seria injusto se me esquecesse de algum.  :-X

           A minha mãe bate-me. Pois, é isso. Não é uma palmada que eu mereça. Não. Eu sou enxovalhada, humilhada, por assim dizer. Custa-me falar sobre isto. Não sei se vou conseguir fazer um resumo do que se tem passado ao longo destes meus 15 anos de vida cá por casa, mas refiro-vos algumas palavras: Vassoura, sapato, murros, pontapés e ofensas verbais demasiado duras(p---,pêga,vaca...etc...etc...)

           Acho que dá para entender.


           Mas queria saber as vossas opiniões.

           Que fariam voces na minha situação? Já alguem por aqui passou pelo mesmo? Se sim, o que fez? A quem se dirigiram? 

           Que fazer nestes casos? Que me pode acontecer por apresentar queixa, por exemplo?

           Peço desculpa por tanta pergunta, mas sempre que tento alguma ajuda, acabo por levar mais em cima! Não sou a unica a quem isto acontece, eu sei...por isso mesmo gostava de saber como funciona a LEI neste caso... :-\


           Beijos e comentem sff

          olá linda !! olha conheço-te a mt pouco tempo !! mas admiro a coragem k tives-t para partilhar connosco aki o que te incomoda !!Eu axu k devias procurar ajuda de um familiar proximo teu ...aluém em kem possas confiar!!! sao situações delicadas, e tenhu orgulho em saber a pessoas k és, mxm enfrentando este tipo de problemas !!
          O meu ombro e amizade estao contigo linda... :-*
            "...as grandes ideias surgem da observação dos pequenos pormenores."

            Quando somos vítimas de violência
            #5

            Queen_Lita

            • Visitante
            Antes de mais parabéns pela coragem de expores o teu caso no forum. É também sinal que precisas de ajuda. Vou-te responder dando apenas a minha opinião... :)
            Bem, cada caso é um caso e só tu sabes a realidade do teu, não é verdade?
            No meu entender um pai que agride um filho, quer seja de forma física ou verbal, não pode ser chamado de pai. Muito menos quando os filhos não merecem e não têm culpa deste tratamento. Isso pode prejudicar em muito o desenvolvimento da criança (ou adolescente) como pessoa... para além, claro, da dôr que é ser mal tratado por um progenitor seu. Sinceramente, acho que deves recorrer às "leis" se vires que não aguentas mais e que o que se está a passar pode-se agravar. Se não, tenta resolver da melhor forma este teu problema. Pedindo ajuda a algum vizinho, familiar, psicologo que conheças... alguém simplesmente. Às vezes as coisas podem ser resolvidas "a bem", outras vezes nem por isso. Já agora, e se não é muita indescrição... sabes o porquê dessas atitutes da tua mãe? Se foi por algo que tenhas feito... ou se essa agressividade toda é apenas dada gratuitamente?

            Espero que corra tudo da melhor forma... e força. Se precisares de algo, é só escrever no fórum.  :) Um abraço.

            Antes de começar, quero agradecer-te por expores a tua preocupação por este caso.  :-*

            Bem,respondendo-te à pergunta... Não, não sei. Desde que me lembro, que assim é. Se fiz algo quando era mais nova, sinceramente não sei o que foi. Ela está de mau-humor e agride-me. É raro quando está bem-disposta. E quando está, 5 min voltou ao seu "estado normal" se é que me entendem.  Já tentei falar com a minha directora de turma e o resultado foi o seguinte: cheguei a casa e ela estava a fazer-me "espera".  Andei em psicologos, porque os meus resultados na escola eram péssimos(apesar de eu ser aluna para altas notas) e não ajudaram em nada!  :'(

            Mas muito obrigada pela preocupação! É bom saber que há sempre alguém que se preocupa...  :-* :-*




            olá linda !! olha conheço-te a mt pouco tempo !! mas admiro a coragem k tives-t para partilhar connosco aki o que te incomoda !!Eu axu k devias procurar ajuda de um familiar proximo teu ...aluém em kem possas confiar!!! sao situações delicadas, e tenhu orgulho em saber a pessoas k és, mxm enfrentando este tipo de problemas !!
            O meu ombro e amizade estao contigo linda... :-*


             Oie chatinha  ;) ... Obrigada, sei que sim.  Já tentei procurar ajuda, acredita. Mas acabo por ficar sempre pior. Tenho medo Rita...muito medo!  :'( :'(  Mas obrigada por tudo.. :-* :-* :-* :-*

              Quando somos vítimas de violência
              #6

              Offline Chuva de Verão

              • ***
              • Membro Total
              • Género: Feminino
                • Caminho de papel
              Olá Queen_Lita

              Realmente, pelos teus posts, já tinha percebido que havia algo na tua vida que era uma tristeza constante...
              Agora com esse post corajoso deste-me a confirmação  :-\

