rede ex aequo

Olá Visitante18.dez.2017, 05:13:24

Autor Tópico: Palavras para familiares  (Lida 5189 vezes)

 
Palavras para familiares
#0

Offline iroxy

  • *
  • Novo Membro
as pexoas muitas das vezes n xabem dar valor ao pouco k tem eu n tenho complexos pois n xou perfeita cada um tem os xeus projectos, objectivos, e modo de viver a vida e eu gosto d viver a vida ao maximo e kem gostar de mim axim ta no meu coraxao e a minha pima vai tar xempre pork nos compreendemos mutuamente adorote pima anti-homophobia a/d continua a ser kem tu es xatinha linda.


Palavras para familiares
#1

Offline btographer

  • ****
  • Membro Sénior
  • Sexo: Masculino
  • What we have is NOW n right now WE HAVE EACH OTHER
Se chamarmos família à pessoas que nos rodeiam e nos querem bem, sem que sejam fruto de consanguinidade ou afinidade... estamos a incorrer num erro? Pois espero que não... porque, infelizmente, a minha família consanguínea está longe de mim... não fisicamente, mas na forma de agir, pensar, no respeito, nas concepções sobre o mundo e a vida e a própria sociedade. A falta de respeito pela diferença faz-me afastar-me deles... ou melhor eles afastarem-se de mim...

Considero família o meu namorado... ele sim é a minha família! Respeita-me, confia em mim... apoia-me! Dá-me valor... sabe que sou o que sou... e ama-me por isso!

Por isso para a minha nova família... agradeço-te por tudo o que me dás... pela força, pelo respeito, carinho, compreensão e muito mais que me levaria muito tempo a dizer!

Obrigado

Palavras para familiares
#2

Offline carolinalg

  • *****
  • Moderação Geral
  • Membro Elite
  • Sexo: Feminino
  • call it Magic... call it true...
Faz-me tão feliz, ver que vocês cada vez se dão melhor com a minha pipoquinha.  :blush ::) :D
- carolinalg -

Palavras para familiares
#3

Offline Boo

  • *****
  • Membro Elite
  • Sexo: Masculino
    • Hello, I'm Boo! (:
Obrigado! Não podia ter uma família melhor :) :heart

Palavras para familiares
#4

Offline caires

  • *****
  • núcleo lgbti funchal
  • Membro Elite
  • Sexo: Masculino
  • coordenador núcleo lgbti funchal | direção rea
    • núcleo lgbti funchal
Às vezes gostava de poder falar mais abertamente sobre estes assuntos com a minha mãe. De facto sinto uma barreira e isto antes não existia. Tenho medo de ter sido eu o provocador desta barreira. :/

Palavras para familiares
#5

bothersome

  • Visitante
Mensagem: Pensem 2 vezes antes de ter filhos!

Palavras para familiares
#6

Offline rmiranda

  • *
  • Novo Membro
  • Sexo: Masculino
  • Debaixo do castanheiro
Obrigado à minha querida família por ainda viverem na idade da pedra. Obrigado pela "homossexualidade é doença". Obrigado pelos ataques velados que tenho quando não vejo interesse em ter uma namorada. Obrigado pelo uso indiscriminado de palavras ofensivas.

E obrigado à minha querida mãe por me ter chamado nomes quando invade a minha privacidade e lê mensagens que tenho com um amigo e desata a chorar, diz que "tem nojo" como se o problema fosse dela e o foco do problema fosse só dela.

Palavras para familiares
#7

Offline mfpsantos

  • **
  • Membro Júnior
  • Sexo: Feminino
Obrigado à minha querida família por ainda viverem na idade da pedra. Obrigado pela "homossexualidade é doença". Obrigado pelos ataques velados que tenho quando não vejo interesse em ter uma namorada. Obrigado pelo uso indiscriminado de palavras ofensivas.

E obrigado à minha querida mãe por me ter chamado nomes quando invade a minha privacidade e lê mensagens que tenho com um amigo e desata a chorar, diz que "tem nojo" como se o problema fosse dela e o foco do problema fosse só dela.

