Fórum da rede ex aequo

Assuntos Gerais => Saúde e Bem-estar => Tópico iniciado por: BlAcKtEaR em 24.abr.2004, 21:05:18

Título: Ansiedade
Enviado por: BlAcKtEaR em 24.abr.2004, 21:05:18
Olá a todos...Decidi iniciar este tópico porque estou numa fase da minha vida, em que a ansiedade está a dar cabo de mim...sou lésbica, não assumida perante todos, anseio contar aos meus pais mas não tenho coragem para tal :'( Se me poderem contar as vossas experiências podia ser que me ajudassem de algum modo  :-*

Bjs para todos..espero as vossas respostas!

Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Phrog em 25.abr.2004, 21:33:04
Sei mto bem o k pode fazer a ansiedade, já tive problemas com ela :S em termos d assumir-me às pessoas até agora sabem todos meus amigos, o + dificil é contar à familia. Lembro-me a primeira vez k contei a um familiar foi a uma prima minha, mas disse d uma maneira indirecta, ela acabou por perceber o k estava a tentar dizer, ñ aceitou à primeira mas deixei passar algum tempo e ela enfim aceitou :P

Até agora ainda ñ contei aos pais, mas eu sei k eles ñ haviam d levar mto a mal ou já suspeitam (Nota-se kuando a minha mãe pergunta "Então, como estamos d namorados, ou namoradas, pois hoje em dia nunca se sabe!" eu fico calada ou finjo k ñ ouvi   :-X grande parte dos meus amigos aceitaram logo k souberam mas dps kuase metade da xcola acabou por descobrir; o k m supreedeu foi k ninguém m xateou mto por isso e comecei a conhecer mais raparigas bissexuais na xcola e vi k ñ estava sozinha; mesmo sendo uma xcola pequena.

Ainda existe infelizmente homofobia em relação a gays. Está lá na xcola um amigo meu k, apesar d ñ ser gay, todos axam k é; pela maneira d ser, ele ñ tem noção k as pessoas axam isso dele e fica supreednido como as pessoas ajem ao pé dele, é triste e repugnante como metade destas pessoas julgam-se ñ ser homofobicos mas ao pé d uma pessoa supostamente gay tentão o melhor possivel afastarem-s

Eu já tinha dito isto antes mas o k às vezes acontece é k kuando assumes a alguém k és homosexual ou bissexual, d repente deixas d ser kem tu és, d repente tornas-te num estranho. O mesmo aconteceu quando assume à minha prima, deixei d ser prima dela mas ela acabou por s apreceber k eu já tinha esta orientação sexual mto antes d a ter contado, e ñ é por ter assumido k d repente deixo d ser kem eu sou ou kem eu era, faz parte d kem eu sou desde k m lembro.

Nunca é fácil assumir, ainda hoje sinto uma certa ansia kuando alguém descobre ou kuando fazem perguntas, s tens problemas o meu conselho é ñ contares a mta gente, primeiro começa por contar a kuem tu mais confias, ñ é preciso assumirs-t "perante todos", o melhor é ñ fazeres isso s ñ estás preparada p tál. Só tu é k sabes s estás confortavel com a ideia d contar aos teus pais mas s eles realmente t amam acabaram por aceitar, isto ñ ker dizer k vão perceber totalmente o k implica ou k estaram 100% confortaveis com a ideia, mas ñ t eskeças - ñ deixas d ser kem tu és só por seres homosexual, faz parte d kem tu és!


Oba falei demais  ;D desejo-t boa sorte seja kual for a tua decisão, mas n tens k fazer nada k ñ keiras e tens sempre uma ajudinha d o pessoal aki
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: BlAcKtEaR em 27.abr.2004, 20:53:30
"Ainda existe infelizmente homofobia em relação a gays"
Hummm era bom que so fosse em relaçao aos gays...mas infelizmente as lesbicas sao tao discriminadas como os gays, a ideia de ver casais do mesmo sexo, aterroriza muitas pessoas.
Talvez os gays sejam mais alvo de gozo, mas o preconceito é geral tanto para uns como para outros!
 
Quanto a isto:

"contar aos teus pais mas s eles realmente t amam acabaram por aceitar"

O que te posso dizer é que nao é bem assim, ainda existem pais muito conservadores, para eles a etica moral e para alguns religiosa ainda lhes faz muita confusao, embora possa ser estupido, ainda existem pais a explusar filhos de casa, devido á sua orientaçao sexual...sim é estupido..mas infelizmente ainda é real.
Sinceramente eu acho muito dificil que esta nossa diferença "do mundo" que nos faz tornar tao dignos como o todo que nos rodeia nao ira mudar tao rapidamente como queremos...
Querendo nós ou nao, portugal infelizmente ainda é "um atraso de vida"
Mas só temos é que ter muita força e nunca deixar de lutar ;)
E quanto a ti Debbie, força e espero que os teus pais sejam mais dignos da filha que tem do que os meus  :-*


Um abraço
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Phrog em 28.abr.2004, 09:57:50

1) Talvez os gays sejam mais alvo de gozo, mas o preconceito é geral tanto para uns como para outros!




2) O que te posso dizer é que nao é bem assim, ainda existem pais muito conservadores, para eles a etica moral e para alguns religiosa ainda lhes faz muita confusao, embora possa ser estupido, ainda existem pais a explusar filhos de casa, devido á sua orientaçao sexual...sim é estupido..mas infelizmente ainda é real.

1) ñ tenho a certeza mas também depende d pessoa p pessoa. Uma amiga minha acabou por assumir ao melhor amigo e a resposta dele foi (no gozo) - "E quando trazes uma amiga tua cá", ela topou logo a msg. Talvez seja mais facil as pessoas aceitarem casais d mulheres pk neste e noutros países a amizade proxima entre mulheres é 'normal' enquanto com os homens ñ é o mm, mas sendo os teus pais a receberem a notícia será talvez mais dificil aceitarem  :-\

2) Infelizmente sei k é verdade, por vezes difícil aceitar, e ñ é só em pt, no pais onde vivia (singapura, e existem outros tenho a certeza) era proíbido -por lei- ser homosexual (com pena d prisão até 10 anos), só este ano é k a lei foi anulada - felizmente em pt as cosequencias ñ xegam a ser tão drástica como lá (e é quase considerado como um país desenvolvido). Mas kem conhece melhor os teus pais és tu, s sentires k eles ñ irão aceitar então o melhor é pensar duas (mil) vezes no k fazer :P


N sei s nada disto está a ajudar mas boa sorte com a situação! Abraços  :-*
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: bavg em 11.jun.2004, 00:14:59
podiam-me dar uma ajudinha???
ultimamente ando sempre muito ansioso e a sofrer por antecipacao, ou seja, ainda nao sei o resultado das coisas e ja tou a pensar no pior.
as vezes nao consigo mesmo parar de pensar que tudo vai correr mal...
por exemplo, se fizer um teste, enquanto nao o receber fico sempre a pensar que vou ter nega e simplesmente nao consigo parar de pensar nisso...
o que acham que devo fazer?
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: lagarto em 11.jun.2004, 01:51:46
fazer pensamento positivo  ;D nao custa assim tanto, alem d k ficares preocupado nao t adianta nada  :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: bavg em 11.jun.2004, 08:11:14
pois eu sei, mas as vezes nao consigo mesmo parar de pensar...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: moon_angel em 14.jun.2004, 15:36:51
pensa noutras coisas....

relativiza o teu pensamento das coisas "más"..

nao lhes assim tanta importancia, no teu espirito.. :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: magnanima em 14.jun.2004, 17:22:18
Porcura fazer uma preparaçao mental.
se tiveres possiblidades pratica yoga ou atao compra um livrinho com alguns exercicios que possas fazer em casa, aprende a fazer terapia de relachamento **
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: mocaccino em 15.jun.2004, 13:24:52
Sai de casa! Passeia! Organiza uma maratona de cinema com os teus amigos! Eu sei que é batido, mas... Carpe Diem! ;)

Enjoy o que estás a viver! Esquece o amanhã, porque ele vem na mesma. ::) Cheer Up! :up :up

Life is soooooooooooo simple... ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: cacao em 15.jun.2004, 13:49:37
Acho que coisas muito importantes já foram ditas nas respostas anteriores...