              Não sei bem que te diga... Bem sei que por vezes as palavras não nos dão muito conforto, por melhores que sejam as intenções. Eu pessoalmente também já tive muitos problemas no passado, mas os meus eram essencialmente problemas de violência psicológica. O teu caso parece bem "pior" (Se é que podemos fazer esse tipo de comparações em situações muito diferentes, mas pronto, percebes a ideia). Como já disseram por aí, só tu mesma é que tens a noção da situação, a conheces intimamente e podes tecer algum juizo de valor sobre ela, no entanto, há certas coisas que acho "universais", e uma delas é que ninguém merece ser maltratado, especialmente sem razão!  >:(
              Sei bem como dói sermos maltratados no sitio que supostamente é o nosso lar, o nosso porto de abrigo, mas sei também que não podemos cruzar os braços e desistir. É muito complicado, a Vida é complicada, mas há sempre algo que possamos fazer. Não conheço bem a situação, por isso não me vou pôr aqui a dar palpites, mas concerteza haverá alguém que conheça melhor a situação, alguém em quem confies e que te poderá ajudar. De qualquer modo, já deram aqui algumas ideias em que pensares, como falares com a polícia, e com amigos ou familiares que te possam apoiar.

              Qualquer coisa estou ao dispôr :)

              E coragem!  :)
                Mordidela de Vampiro:  http://world7.monstersgame.com.pt/?ac=vid&vid=55143171

                Chocolate não engorda, quem engorda é você

                Quando somos vítimas de violência
                #7

                Offline BunnyBoops

                • *****
                • Membro Ultra
                • Género: Masculino
                Não sabemos para onde nos virar, é muito bonito quando nos dizem pra telefonar para a policia mas quando somos pequenos, isso nao nos ocorre... más memorias...

                Fuiiiiiiiiiiiiii
                  Não fiques atrás... mostra o que sentes!

                  Quando somos vítimas de violência
                  #8

                  helder

                  • Visitante
                  Pensa que no futuro te vais ver livre dela....tenta ser forte.....

                    Quando somos vítimas de violência
                    #9

                    Loser4ever

                    • Visitante
                    sou mas de psicologica pelos meus avos e pai (quando estou com ele) e o meu avo batia na minha mae ja houve um natal em que o meu avo bateu na minha mae desde ai nunca + nos juntamos...

                      Quando somos vítimas de violência
                      #10

                      zebra

                      • Visitante
                      A minha mãe atravessou certo tipo de problemas quando tinha eu a tua idade.

                      Mas ultrapassou-os. E apesar do mau feitio dela, e de algumas das cenas que vivi enquanto ela atravessou essa fase fossem muito más, ela nunca por nunca levantou a mão para mim, embora a violência psicológica fosse horrível e me tenha deixado... algumas marcas. E, para todos os efeitos, sei que ela me ama (não, não o digo por dizer. Ela tem dado provas do quanto...)

                      O que tu descreves parece-me muito pior. Muito muito pior.

                      Quando a minha mãe bebia eu também ansiava por poder sair de casa e esperar que aquilo acalmasse... e eventualmente parou. Mas o que tu descreves são situações em que a tua integridade física está comprometida, e, não te querendo assustar, se algum dia a situação escalar, alguém pode sair MUITO mais magoado, fisicamente, do que já está a sair agora.

                      Eu acho que isto é situação para tentares entrar em contacto com a Polícia ou a APAV... não sei que instituição é mais adequada perante este tipo de cenário, ou se existirão outras. Umas palmadinhas nas costas ou palavras de conforto não bastam neste cenário.

                      Primeiro acho que deves começar pela tua família, SE houver alguém que REALMENTE te possa ajudar. Depois seria a APAV, e só no fim a polícia.

                      É que ires à Polícia pode resultar no eles irem entregar-te de volta à casa, à tua mãe... ela desacreditar-te perante as autoridades e tu levares uma sova ou pior. Não é como se as autoridades policiais neste país sejam muito eficientes (para não dizer nada mesmo). Se calhar a APAV seria um bom príncipio, a menos que alguém com mais conhecimentos te sugira algo melhor.

                      Tens todo o meu apoio para o que fôr necessário.
                      « Última modificação: 19 de Fevereiro de 2009 por Zeeba »

                        Quando somos vítimas de violência
                        #11

                        Diotima

                        • Visitante
                        Eu acho que fui um bocadinho vítima de violência na minha infância... Não podia sentir porque se sentisse era má. Isso destrói-nos por dentro. Ficamos confus@s e aos poucos deixamos mesmo de sentir. E sentimos carências tão profundas que ficamos muito vulneráveis. Já não sei o que foi violência e o que foi a doença que fez. Mas hoje vivo com os meus pais e em parte tudo passou. Mas deixou sequelas.

                           

                          Tópicos relacionados

                            Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
                          80 Respostas
                          21896 Visualizações
                          Última mensagem 1 de Novembro de 2015
                          por Su
                          11 Respostas
                          2456 Visualizações
                          Última mensagem 29 de Setembro de 2013
                          por V24
                          18 Respostas
                          2675 Visualizações
                          Última mensagem 1 de Outubro de 2013
                          por V24
                          9 Respostas
                          1447 Visualizações
                          Última mensagem 5 de Abril de 2015
                          por filis88
                          10 Respostas
                          2069 Visualizações
                          Última mensagem 9 de Julho de 2015
                          por searching_the_love