Sinto-me tal e qual como tu...
Leio aqui comentários de gente a louvar a família e penso "porque é que a minha é da idade da pedra?".
Um dia de cada vez, é um longo caminho. É sem dúvida stressante e tem alturas em que ficamos completamente arrasados, exaustos mesmo... Mas tentar levar as coisas com alguma calma, porque há coisas que não podemos controlar e esta é uma delas.
Marta Santos

Palavras para familiares
#8

Offline carolinalg

  • *****
  • Moderação Geral
  • Membro Elite
  • Sexo: Feminino
  • call it Magic... call it true...
Obrigado à minha querida família por ainda viverem na idade da pedra. Obrigado pela "homossexualidade é doença". Obrigado pelos ataques velados que tenho quando não vejo interesse em ter uma namorada. Obrigado pelo uso indiscriminado de palavras ofensivas.

E obrigado à minha querida mãe por me ter chamado nomes quando invade a minha privacidade e lê mensagens que tenho com um amigo e desata a chorar, diz que "tem nojo" como se o problema fosse dela e o foco do problema fosse só dela.

Sinto-me tal e qual como tu...
Leio aqui comentários de gente a louvar a família e penso "porque é que a minha é da idade da pedra?".
Um dia de cada vez, é um longo caminho. É sem dúvida stressante e tem alturas em que ficamos completamente arrasados, exaustos mesmo... Mas tentar levar as coisas com alguma calma, porque há coisas que não podemos controlar e esta é uma delas.

As coisas nem sempre são fáceis. Dou-te o meu testemunho. Tive de virar a minha mãe toda por dentro, e levou meses até que ela percebesse que eu não ia mudar para lhe satisfazer os caprichos.... continuava e continuo a ser a sua filhota. Simplesmente agora ela sabe mesmo tudo sobre mim, e pode orgulhar-se disso. Conhece-me como a palma da sua mão. E eu amo-a muito. :)
Tens de ter força. Leva tempo... muito tempo, por vezes. Não desistas!
- carolinalg -

Palavras para familiares
#9

Offline mfpsantos

  • **
  • Membro Júnior
  • Sexo: Feminino
Obrigado à minha querida família por ainda viverem na idade da pedra. Obrigado pela "homossexualidade é doença". Obrigado pelos ataques velados que tenho quando não vejo interesse em ter uma namorada. Obrigado pelo uso indiscriminado de palavras ofensivas.

E obrigado à minha querida mãe por me ter chamado nomes quando invade a minha privacidade e lê mensagens que tenho com um amigo e desata a chorar, diz que "tem nojo" como se o problema fosse dela e o foco do problema fosse só dela.

Sinto-me tal e qual como tu...
Leio aqui comentários de gente a louvar a família e penso "porque é que a minha é da idade da pedra?".
Um dia de cada vez, é um longo caminho. É sem dúvida stressante e tem alturas em que ficamos completamente arrasados, exaustos mesmo... Mas tentar levar as coisas com alguma calma, porque há coisas que não podemos controlar e esta é uma delas.


Falando por mim, eu não sei como virar a minha mãe por dentro… acho que não consigo chegar até ela de nenhuma forma nesse aspecto, tente que forma tente nada parece resultar.
Ela é a minha maior opressora e agressora nesse sentido (agora não físico, mas continua verbal). É como se ela fosse o meu maior obstáculo e a minha maior dor, talvez por considerar que ela seria a pessoa que mais me ia apoiar.
A minha mãe sabe sobre a minha orientação talvez á uns 5 anos e continua igual, apenas não me bate mais que foi a única coisa que mudou e deixa-me ir onde quer que eu queira ir porque sabe que eu irei à mesma; as coisas não foram nada fáceis desde o inicio, porque também lhe menti quando me perguntou se era quando eu andava confusa e também porque a minha mãe tem uma necessidade exagerada de procurar, vasculhar, forçar quase para ter alguma coisa que apontar a alguém (não é só comigo, mas com o meu pai e a minha avó por exemplo); depois de ela saber por exemplo, essas inspecções são mais frequentes, constantemente à procura de algo que me possam ter dado ou que eu possa dar a alguém. Ainda recentemente encontrei um livro e um caderno que tinha comprado para oferecer à minha ex.
Acho que ela já percebeu que não vou mudar para a satisfazer, porém sinto que ela me vê “menos digna”.