Mas se essas crises de ansiedade persistirem procura ou tomar chá de valeriana ou valdispert que é um remédio natural e que reduz muito a ansiedade.

Se achares que tens crises muito acentuadas fala com o teu médico de família, existem N maneiras de reduzires essa ansiedade toda.

Have a break, have a Kit Kat! ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: moon_angel em 15.jun.2004, 23:41:03
ora nem mais....

um valdispert e estas pronto para "a loucura do dia a dia".. :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: bavg em 15.jun.2004, 23:50:13
tankio
onde posso comprar esse chá e o valdispert????
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: tuixt em 16.jun.2004, 00:05:26
ora nem mais....

um valdispert e estas pronto para "a loucura do dia a dia".. :)

Isso, ou um Royco Cup a Soup! ;)

Não tenho nenhuma solução par a aansiedade... Sinceramente, quando algo me preocupa demasiado, e sei que é algo que não me deve ocupar tanto tempo, tento-me distrair com outras coisas! Não sei qual a "gravidade" da tua ansiedade. Se é o normal em caso de exames, relações, etc, ou será caso mesmo para medicação(mesmo nartural)como um Valdispert.. Tu é que tens de ver. Mas um chá nnca fez mal a ninguém ;)  Infelizmente, não sei onde comprar...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: moon_angel em 16.jun.2004, 00:22:41
tankio
onde posso comprar esse chá e o valdispert????

chas ha em qq ervanaria... pedes cha para o nervoso... e feito de valeriana, ou extrato de valeriana...

qto ao valdispert, compras em qq farmacia... n precisa de receita medica.. e de venda livre... :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: cacao em 16.jun.2004, 01:24:21
Bene, a moon já me tirou as palavras da boca... ervanária e farmácia... :)

Título: Re: Ansiedade
Enviado por: moon_angel em 18.jun.2004, 02:05:20
faz favor de voltar entao a por as palavrinhas na minha boca... :D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: FeNiXx em 25.jun.2004, 05:51:20
Bem, ainda bem que eu li este tópico! Também tenho andado assim, e já me tinha esquecido do Valdispert... acho que vou aproveitar as férias para descansar, recarregar baterias e melhorar o espírito.... as farmácias que se preparem, acho que com esta época de exames os valdisperts e as vitaminas vão esgotar! :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: moon_angel em 25.jun.2004, 11:58:17
:D mas nada de mtos abusos.... :)


e verdade q o valdispert é um medicamento natural, ou a caminhar para isso, mas nada de abusos... :D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Thilu em 26.jun.2004, 18:18:48
De vez em quando, tb tenho os meus ataques de ansiedade causados por pensar e sofrer demasiado em antecipação...o que acontece a maior parte das vezes é que chegando a altura as nuvens desaparecem e o sol acaba por brilhar  ::) ::)

mas um valdispert ou um chá de valeriana bem que ajuda a afastar as nuvens  :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: ashtar_sheran em 27.jun.2004, 14:44:07
a ansiedade faz-nos sentir tao bem

"aiii estou ansioso por te conhecer" e ate esse momento chegar ficamos todos felizes e a pensar como vai ser...

aiii este portugues
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: moon_angel em 28.jun.2004, 12:17:07
:) é uma verdade.... :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Aizen em 30.jun.2004, 23:12:36
a ansiedade faz-nos sentir tao bem

"aiii estou ansioso por te conhecer" e ate esse momento chegar ficamos todos felizes e a pensar como vai ser...

aiii este portugues

e depois quando esse momento acaba.... se tudo correr bem ficamos felizes mas.... e se não correr como tinhamos esperado... ai bem ficamos mal....
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Pandorasbox em 07.jul.2004, 18:01:58
Meninos...

digo-vos, com base na minha experiência, que a ansiedade é um péssimo sinal.... é necessário ultrapassar esses momentos e ver nascer uma certa paciência e um modo de saber viver as coisas momento a momento!

Penso que a ansiedade é um sinal de um mau estar interior, uma falta de confiança em si e nos outros.... o medo da desilusão, o querer antecipar tudo o amanã por falta de conteúdo no dia de hoje...

Mas é preciso esperar porque essa ansiedade vai passar e tudo vai correr bem... só precisamos de saber ver os sinais e seguir os novos caminhos que a vida nos vai mostrando!!!

Muitas felicidades... tudo de bom!!!

PB
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: ashtar_sheran em 08.jul.2004, 08:53:50
nao ficamos mal... so ficamos mal se nao estivermos preparados, uma pessoa tem que ser inteligente.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Lipe22 em 09.jul.2004, 16:57:34
Não é bem assim... ashtar_sheran, mas coisa te digo a ansiedade é muito prejudicial, tens perturbações no sono e mudanças de estados de humor...

Ando bastante ansioso... :( :(
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: timmy em 13.jul.2004, 12:04:35
Ando bastante ansioso... :( :(

É da gravidez...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Lipe22 em 13.jul.2004, 12:12:12
Ando bastante ansioso... :( :(

É da gravidez...
Pois já la vão 2 meses :) :D :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: artjazz em 13.jul.2004, 12:17:52
Estarei tb grávida?! :o

 :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: timmy em 13.jul.2004, 12:19:07
Pois já la vão 2 meses :) :D :P

Então n sei kem é o pai... :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Lipe22 em 13.jul.2004, 12:31:00
Pois já la vão 2 meses :) :D :P

Então n sei kem é o pai... :P

Nem eu... :) :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: timmy em 13.jul.2004, 12:43:01
ao menos tens a certeza k é teu? lol
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Cnidaria em 13.jul.2004, 15:57:10
Pois... eu neste momento vivo em ansiedade !!! e muito ! acho que isto que tou a passar vai-me dar cabo do SNC !!! Enfim vou passar o verão a  ver se consigo entrar pa medicina... vamos la ver se vou ficar por umas décimas  :o No dia em que soube as notas fartei-me de chorar !!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: moon_angel em 13.jul.2004, 19:34:45
estou a recomeçar a ter ataques destes...

o "terror" dos exames a porta, dao-me cabo dos nervos.... :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: kris em 14.jul.2004, 10:35:29
estou a recomeçar a ter ataques destes...

o "terror" dos exames a porta, dao-me cabo dos nervos.... :)

Entao tenta ter  calma moon_angel  8)

Já agora n é só a ti q os exames dao cabo dos nervos a mim tb, mas os meus estao quase a acabar felizmente :P

abraços
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: neoro_girl em 06.mar.2005, 13:06:25
penxa no amor k ixo paxa e tal  :P
bjs a tds
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Whisper em 07.mar.2005, 00:57:45
Eu tambem sofro muito mas muito de ansiedade quase que trepo pelas paredes lolol muitas vezes nem tenho razão para tal =| não sei como o controlar =(
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Lipe22 em 09.mar.2005, 15:37:12
Uma coisa podemos ter certeza: de nada adianta querer apressar as coisas. Tudo vem ao seu tempo, dentro do prazo que lhe foi previsto. Mas a natureza humana é muito impaciente. Temos pressa em tudo!
Aí acontecem os atropelamentos do destino, aquela situação provocada, por pura ansiedade de não aguardar o tempo certo. Muitas vezes questionam-nos:
Mas qual é esse tempo certo?
Basta observar os sinais.
Geralmente quando alguma coisa está para acontecer na vida, pequenas manifestações do quotidiano, envia sinais: A palavra de um amigo, um texto, um pensamento, um feeling, uma observação qualquer.

Certamente, o sincronismo se encarregará de nós colocar no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da situação ou da pessoa certa!
Basta acreditar que nada acontece por acaso!
Alguns desses sinais se calhar já estão por perto, e nem os notamos.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: reguila em 30.mar.2005, 18:50:55
Oix!
Eu sofro de ansiedade... desde sempre! Sei bem o que isso é! :(
Começa pelos medicamentos naturais, pois agora qq médico inconsciente te mete com xanax em cima e isso é evitável... Não deves tomar nenhum ansiólitico sem tentares primeiro métodos naturais ou até terapia psicológica...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Lipe22 em 01.abr.2005, 15:00:04
Oix!
Eu sofro de ansiedade... desde sempre! Sei bem o que isso é! :(
Começa pelos medicamentos naturais, pois agora qq médico inconsciente te mete com xanax em cima e isso é evitável... Não deves tomar nenhum ansiólitico sem tentares primeiro métodos naturais ou até terapia psicológica...