Mas lá está: nada posso fazer, só tenho de esperar. Pode ser que ela algum dia entenda... Até lá é viver um dia de cada vez, mesmo sabendo que não é fácil e que às vezes o saco vai encher. Há dias exaustivos mesmo... mas à algumas abertas em outros. É ir aproveitando os bons momentos e ter resistência/paciência/controlo/serenidade/calma e um monte de outras coisas nos outros.
É uma prova de fogo, mas sou bombeira e por isso... Que venha essa prova que eu irei supera-la!
Marta Santos

Palavras para familiares
#10

Offline João Ribeiro

  • *
  • Novo Membro
  • Sexo: Masculino
  • Não resisto a ohms!
Sinto-me tal e qual como tu...
Leio aqui comentários de gente a louvar a família e penso "porque é que a minha é da idade da pedra?".
Um dia de cada vez, é um longo caminho. É sem dúvida stressante e tem alturas em que ficamos completamente arrasados, exaustos mesmo... Mas tentar levar as coisas com alguma calma, porque há coisas que não podemos controlar e esta é uma delas.

Quando eu leio estas coisas fico bastante abalado... Posso dizer que tive sorte com a mãe que me trouxe ao mundo, a qual aceita e apoia a minha homossexualidade, mas penso que de certa forma só me consegui abrir mais com ela depois de ela se ter divorciado do meu pai.

A posição dele relativamente à homossexualidade é muito tempestuosa e apesar de ele não ter a certeza que sou gay, isto ainda é um dos assuntos em que divergimos muito de opiniões abertamente um com o outro. Ele pode não saber que sou gay, mas eu educo-o logo após ele fazer certos comentários homofóbicos porque pelo menos uma coisa sobre isto ele sabe, e isso é que eu não tolero esse nível de descriminação infundada, bem como toda a descriminação em geral.

Palavras para familiares
#11

Offline mfpsantos

  • **
  • Membro Júnior
  • Sexo: Feminino
Sinto-me tal e qual como tu...
Leio aqui comentários de gente a louvar a família e penso "porque é que a minha é da idade da pedra?".
Um dia de cada vez, é um longo caminho. É sem dúvida stressante e tem alturas em que ficamos completamente arrasados, exaustos mesmo... Mas tentar levar as coisas com alguma calma, porque há coisas que não podemos controlar e esta é uma delas.

Quando eu leio estas coisas fico bastante abalado... Posso dizer que tive sorte com a mãe que me trouxe ao mundo, a qual aceita e apoia a minha homossexualidade, mas penso que de certa forma só me consegui abrir mais com ela depois de ela se ter divorciado do meu pai.

A posição dele relativamente à homossexualidade é muito tempestuosa e apesar de ele não ter a certeza que sou gay, isto ainda é um dos assuntos em que divergimos muito de opiniões abertamente um com o outro. Ele pode não saber que sou gay, mas eu educo-o logo após ele fazer certos comentários homofóbicos porque pelo menos uma coisa sobre isto ele sabe, e isso é que eu não tolero esse nível de descriminação infundada, bem como toda a descriminação em geral.


Acho que essas coisas são mesmo questões “sorte” ou “azar” na família que temos, é um acaso que não conseguimos controlar.
Eu fico feliz, mesmo, quando alguém tem esse apoio dos parentes/familiares mais próximos, mas claro que lamento que não possa contar para essa estatística. Já me aconteceu estar mais confortável em casa de alguma ex minha do que em minha própria casa – se eu trouxesse cá alguém, não saiamos daqui vivas.

No teu caso, pelo menos tens essa abertura com a tua mãe o que é muito positivo, mas é difícil “educar” alguém nesse sentido, porque as pessoas pensam por si próprias.
No meu caso, os meus pais sempre foram muito mente aberta, inclusivamente em relação à homossexualidade, porém quando descobriram sobre mim a coisa mudou, sobretudo a minha mãe. Tornou-se homofóbica, quando sempre foi bastante mente aberta em relação ao tema. Já o meu pai era um bocadinho homofóbico devido a vários homens terem-se feito a ele de uma maneira promiscua, mas comigo é sem problemas, porém ele também não mostra isso à minha mãe, não estando para abrir uma guerra com ela. O que me deixa naturalmente triste, porque se ele não vê problema poderia ajudar a minha mãe nesse processo, o que acaba por não fazer e mostrar-se “isento”.
Marta Santos

Palavras para familiares
#12

Offline João Ribeiro

  • *
  • Novo Membro
  • Sexo: Masculino
  • Não resisto a ohms!
Compreendo... Isso é um pouco como aqueles pais que dizem que aceitam e respeitam a homossexualidade, mas quando um filho se revela nesse sentido já não gostam. É o que dá quererem que os filhos vivam a vida que eles querem para eles.  :-\

Palavras para familiares
#13

Offline mfpsantos

  • **
  • Membro Júnior
  • Sexo: Feminino
Compreendo... Isso é um pouco como aqueles pais que dizem que aceitam e respeitam a homossexualidade, mas quando um filho se revela nesse sentido já não gostam. É o que dá quererem que os filhos vivam a vida que eles querem para eles.  :-\

Exactamente, mas soa-me a falso exactamente por isso. É uma espécie de falsa moralidade, de falso valor. Ter um filho ou uma filha é exactamente não saber o que vai ser a sua vida. Pode-se passar valores mas não se passam orientações sexuais, políticas, profissionais etc. Mas muitos pais e mães idealizam uma vida para esse filho ou filha, o que torna depois a autenticidade dessa pessoa ser corrompida umas quantas vezes.
Marta Santos

Palavras para familiares
#14

Offline SM

  • ***
  • Membro Total
  • Sexo: Feminino
  • Amante de animais, vegetariana, dorminhoca 🐱🎵
É incrível o que nós (comunidade lgbt) enfrentamos por simplesmente gostar e querer estar com alguém do mesmo sexo. O que é algo perfeitamente comum, aceitável e até desejável para qualquer hetero (arranjar um par), para nós (e ainda se tivermos uma família) que não apoia nem respeita, é um quebra cabeças. É uma realidade muito triste e injusta.
" Cara Florbela, se me conhecesses, não te terias suicidado."

Palavras para familiares
#15

Offline sleepy_heart

  • ***
  • Membro Total
  • Sexo: Feminino
Nunca vão ler isto mas que sirva para dar ânimo ou para que a raiva se solte de dentro de alguém que às vezes bem que é preciso!

Somos família mas não é uma obrigação "aturarmo-nos". É verdade que reconheço o que sempre fizeram por mim mas também é verdade que reconheço tudo o que fiz e faço por vocês. Quando nasci vocês já tinham as vossas profissões definidas e o que é que eu fiz? Aceitei, é assim que a vida é. Quando nasci vocês já tinham os vossos laços criados e sempre tentei ser um elo de ligação e uma fonte de tranquilidade quando vos via a criar problemas onde PERDOEM-ME eu não os via. Sinceramente acho inaceitável uma filha poder ser lunática e a seguinte não. Não fumo, não bebo nem me drogo. Tenho um feitio lixado de vez em quando mas logo me passa e sempre que querem - o pior é que não me parece que queiram - têm o melhor de mim. Abrir um café que vai à falência não tem mal, mas eu trabalhar para sustentar o meu hobbie preferido (que é hobbie apenas por um erro que nem sequer foi meu!) já é? Talvez estejam a tentar proteger-me mas acreditem que é muito triste saber que preferiam que me casasse com um dealer do que seguir este meu sonho inofensivo. De pessoas que não me dizem nada eu já esperava... mas de alguns de vocês... sinceramente? Nunca na vida! A família não é para ser prisão. Já tive que enfrentar o "trauma" da homossexualidade e maioritariamente escondido e agora isto? Não gosto de me expor tanto mas este texto está a sair-me de uma forma tão verdadeira e exaltada que não merece a muralha do secretismo. Que se lixe... ninguém tem famílias perfeitas!