Oi reguila,

Eu tambem sofro de ansiedade...  :-\ mas felizmente não uso kimicos nem produtos naturais, simplesmente tento ocupar ao maximo o meu tempo de forma que essa ansiedade nao se manifeste intensamente no meu quotidiano, requer um grande esforço psico.

Um beijão grd :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: kit_kat em 01.set.2005, 12:03:25
É normal nos sentirmos com alguma ansiedade, kuando algo esta para acontecer. Ou pk estamos á espera de alguem, ou pk tamos á espera de receber uma resposta, kualker k seja o motivo  é sem duvida sempre uma grande ansiedade!!!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: SafeLight em 13.jan.2006, 22:18:24
Por agora está relativamente controlada....

ai... k eu morro sem te ver, meu lindo...

gosto tanto tanto tanto tanto  tanto tanto de ti, meu lindo, lindo, lindo :heart
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: southboy em 17.jan.2006, 02:08:21
Considero-me bastante ansioso e já me prejudiquei à conta disso!  :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: SafeLight em 17.jan.2006, 02:29:17
 :-\ :-\ :-\ :-\ :-\ as insonias começam a dizer ola de novo... :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: gajuh_maluko em 17.jan.2006, 02:30:50
tenho tido imensas crises de ansiedade... a maior parte delas sem saber o motivo  :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: southboy em 17.jan.2006, 02:31:36
:-\ :-\ :-\ :-\ :-\ as insonias começam a dizer ola de novo... :-\

Hummm... Isso realmente é muito chato.

Confesso que não estou nada ansioso e que o soninho começa a chegar!  :zzz
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Pixelpicso em 22.jul.2006, 19:55:16
Oix!
Eu sofro de ansiedade... desde sempre! Sei bem o que isso é! :(
Começa pelos medicamentos naturais, pois agora qq médico inconsciente te mete com xanax em cima e isso é evitável... Não deves tomar nenhum ansiólitico sem tentares primeiro métodos naturais ou até terapia psicológica...


Embora seja um tópico que não tem tido grande actividade nos últimos tempos, decidi também dar o meu contributo. A Reguila tem razão, é sempre melhor procurar primeiro que tudo uma solução natural, até mesmo ajuda num psicólogo. Há uns meses quebrei devido a pressões no trabalho, e a minha médica de família receitou-me um medicamento chamado Dumyrox (sem ter feito diagnóstico, e tenho a certeza que ela nem tinha competência suficiente para o fazer). Andei feito zombie durante uns dias, embora me tenha acalmado na altura não me sentia apto a fazer nada e só me apetecia dormir. Quando falava com as pessoas, a língua atropelava as palavras. Resumindo, estava completamente pedrado.

Agora vou começar um novo emprego e como sofro bastante de ansiedade, vou tomar durante uns dias o valdispert para me ajudar a superar esta 1ª fase. É natural, extracto de raíz de valeriana, e não causa habituação nem incapacita enquanto faz efeito.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: TJTK em 24.jul.2006, 00:39:08
nunca mais chega o proximo domingo pra ir ver a maria joao a casa da musica com a minha namorada.. eheh.. vamos ficar na primeira fila..  :D :D :D :D :D :D ;D ;D ;D ;D ;D ;D tou tao ansiosa.. ainda falta uma semana..  :( :( :(  vai ser tao fixe.. ehehe
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Peixinho em 07.ago.2006, 22:02:51
Acompanha-me!...  :( Detesto sentir isto!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Wasserfest em 07.ago.2006, 22:04:34
Nos ultimos tempos tem sido incrivelmente nefasta
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: DeLpHi em 08.ago.2006, 01:36:55
Agora mais k nca... :-X
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Arms em 08.ago.2006, 01:45:25
Ui... Eu sou o rei das crises de ansiedade... Então quem me conhece bem pode dizê-lo, estou sempre a tremelicar...  lol lol lol
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Wasserfest em 08.ago.2006, 11:46:29
Ui... Eu sou o rei das crises de ansiedade... Então quem me conhece bem pode dizê-lo, estou sempre a tremelicar...  lol lol lol

Isso tambem não será por causa daquela tua amiga chamada nicotina meu menino?  :devil
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Arms em 08.ago.2006, 11:48:15
Ui... Eu sou o rei das crises de ansiedade... Então quem me conhece bem pode dizê-lo, estou sempre a tremelicar...  lol lol lol

Isso tambem não será por causa daquela tua amiga chamada nicotina meu menino?  :devil

 lol lol lol lol lol lol
Se fosse por isso... A verdade é os tremeliques são de família.  :-\ Só que a ansiedade piora...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Wasserfest em 08.ago.2006, 11:49:29
Ui... Eu sou o rei das crises de ansiedade... Então quem me conhece bem pode dizê-lo, estou sempre a tremelicar...  lol lol lol

Isso tambem não será por causa daquela tua amiga chamada nicotina meu menino?  :devil

 lol lol lol lol lol lol
Se fosse por isso... A verdade é os tremeliques são de família.  :-\ Só que a ansiedade piora...

Ainda vais aparecer num livro de ciencias do 12 ano! Começam a estudar a transmissão genética dos tremeliques na familia do rabanete  :devil
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: vampiresca em 08.ago.2006, 15:53:14
Eu sempre fui uma rapariguita muito nervosa, não parece, mas sou, é de familia...Mas, desde o falecimento da minha mãe, verifiquei que sofro muito de Ansiedade...Por tudo e por nada, verifico que estou ansiosa, até os meus amigos e familiares costumam dizer para relaxar pq verificam que muitas vezes me encontro ansiosa e tensa... :-\

A ansiedade vem-se configurando como um dos grandes problemas dos nossos tempos. A vida agitada,a pressão e o stress geram a ansiedade que tanto prejudica a qualidade das nossas vidas... :-\ :-\ :-\

                              VAMPIRESCA

                                     
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: vampiresca em 08.ago.2006, 15:57:12
O que é a ansiedade e por que ficamos ansiosos?

A ansiedade é uma sensação ou sentimento decorrente da excessiva excitação do Sistema Nervoso Central conseqüente a interpretação de uma situação de perigo.
Parente próximo do medo, (muitas vezes onde a diferenciação não é possível).
é distinguida dele pelo fato de o medo ter um fator desencadeante real e palpável enquanto na ansiedade o fator de estimulo teria características mais subjetivas.
A ansiedade é o grande sintoma de características psicológicas que mostra a intersecção entre o físico e psíquico, uma vez que tem claros sintomas físicos como taquicardia (batedeira), sudorese, tremores, tensão muscular aumento das secreções (urinárias e fecais) aumento da motilidade intestinal, cefaléia (dor de cabeça). Quando recorrente e intensa também é chamada de Síndrome do Pânico (Crise ansiosa aguda). Toda esta excitação acontece decorrente de uma descarga de um Neurotransmissor chamada Noradrenalina que é produzida nas Supra-renais, Lócus Cerúleos e Núcleo Amigdalóide.

Como compreender a ansiedade?

O nosso Sistema Nervoso Central e a nossa mente necessitam de uma situação de conforto e de segurança para usufruir a sensação de repouso e de bem estar.
Quando a nossa percepção nos alerta para uma situação de perigo a este estado acontece o estado ansioso. Evolutivamente faz muito pouco tempo que saímos dos tempos da caverna, onde os perigos de vida e a necessidade de luta eram uma constante. A excitação do Sist. Nerv. Central vinha como uma forma de estimular o nosso corpo para a luta ou para a fuga.
O que interpretamos como perigo hoje, transcende e muito o perigo de vida biológico. Perda de status, de conforto, de poder econômico, de afetos, amizades, de privilégios, vantagens, de possibilidade de concretizar interesses, de vaidade, são fatores mais do que suficientes em muitos casos para disparar o estado ansioso. Em estados de desequilíbrio emocional, o simples contacto com o novo, com situações inesperadas e desconhecidas são o suficiente para disparar estados ansiosos.
A principal característica psíquica do estado ansioso é uma excitação, uma aceleração do pensamento, como se estivéssemos elaborando, planejando uma maneira de nos livrar do perigo e da maneira mais rápida possível. Este movimento mental, na maioria das vezes acaba causando uma certa confusão mental, uma ineficiência da ação, um aumento da sensação de perigo e de incapacidade de se livrar do perigo o que configura um círculo vicioso, pois esta sensação só faz aumentar ainda mais o estado ansioso. “Mente acelerada é mente desequilibrada”.
Este movimento impulsivo de a mente se acelerar, de precisar ter tudo sob controle, para poder usufruir a sensação de repouso e conforto faz com que ela se excite e se o problema não tiver uma solução mental imediata como o que acontece na maioria dos casos teremos a chamada ansiedade patológica, que tende a se cronificar e piorar com os anos.