Lutem, lutem por quem são (embora cada um com as suas medidas de "prevenção")! Ser personagem e viver a vida dos outros é pior que morrer!
"Notas sobre ela a cada dia ela é mais dela e menos o que esperam dela." Zack Magiezi

Palavras para familiares
#16

Offline origo

  • *****
  • Membro Ultra
  • Sexo: Feminino
  • Only a life lived for others is a life worthwhile
Li este artigo e achei que mais gente ia gostar de o ler e talvez não sejam só para familiares mas parece encaixar aqui muito bem :)
https://capazes.pt/cronicas/as-feministas-gostam-muito-dos-maricas/view-all/
http://www.meetup.com/pt-BR/Comunidade-Queer-LGBTQIA-Portugal/
"A journey of a thousand miles begins with a single step." Provérbio chinês
"The best way to cheer yourself up is to try to cheer somebody else up." Mark Twain
"Altruism is not a luxury, but a necessity" Matthieu Ricard

Palavras para familiares
#17

Offline monik

  • **
  • Membro Júnior
  • Sexo: Feminino
Sim ele é gay, sim ela é lésbica, sim el@ é bissexual, sim el@ quer mudar de sexo, seja o que for...

Qual é o objetivo de ter filhos, se não for para que eles sejam felizes? O objetivo é que eles sejam como vocês? É que isso nunca vai acontecer, de qualquer das formas.

Qual é o vosso propósito na vida? Seguir todas as regras ridículas impostas na sociedade, para que vocês e os vossos filhos não sejam felizes?

Um dia a viagem acaba e vocês percebem que perderam 99% da vossa vida, presos a regras estúpidas e que não foram realmente felizes e nem conseguiram que os vossos filhos fossem. E, depois no fim surge sempre o arrependimento. Mas nessa hora já é tarde de mais. A vida acabou. Só ficam os vossos filhos cheios de mágoa e ressentimento, porque vocês não tiveram a capacidade para se desprender das correias da sociedade.

Olhem à vossa volta. O mundo está a acabar. Aquecimento global, Bombas nucleares, Guerras pelo petróleo, Fome, Violência, Corrupção, Cancro. Só porque vocês não sentem não significa que não está a acontecer. Mas o vosso maior problema é que @ voss@ filh@ seja LGBTi? Até podia ter Cancro, agora LGBTi jamais.

Pensem..

« Última modificação: 20 de Novembro por monik »
"Aquilo a que chamamos o nosso <<eu>> é um processo ininterrupto e constantemente mutável"

Palavras para familiares
#18

Offline sleepy_heart

  • ***
  • Membro Total
  • Sexo: Feminino
Sim ele é gay, sim ela é lésbica, sim el@ é bissexual, sim el@ quer mudar de sexo, seja o que for...

Qual é o objetivo de ter filhos, se não for para que eles sejam felizes? O objetivo é que eles sejam como vocês? É que isso nunca vai acontecer, de qualquer das formas.

Qual é o vosso propósito na vida? Seguir todas as regras ridículas impostas na sociedade, para que vocês e os vossos filhos não sejam felizes?

Um dia a viagem acaba e vocês percebem que perderam 99% da vossa vida, presos a regras estúpidas e que não foram realmente felizes e nem conseguiram que os vossos filhos fossem. E, depois no fim surge sempre o arrependimento. Mas nessa hora já é tarde de mais. A vida acabou. Só ficam os vossos filhos cheios de mágoa e ressentimento, porque vocês não tiveram a capacidade para se desprender das correias da sociedade.

Olhem à vossa volta. O mundo está a acabar. Aquecimento global, Bombas nucleares, Guerras pelo petróleo, Fome, Violência, Corrupção, Cancro. Só porque vocês não sentem não significa que não está a acontecer. Mas o vosso maior problema é que @ voss@ filh@ seja LGBTi? Até podia ter Cancro, agora LGBTi jamais.

Pensem..

Adorei, Mónica... tanta verdade num texto só.
"Notas sobre ela a cada dia ela é mais dela e menos o que esperam dela." Zack Magiezi

 

Tópicos relacionados

  Assunto / Iniciado por Respostas Última mensagem
72 Respostas
11784 Visualizações
Última mensagem 29 de Janeiro de 2016
por DeLpHi
260 Respostas
80521 Visualizações
Última mensagem 27 de Maio
por carolinalg
638 Respostas
113828 Visualizações
Última mensagem 28 de Janeiro
por Spektrum
0 Respostas
730 Visualizações
Última mensagem 23 de Dezembro de 2011
por rede ex aequo
15 Respostas
1595 Visualizações
Última mensagem 17 de Dezembro de 2015
por JPinheiro09