Origens

A primeira é que a ansiedade poderia ter uma origem genética, ou seja, a pessoa herda de seus ancestrais uma pré-disposição para ter estes sintomas. Nestes casos as manifestações podem ser bastante precoces, sendo a pessoa desde cedo uma criança agitada, as vezes hiperativa, que chora com facilidade e as vezes até com dificuldade de dormir. A ansiedade precoce também pode se manifestar através da avidez de mamar e numa postura mais teimosa e possessiva ainda como criança. A segunda é uma infância carente e problemática onde as dificuldades dos pais, mas principalmente da mãe de passar afeto e suprir as carências afetivas da criança, vão fazendo com que ela vá se sentindo insegura e exposta e vá gravando e condicionando um sentimento de que coisas ruins e sensações negativas podem acontecer a qualquer momento.
A terceira é a dificuldade de incorporar fatos e intercorrências novas ou desconhecidas. O velho ou conhecido sempre traz a sensação de segurança e controle.
O novo por sua vez tem a capacidade de potencializar a sensação de medo no sentido de que algo ruim ou perigoso pode vir á acontecer. É mais ou menos assim, “Tudo que vem de mim é seguro e tudo que vem de fora e não está sob controle é perigoso". É a clássica postura do pessimista, como aquele personagem dos desenhos antigos de TV, a hiena Hardy, amiga do leão Lippy, que sempre dizia “Oh céus, oh vida, oh azar, não vai dar certo!" Traumas de infância, grandes sustos, perdas afetivas ou mesmo materiais também podem desencadear quadros ansiosos importantes, mas não chegariam a ser causas específicas A tentativa de se livrar deste mundo de sensações e sentimentos, que tenha características desequilibradas, desajustadas, são causadoras dos seguintes transtornos:

Transtorno Obsessivo Compulsivo

Transtorno Ansioso

Transtorno Hipocondríaco

Transtorno Histérico

Transtorno Fóbico
"

www.ansiedade.com.br
 

                                  VAMPIRESCA

Título: Re: Ansiedade
Enviado por: DeLpHi em 09.ago.2006, 01:09:15
la se vao as mhas unhas  :-\ :-X a ansiedade na perdoa  lol
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Arms em 09.ago.2006, 01:10:46
Nos últimos dias tenho-me sentido um pouco ansioso. :-\ Não sei bem porquê já que agora que estou de férias.. enfim... há-de passar! :-\

Será ansiedade por ir de férias? Bebe um chá calmante...  ;) Comigo resulta...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: quiet soul em 09.ago.2006, 01:17:11
Nos últimos dias tenho-me sentido um pouco ansioso. :-\ Não sei bem porquê já que agora que estou de férias.. enfim... há-de passar! :-\

Será ansiedade por ir de férias? Bebe um chá calmante...  ;) Comigo resulta...

Não me parece q seja p causa das férias.. :-\ de qualquer maneira um chá de tília faz sp bem ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: estrelaminha em 09.ago.2006, 10:47:33
Tomo ao pequeno alomoço todos os dias
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: DeLpHi em 12.ago.2006, 23:18:09
 :-\ acho que ate com ela adormeço de vez em kdo..
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: miL@gres em 14.ago.2006, 22:33:44
 :o Agora estou perplexa Vampiresca, eu a tentar pensar que era uma simples viragem na minha vida, uma dor que me perseguia mas afinal é o que tanto negava  :'( :'( :'(
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: DeLpHi em 01.set.2006, 15:22:46
a cada dia q passa, a cada menos um dia q falta, a ansiedade triplica.... é uma volta constante, q faz com q o tmp ande cda vz mais devagar...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Driretlanii em 01.set.2006, 15:24:26
O tempo não passa... nada passa!!!  [smiley=choro.gif]
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: southboy em 01.set.2006, 17:41:07
... por que chegue Domingo.  ::) ;D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: - Miguel - em 03.set.2006, 11:41:34
Ansiedade, é um sentimento comum na maior parte dos meus dias.
Uns dias mais, outros dias menos, cujas justificações prendem-se ora no desporto, ora na escola ou mesmo na vida pessoal.

Até aqui nada de mais, no entanto a ânsia é cada vez maior quanto maior é o sentimento de insegurança, quero eu dizer medo de rejeição ou de fracasso, perante algumas situações. Esse medo ultimamente tem vindo a aumentar, como tal, inerente a isso, a ansiedade, o que me deixa por vezes sem reacção em relação aos restantes estímulos externos, consumindo-me internamente só a pensar em tais assuntos.

Para contornar isso, embora vá contrariar o que de certa forma já escrevi, recorro ao desporto, quando não é este que me está a por ansioso, pois este é um meio que por norma me faz tranquilizar/acalmar este estado agitado, que me deixa irracional em determinados momentos, dando azo a um estado aparentemente mais calmo, cuja duração depende dos casos.
Não é certamente este último, pois, nem desporto, nem convívio, nem dialogo estão a ajudar-me. Penso que sei a solução, mas essa solução tarda em chegar e enquanto isso decorre "morro" de ansiedade...

:-* e [[]] para tod@s.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Soul em 03.set.2006, 11:56:43
Ansiedade, é um sentimento comum na maior parte dos meus dias.
Uns dias mais, outros dias menos, cujas justificações prendem-se ora no desporto, ora na escola ou mesmo na vida pessoal.

Até aqui nada de mais, no entanto a ânsia é cada vez maior quanto maior é o sentimento de insegurança, quero eu dizer medo de rejeição ou de fracasso, perante algumas situações. Esse medo ultimamente tem vindo a aumentar, como tal, inerente a isso, a ansiedade, o que me deixa por vezes sem reacção em relação aos restantes estímulos externos, consumindo-me internamente só a pensar em tais assuntos.

Para contornar isso, embora vá contrariar o que de certa forma já escrevi, recorro ao desporto, quando não é este que me está a por ansioso, pois este é um meio que por norma me faz tranquilizar/acalmar este estado agitado, que me deixa irracional em determinados momentos, dando azo a um estado aparentemente mais calmo, cuja duração depende dos casos.
Não é certamente este último, pois, nem desporto, nem convívio, nem dialogo estão a ajudar-me. Penso que sei a solução, mas essa solução tarda em chegar e enquanto isso decorre "morro" de ansiedade...

:-* e [[]] para tod@s.


Meu querido - Miguel -, não temas os fracassos ou rejeições por antecipação. Vive o momento, Carpe Diem, pois só assim essa ansiedade poderá dissipar-se, sem dar lugar a pensamentos quanto ao que poderá vir a acontecer hoje, amanhã ou num outro futuro mais próximo/longínquo. Fazes bem em ocupar o teu tempo com actividades que te preencham a mente, o que poderá ajudar a que relegues para segundo plano aquele tipo de ansiedade que nos castra os momentos que vivemos, por não estarmos a 100% neles. A solução para ansiedade é seres tu a dominá-la e a dominar-te. Quem manda em ti és tu próprio e não tens porque te deixar levar por desejos antecipados, a não ser de forma saudável, para que essa ansiedade não te amarre ao que está ou não para vir. A vida é tão efémera que não vale a pena desperdiçar o que hoje, agora, temos! Luta pelos teus ideais, pelos teus objectivos, e não desistas dessa luta porque as probabilidades de "vencer" ou " perder" são as mesmas!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Driretlanii em 03.set.2006, 17:12:57
Não passa... ela nunca passa...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Eyre em 03.set.2006, 18:16:29
Imensa. Gritante. Apetece-me atirar contra as paredes, subir por elas acima.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Prunella.Fuente em 03.set.2006, 18:42:49
Ânsias. . .  >:(
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Petit_Prince em 03.set.2006, 21:58:49
Passo por muitos momentos de ansiedade. Tudo porque gosto de ter o meu mundo sob controlo.  :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: yumi21 em 03.set.2006, 22:31:36
A ansiedade altera a nossa maneira de ser, porque nós ficamos inquietos, inrriquietos, se formos capazes de sermos calmos, paciêntes e seguros, tudo pode acontecer, basta querermos levar pela corrente  ;D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Eyre em 04.set.2006, 03:01:27
Nos últimos tempos andei muito ansiosa. Enveredei por uma discussão num outro fórum e entusiasme-me. Aquele entusiasmo era ansiedade. Fui mal interpretada, as pessoas foram um bocado agressivas. Dizem-me que escrevo bem, eu gosto de debater ideias. O que tem isso de mal?? Tb o faço aqui. Enfim, sai magoada. Depois fiquei ainda mais ansiosa. Mas agora já estou a acalmar-me.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: yumi21 em 04.set.2006, 03:07:40
essa gente as vezes interpeta mal as pessoas, nao ligues linda, terás sempre o nosso apoio  ;D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: CVal em 04.set.2006, 03:45:16
Estou ansioso, porque vou fazer algo que nunca tive coragem. Uma loucura autêntica, que muita gente não o fazia, mas eu vou em frente ;D ;D ;D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: *Lipe* em 04.set.2006, 11:55:38
Estou ansioso, porque vou fazer algo que nunca tive coragem. Uma loucura autêntica, que muita gente não o fazia, mas eu vou em frente ;D ;D ;D

Então força rapaz  ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: nuven em 04.set.2006, 18:27:48
ando cheia dela!!!

é um bocadinho MELGA a ansiedade... mas pronto...  :P  ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: CVal em 04.set.2006, 20:46:55
Estou ansioso, porque vou fazer algo que nunca tive coragem. Uma loucura autêntica, que muita gente não o fazia, mas eu vou em frente ;D ;D ;D

Então força rapaz  ;)

Brigado!!! ;D ;D ;D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: DeLpHi em 15.set.2006, 23:10:51
estou cm ela entranhada.. ate dorme cmg
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: biki em 15.set.2006, 23:12:04
tou c uma ansiedade q n se aguenta...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: naeva em 16.set.2006, 00:06:11
estou à espera... eu sei de que... nao vai ser bom... talvez nao aconteça... talvez me deixem ficar quieta no meu canto...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: DeLpHi em 26.set.2006, 03:46:11
acho que é por causa dessa senhora dona ansiedade que nao cnsigo dormir.. é xata pah lol
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: estrelaminha em 26.set.2006, 12:05:06
A minha companhia diária,não me larga  :o
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Swelly em 26.set.2006, 13:39:35
  Anseio por uma mensagem ou um telefonema, por ouvir aquela voz meiga que me acalma ai ai ai.

  Mas isso tarda em chegar  :'(.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: True_King em 26.set.2006, 17:27:45
Ancioso por ir à fnac outra vez!  ::)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: gorokh em 01.out.2006, 23:49:14
É o desporto do momento :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: deep green eyes em 04.out.2006, 18:37:23
extremamente ansiosa...ja irrita...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: southboy em 05.out.2006, 00:45:46
Ultimamente... muitoooo! :-[ :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Swelly em 05.out.2006, 11:26:43
  Já não tenho muita...o exame já passou.  8)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: speci@l em 05.out.2006, 20:13:58
aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.....
eu tenho os meus valores d ansiedade no auge....
ansosa para abraçar o meu amor...
ainda faltam 24hs!!!!!!!!!!!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: nuven em 06.out.2006, 11:05:40
sinto-me ansiosa....


... sem saber q rumo dar as coisas....  :-[ :-X
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Swelly em 06.out.2006, 12:23:09
  Axo que estou no meio de uma encruzilhada...mas estou mais para a seguir em frente e mudar o caminho do que voltar a fazer marcha-atrás e voltar a enverdar pelo mesmo caminho sem saida.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: HumanNature em 10.out.2006, 16:48:43
Ansiedade e crises de pânico é o meu tormento e o que estou a passar ao ponto de deixar de comer e ter perdido quase 10kg então numa luta contra tudo isto, vim hj do médico com mais esperança espero sinceramente futuramente andar mais calmo e que as coisas comecem a correr um pouco melhor, acho que já mereço um pouco de descanso.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: nuven em 10.out.2006, 18:37:04
Ansiedade e crises de pânico é o meu tormento e o que estou a passar ao ponto de deixar de comer e ter perdido quase 10kg então numa luta contra tudo isto, vim hj do médico com mais esperança espero sinceramente futuramente andar mais calmo e que as coisas comecem a correr um pouco melhor, acho que já mereço um pouco de descanso.


acho q sim... q mereces... e força nisso...

ta a recuperar os 10kg perdidos... faz favor!!! :)  :-*
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: deep green eyes em 14.out.2006, 23:00:11
teima em ficar...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Soul em 14.out.2006, 23:46:04
Ansiedade e crises de pânico é o meu tormento e o que estou a passar ao ponto de deixar de comer e ter perdido quase 10kg então numa luta contra tudo isto, vim hj do médico com mais esperança espero sinceramente futuramente andar mais calmo e que as coisas comecem a correr um pouco melhor, acho que já mereço um pouco de descanso.

Crises de pânico é realmente um tormento, pois sentimos que não sabemos como lidar ou controlar os sintomas. Mas essas crises só irão passar a partir do momento em que encontres um equilíbrio emocional, não permitindo que a ansiedade se apodere de ti. Como sabes, as crises de pânico não são mais que ataques de ansiedade extremas, mesmo que por vezes pareça que estamos bem, as crises surgem sem avisar, deixam-nos completamente “dependentes” de uma atitude ou reacção difícil de tomar. Sei perfeitamente pelo que passas, por isso te digo que deves encontrar um ponto de encontro, para que esses ataques se desvaneçam. Já passei por isso, ainda passo, mas tento controlar-me, pensando que o amanhã será melhor do que o hoje! ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: HumanNature em 16.out.2006, 13:07:19
Ansiedade e crises de pânico é o meu tormento e o que estou a passar ao ponto de deixar de comer e ter perdido quase 10kg então numa luta contra tudo isto, vim hj do médico com mais esperança espero sinceramente futuramente andar mais calmo e que as coisas comecem a correr um pouco melhor, acho que já mereço um pouco de descanso.

Crises de pânico é realmente um tormento, pois sentimos que não sabemos como lidar ou controlar os sintomas. Mas essas crises só irão passar a partir do momento em que encontres um equilíbrio emocional, não permitindo que a ansiedade se apodere de ti. Como sabes, as crises de pânico não são mais que ataques de ansiedade extremas, mesmo que por vezes pareça que estamos bem, as crises surgem sem avisar, deixam-nos completamente “dependentes” de uma atitude ou reacção difícil de tomar. Sei perfeitamente pelo que passas, por isso te digo que deves encontrar um ponto de encontro, para que esses ataques se desvaneçam. Já passei por isso, ainda passo, mas tento controlar-me, pensando que o amanhã será melhor do que o hoje! ;)

Obrigado pelas tuas palavras de força e coragem, vejo que percebes bem aquilo que estou a passar, eu ás vezes já consigo controlar, outras vêm cada vez mais fortes, mas estou com medicação, espero que comecem é a fazer efeito agora!
Tudo de bom pra ti e força tb pra ti  :-* gand  ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Peixinho em 18.out.2006, 12:03:59
Tenho alguma, também devido ao meu ritmo de vida.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Driretlanii em 19.out.2006, 01:37:51
... MONTES DELA... quando por fim isto tudo acabará? :-X
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: otaku_yumi em 19.out.2006, 09:35:22
ansiedade....de te ter a meu lado!  :-[ :'( :'( e não te ver sofrer, nunca mais!  :'( :'( :'( :'( :'(
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: vampiresca em 20.out.2006, 16:52:53
... MONTES DELA... quando por fim isto tudo acabará? :-X

Tem calma linda, ela há-de acabar  :-*

                                     VAMPIRESCA
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: kat em 20.out.2006, 16:54:59
ando tão mas tão ansiosa.... ::)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Cátia. em 20.out.2006, 20:41:58
ando tão mas tão ansiosa.... ::)
eu tb  ::) mas tou farta de pensar e n consigo perceber porquê! ;D :-*
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: biki em 20.out.2006, 20:47:02
eu sempre fui muito ansiosa.. e por causa disso ja fui parar ao hospital  :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: YukishiroTomoe em 30.nov.2006, 13:31:33
tentem ser calmos só assim podem levar a vida na desportiva  ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: cristina em 07.fev.2007, 14:48:11
sou um bocado ansiosa e agora ainda mais  :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: *Annabelle* em 12.fev.2007, 09:02:16
Não me considero mto ansiosa, mas a minha namorada é bastante! Fica ansiosa se não dorme como deve ser, se não consegue fazer as coisas como planeado, se não lhe digo algo que deveria dizer nakele peciso momento! mas já esteve pior! Ás vezes tento adverte-la, e até já anda mais calma!
A vida é para ser levada com descontração! Mas em vez de ser ansiosa sou um pouco nervosa!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Yuki-Sama em 12.fev.2007, 19:51:02
Eu sou uma pessoa nervosa apesar de não aparecer e com ansiedade fico mais nervosa! e ando nervosa ultimamente... como ando na lua! ai o que o amor faz! ... também ando com ansiedade de chegar a festa de carnaval, aos meus anos, a junho para ir ao Porto de férias! aix aix! que ansiedade!  :-* :-* Todos os dias a sonhar com a ida para o Porto!  :-* uma pessoa não aguenta a emoção!  ::)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Cocktail em 09.abr.2007, 23:31:19
Eu sou mt ansiosa, sofro por antecipação, por vezes tenho aki um aperto no peito, que não me deixa respirar!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Smurf em 10.abr.2007, 19:55:40
Eu sou mt ansiosa, sofro por antecipação, por vezes tenho aki um aperto no peito, que não me deixa respirar!

somos dois...

a ansiedade prejudica-me muito… e acaba por deixa-me muito nervoso e inibido.  :-[
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: vampiresca em 10.abr.2007, 20:19:45
Estou ansiosa para te ver  :-\

                        VAMPIRESCA
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: nuven em 11.abr.2007, 18:58:28
e agora?!?!

sera q vai entrar tudo nos eixos, outra vez? sera q sim?  :-X
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: nuven em 13.abr.2007, 23:31:17
sinto-me ansiosa....  :-X q parvoice... isto nem é nada meu....

... nao é do meu feitio ser assim....

... sei q estou aqui, e me estou a martirizar...


... apesar de ser 6ª feira, vou trabalhar... tem de ser....  :-[
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Inadaptada em 01.jul.2007, 12:48:14
Eu em tempos já falei aqui no fórum bastante a cerca disto, não foi neste tópico, pois não vejo aqui os meus antigos posts mas foi num idêntico, que penso que já foi eliminado, que se referia a ataques de pânico.

Hoje volto aqui, não ao mesmo tópico, mas a um idêntico, que se calhar até se adequa mais a situação presente.

Antes de continuar, devo dizer que quando descobrir a minha homossexualidade, não fiquei afectada com tal coisa, ou pelo menos não me afectou de forma consciente. Passados 2/3 anos comecei a sofrer de ataques de pânico, sofri com eles durante longos meses, mas nunca os associei à minha homossexualidade, alias eu nunca revelei ao meu psiquiatra a minha homossexualidade, nem a ele nem a ninguém. Percebi ao longo dos tratamentos que as crises de pânico não tinham começado naquela altura mas sim 2 anos antes, o que coincidia com a data da minha descoberta. Porem continuei a não achar qualquer relação entre uma coisa e outra, até porque nessa altura tinham-se passado outros episódios muito mais susceptíveis de causar tal coisa do que propriamente eu descobrir que gostava de raparigas.

Desde o ultimo ataque de pânico até há cerca de 1 mês, mais coisa mesmo coisa, passou-se 1 ano e tal. Infelizmente parece que voltaram. Talvez não os possa chamar propriamente ataques de pânico, ou pelo menos nem todos os episódios tem sido ataques de pânico, mas sim grandes crises de ansiedade, se bem que eles são idênticos, os sintomas é que durante um ataque de pânico são mais e mais intensos.
Assim, voltaram as dores e picadas no peito, a dificuldade em respirar, a perda de apetite, a sensação de mal-estar geral, os batimentos cardíacos acelerados, acompanhados por vezes de palpitações, agitação, ansiedade, etc.
E fácil de perceber que lidar com isto não é nada fácil e é muito perturbador, pois se eu já estou mal, quando os sintomas começam a surgir ainda fico pior, pois provoca um efeito “bola de neve” estou nervosa, começo com os sintomas fico ainda mais nervosa, o cérebro dispara, começa-se a imaginar que todos estes sintomas podem desta vez não ser um ataque de pânico mas sim outra coisa bem pior, como por exemplo ataque cardíaco, esta incerteza torna-te ainda mais nervosa, e os sintomas não passam, tornas-te impaciente, até que tudo começa a acalmar, para dali a um bocado recomeçar.
De cada vez que os sintomas começam é sempre como se fosse a primeira vez, e nem a certeza de já os sentis-te antes te reconforta ou acalma, só piora mais a situação.

Mas estou para aqui com este discurso todo, por um lado porque me faz desabafar um pouco e sempre alivio um bocado, por outro porque pela primeira vez, associo todo isto a minha homossexualidade.
Se pensar um bocado faz todo o sentido, e apesar de eu achar que sempre encarei bem a minha homossexualidade, cá num fundo bem no fundo perturba-me imenso, mas só agora encaixo as peças. Os primeiros sinais surgiram quando descobri a minha homossexualidade por me ter apaixonado por uma professora e ter de andar permanentemente a mentir as minhas colegas inventado mesmo namoros com rapazes para que elas não desconfiassem de nada, ao mesmo tempo que alimentava essa paixão;
Depois voltam quando me apaixono por uma colega, onde eu me tentei começar a revelar, dando pequenos sinais de que gostava dela, ela nunca chegou a perceber, ou pelo menos nunca levou essa aproximação da minha parte para esse lado.
Agora elas surgem quando finalmente começo a frequentar o mundo LGBT, quando me começo a não me preocupar que as pessoas saibam que só lésbica, só que afinal preocupo-me bastante, pois eu não me consigo assumir a ninguém, no outro dia quando o meu pai me viu com pessoal com as bandeiras arco-íris, quando cheguei ao pé dele e vi que ele estava a olhar muito para as pessoas em questão entrei completamente em pânico numa ansiedade doida, tremia por tudo que era lado quase não me aguentava em pé, os meus batimentos cardíacos chegaram perto de 150 por minuto, a tensão arterial chegou a valores altíssimos. E ainda ontem num jantar de colegas, elas começaram a falar de alguém do grupo que entrou recentemente (que por acaso é o meu caso) que elas achavam que era lésbica, eu fiquei completamente transtornada e em pânico, pois tenho quase a certeza que elas estavam a falar de mim, mas não tenho qualquer tipo de garantias, por um lado tenho vontade de revelar a verdade para acabar com esse tipo de conversas, por outro lado tenho um medo enorme de elas não estarem a falar de mim e eu ir passar por uma situação nada agradável sem qualquer necessidade. Pois já percebi que se me assumir, vai gerar muito maus ambiente no grupo e isso é a ultima coisa que eu queria.

Bem quero pedir desculpa pelo meu longo texto, mas não queria terminar sem deixar uma breve conclusão.

Não querendo generalizar, mas tomando como exemplo o meu caso e muitos outros que tenho lido aqui no fórum, a ansiedade e outros doenças do foro psíquico, são problemas que afectam uma grande parte da população LGBT, e que dificultam em muito a vida pessoal, e muitas vezes nós não associamos isto a nossa homossexualidade/bissexualidade, mas no fundo elas estão intimamente relacionadas, pelo facto de em muitos casos ainda se ter de viver uma vida dupla, ou então para se ser assumido, ter de renegar a amizades ou ao contacto com certas pessoas, com o qual se torna impossível lidar, pessoas que por revelarem preconceituosas revelam-se também “falsas amigos “ por porem o preconceito acima da amizade, mas que no fundo nós não conseguimos viver sem elas, o que em ambos os casos nos atira para o “fundo do poço” e nos faz sofrer, pelo menos da minha parte de ansiedade e ataques de pânico.    




Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Diabinha em 04.jul.2007, 21:27:22
Ansiosa estou eu...
estou kuase a trepar pelas paredes.
... mandei um mail à miuda de quem gosto e estou à espera ke ela leia.
Tou a bater muito mal.
Por um lado, penso ke nao me enganei, ke interpretei bem todos os sinais ke ela me deu...
... por outro tenho medo ke me tenha enganado e ke ela keira apenas uma amizade.
Ai ai aiiii...
agora é esperar  :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Cátia. em 05.jul.2007, 00:15:39
Ansiosa estou eu...
estou kuase a trepar pelas paredes.
... mandei um mail à miuda de quem gosto e estou à espera ke ela leia.
Tou a bater muito mal.
Por um lado, penso ke nao me enganei, ke interpretei bem todos os sinais ke ela me deu...
... por outro tenho medo ke me tenha enganado e ke ela keira apenas uma amizade.
Ai ai aiiii...
agora é esperar  :-\
Vai correr bem ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: ThunderBird em 08.jul.2007, 23:03:35
Leva-me a ficar sem unhas... mas também qualquer coisa me leva a ficar sem elas :P
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: **cinderela** em 15.jul.2007, 21:48:42
eu sofro d ansiedade... mas ja tou medicada pa isso...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: andy_andy_22 em 16.jul.2007, 15:40:12
eu sofro d ansiedade... mas ja tou medicada pa isso...

sim.. :)

Leva-me a ficar sem unhas... mas também qualquer coisa me leva a ficar sem elas :P


isto agora com o stress do dia-a-dia..cada vez mais pessoas aderem ao movimento do "roer as unhas" :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: strada em 04.ago.2007, 14:52:33
Ultimamente não tenho conseguido controlar a minha ansiedade mesmo com a medicação. Não sei mais o que fazer...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Firefox em 09.ago.2007, 08:27:57
Antidepressivos150mg,calmantes100mg,sonifros10mg eu cheguei a tomar tudo isto!Ao principio kuase dormia de pe,mas passado alguns meses tinha engordado kuase 30kg i o efeito tinha se desaparecido voltava tudo ao mesmo a ansiadade era tanta mesmo com comprimidos pra dormir eu nao conseguia adormecer!Andei 6 meses neste sofrimento,nesses 6 meses passou m mta coisa pela minha cabeça mas eu consegui sair do buraco onde estava, ate voltar a trabalhar i ai comecei a mentalizar m k isto ia levar o seu tempo,mas nao foi facil de vez em kuando la havia uma recaida,mas eu la conseguia recompor m,aceitei o meu fardo com mto sofrimento!Vou lutar com todas as minhas forças para ser livre i feliz ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: strada em 09.ago.2007, 16:39:14
Antidepressivos150mg,calmantes100mg,sonifros10mg eu cheguei a tomar tudo isto!Ao principio kuase dormia de pe,mas passado alguns meses tinha engordado kuase 30kg i o efeito tinha se desaparecido voltava tudo ao mesmo a ansiadade era tanta mesmo com comprimidos pra dormir eu nao conseguia adormecer!Andei 6 meses neste sofrimento,nesses 6 meses passou m mta coisa pela minha cabeça mas eu consegui sair do buraco onde estava, ate voltar a trabalhar i ai comecei a mentalizar m k isto ia levar o seu tempo,mas nao foi facil de vez em kuando la havia uma recaida,mas eu la conseguia recompor m,aceitei o meu fardo com mto sofrimento!Vou lutar com todas as minhas forças para ser livre i feliz ;)

Comigo o que acontece é que quando paro a medicação volta tudo ao mesmo. Fico deprimida, ando nervosa, mando vir com toda a gente, tudo me irrita, tudo me deixa triste... Mas neste momento estou a tomar doses mais reduzidas parapoder trabalhar, porque no inicio tomava em força e só dormia-comia. A verdade é que os comprimidos ajudam mas eu ainda me sinto ansiosa, nervosa, facilmente irritável... Estou farta de estar assim...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Firefox em 09.ago.2007, 21:21:30
Eu tbm so dormia i comia,passei de 69kg para 98kg!Mas agora ja nao tomo mais nada,i ja voltei ao meu peso normal 75kg,ja aceitei a mulher em mim,ja consigo dormir sem ajuda de medicamentos ;D :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Firefox em 09.ago.2007, 21:31:38
Now roamming through this darkness i m alive but i m alone part of me is fighting this part of me is gone!Eu estou sozinha mas nao desisto de lutar,Tens k lutar pa ser feliz ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Firefox em 09.ago.2007, 23:06:21
There`s so many different worlds,so many different suns,and we have just one world,but we live in different ones.Now the sun`s gone to hell and the moon`s riding high,let me bid you farewell every man has to die.But it`s written in the starlight and every line on your palm!We r free to do what we bellieve is right 4 us,They will never take our freedom ;) :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: What is in a name? em 01.set.2007, 16:11:27
É o que sinto neste momento...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: nuven em 02.set.2007, 16:19:27
ansiosa por amanha....  :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Van~ em 17.out.2007, 18:51:53
Sofro um pc de ansiedade antecipada  :-X
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Pixel em 19.out.2007, 14:50:19
Ah tenho disto... É... pfff... parece que o coração me vai sair pela boca...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: zigo em 25.out.2007, 12:30:37
eu tb :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Girl Blue em 26.out.2007, 12:27:05
eu sofro de ansiedade...e nao é pouco  :-X

Junta-te ao clube... ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: forsaken em 26.out.2007, 13:53:00
eu sofro de ansiedade...e nao é pouco  :-X

Junta-te ao clube... ;)

 :-\ tenho direito a cartaozinho de membro pelo menos?
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Girl Blue em 26.out.2007, 14:09:57
eu sofro de ansiedade...e nao é pouco  :-X

Junta-te ao clube... ;)

 :-\ tenho direito a cartaozinho de membro pelo menos?

Isso é só para as prós, que são aquelas que sopram para dentro de saquinhos de papel ;D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: forsaken em 26.out.2007, 14:23:29
eu sofro de ansiedade...e nao é pouco  :-X

Junta-te ao clube... ;)

 :-\ tenho direito a cartaozinho de membro pelo menos?

Isso é só para as prós, que são aquelas que sopram para dentro de saquinhos de papel ;D

oh   :-X e aqueles que ate andam de garrafinha de agua atras,nao conta?x'D
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: vss em 21.fev.2008, 23:10:24
Hoje em dia surgem imensos casos de ansiedade e ataques de pânico. Talvez pela vida atarefada que a maior parte das pessoas vivem...

Como profissional, têm sido os casos que mais me têm aparecido.

Como costumo dizer, os sintomas psicossomáticos não aparecem por acaso... Vivemos numa correria tão intensa as 24 horas do dia (que muitas vezes preferiamos que fossem 48) que não temos tempo para estar um pouco connosco, única e exclusivamente connosco. A restabelecer o nosso equilíbrio e as nossas energias, a pensar no que nos tem acontecido, no que sentimos, no que nos provoca o medo, a tristeza ou a felicidade,...

Por vezes existe uma situação específica que despoleta os sintomas psicossomáticos, noutras vezes são um acumular de situações que existem desde há muitos anos...

É como se pouco a pouco fossemos enchendo um copo de água, chega a um ponto em que ele transborda. Ou seja, vamos guardando, guardando, guardando, que num determinado momento o nosso organismo "deita cá para fora" esses sentimentos tão pesados. E ainda bem que assim é, porque um ataque de pânico ou uma crise de ansiedade nada mais é do que o nosso organismo a dizer que algo não está bem, como se nos mandasse parar num stop para consertar o motor do veículo.

A chatisse é que, normalmente, esses sentimentos são tão pesados e dolorosos que são difíceis de serem elaborados sem recorrermos a ajuda externa, acabando por funcionar de seguida como uma "bola de neve"  [smiley=estrelas.gif]
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: kat em 23.fev.2008, 18:40:26
eu sofro de grande ansiedade e de ataques de pânico, acho que isso contribui em muito para a depressão que tenho agora mas já estou a ser medicada e sinto-me um pouco melhor
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: jupiter em 23.fev.2008, 20:57:31
eu sofro muito de ansiedade no meu dia-a-dia. o meu psicanalista recomendou medicação mas tenho algum receio de passar a essa fase devido aos efeitos secundários que poderão surgir.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Ragof em 23.fev.2008, 22:18:52
*Pare de comer as unhas* [smiley=chicote.gif]
Isso ja diz tudo lol
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: saturnine em 24.fev.2008, 23:42:26
a ansiedade é smp um tormento qdo estou prestes a realizar algo importante e decisivo na minha vida e já me prejudicou razoavelmente, pois em alturas de stress extremo, tenho alguma dificuldade em controlar a situação e concentrar-me :-\ para quem passa pelo mesmo, aconselho a tomar 1 Lexotan, pois ajuda a relaxar e dá um pco da tão desejada "paz mental" (penso q é necessária receita médica, ms qqr médico trata disso ;))
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Haller em 21.mar.2008, 20:29:23
a ansiedade é smp um tormento qdo estou prestes a realizar algo importante e decisivo na minha vida e já me prejudicou razoavelmente, pois em alturas de stress extremo, tenho alguma dificuldade em controlar a situação e concentrar-me :-\ para quem passa pelo mesmo, aconselho a tomar 1 Lexotan, pois ajuda a relaxar e dá um pco da tão desejada "paz mental" (penso q é necessária receita médica, ms qqr médico trata disso ;))

Uma pergunta: o Lexotan relaxa, sem deixar cair na indolência total?

(Pessoalmente, não gosto muito de recorrer a fármacos, mas como há alturas em que a minha a ansiedade se torna difícil de domar...)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: boizi em 29.mar.2008, 00:00:24
eu sofro muito de ansiedade no meu dia-a-dia. o meu psicanalista recomendou medicação mas tenho algum receio de passar a essa fase devido aos efeitos secundários que poderão surgir.

tenta.. ate te pode ajudar realmente
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: link_ em 16.ago.2008, 15:40:59
A ansiedade é horrível, nunca conseguimos esta bem connosco próprios e eu falo por mim que por vezes acontece-me isso. É como se uma pessoa esteja impaciente com algo, fico nervoso, ancioso disto ou daquilo e acabamos por nos xatear e aborrecer até connosco próprios.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: deepsoul em 18.set.2008, 16:00:53
duvida

é possível existir ansiedade sem depressão?

thks


Sim, é possível. A depressão tem vários sintomas e nunca só a ansiedade. Repara, qualquer pessoa em determinado ponto da vida pode sentir ansiedade. Antes de um exame, antes de uma reunião ou de uma entrevista de emprego. Isso não é à partida uma depressão.


pois..

no meu caso n sei o k é...

eu tive ansiedade durante 1 mes mais ao menus na escola nem podia ir a escola
depois recuperei!

ate k esta segunda começou a escola e voltou a ansiedade :s
tive k faltar e tudo e agora nem faltas justificadas valem grr :s

sera depressão?


Não. Provavelmente sofres de crises de ansiedade. Tenta descobrir o que está a causar essas crises e vais ver que atenuam. Procura formas de relaxamento - qualquer coisa que te acalme. Isso poderá ser Ansiedade Generalizada, um transtorno psicológico bastante comum até e muitas vezes negligenciado. Procura sites na net que te possam servir de base e, se for caso disso, procura um psicólogo. Talvez haja um na tua escola que te possa ajudar.

Aqui tens alguns sites que te podem ajudar a perceber o transtorno. Nem que seja para te informar melhor.

Ansiedade Generalizada - em Psicosite ([url]http://www.psicosite.com.br/tra/ans/ansgeneralizada.htm[/url])
Ansiedade, by José Carlos Santiago ([url]http://jcsantiago.info/ansiedade.html[/url])
Ansiedade - Diagnóstico e Tratamento ([url]http://www.copacabanarunners.net/ansiedade.html[/url])
Ansiedade, in Wikipedia ([url]http://pt.wikipedia.org/wiki/Ansiedade[/url])

Espero que ajude


Eu li os sintomas e acho que tenho Ansiedade generalizada!
 :'(
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Arms em 18.set.2008, 19:45:26
Eu li os sintomas e acho que tenho Ansiedade generalizada!
 :'(

Não fiques triste com isso porque a maravilha da Ansiedade é que pode ser controlada de forma bastante eficiente. Eu tenho Ansiedade Generalizada e não tenho um ataque desde os meus 18 anos. Além disso, as manifestações que tenho tido desde essa altura foram facilmente controlados ao ponto de maior parte das vezes ninguém reparar.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: deepsoul em 18.set.2008, 20:54:51
Eu li os sintomas e acho que tenho Ansiedade generalizada!
 :'(

Não fiques triste com isso porque a maravilha da Ansiedade é que pode ser controlada de forma bastante eficiente. Eu tenho Ansiedade Generalizada e não tenho um ataque desde os meus 18 anos. Além disso, as manifestações que tenho tido desde essa altura foram facilmente controlados ao ponto de maior parte das vezes ninguém reparar.

Tens mesmo? E como é que a controlas? Eu quando li os sintomas fiquei um pouco em pânico...  :-\
A irmã de uma colega minha também tem e já está controlada...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Arms em 18.set.2008, 23:12:45
Eu li os sintomas e acho que tenho Ansiedade generalizada!
 :'(

Não fiques triste com isso porque a maravilha da Ansiedade é que pode ser controlada de forma bastante eficiente. Eu tenho Ansiedade Generalizada e não tenho um ataque desde os meus 18 anos. Além disso, as manifestações que tenho tido desde essa altura foram facilmente controlados ao ponto de maior parte das vezes ninguém reparar.

Tens mesmo? E como é que a controlas? Eu quando li os sintomas fiquei um pouco em pânico...  :-\
A irmã de uma colega minha também tem e já está controlada...

Tenho. Aprendi a descobrir formas que funcionam comigo através destes anos através de um análise dos meus comportamentos e tentativas de contrariar a progressão da ansiedade. Quem me conhece não me deixa mentir porque apresento os sintomas todos a vários níveis. Vejamos:

1. Dificuldade para relaxar ou a sensação de que está a ponto de estourar, está no limite do nervosismo - Frequentemente, embora descobri que desenhando e desacelerando a respiração e parar oq ue estou a fazer ajuda-me bastante.
2. Cansa-se com facilidade - Nem tanto mas sim, se falarmos em termos de paciência para continuar algo, canso-me facilmente. Mais uma vez, parar, respirar e retomar costumam funcionar comigo.
3. Dificuldade de concentração e freqüentes esquecimentos - Marca registada do Sr.Arms. Aliás, se Arms não fosse despistado e esquecido, Arms não seria Arms. Aqui, uma boa agenda e um bom diário (mesmo que seja um diário gráfico) ajuda. Ler livros e fazer palavras cruzadas também ajudam.
4. Irritabilidade - Completamente. Toda a gente diria que não mas sou facilmente irritável. Acontece que esforço-me para contrariar o sentimento sob o pretexto de que as pessoas não têm que levar com a minha irritabilidade se não têm culpa.
5. Tensão muscular - Ainda não aprendi a diminuir a tensão.
6. Dificuldade para adormecer ou sono insatisfatório - Pois, insónias. Outra coisa que ainda não consegui dominar.

Estas coisas funcionam comigo. Vai vendo as tuas reacções e a que reages e tenta reparar nas coisas que te fazem acalmar. Com tempo a ansiedade diminui. Não desaparece, mas pelo menos não trepas paredes.

P.S.: - Por acaso não era má ideia iniciar um tópico sobre este tema. Há algum moderador que pode transferir estes últimos posts num tópico específico?
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: MindControl em 19.set.2008, 01:37:11
Eu li os sintomas e acho que tenho Ansiedade generalizada!
 :'(

Não fiques triste com isso porque a maravilha da Ansiedade é que pode ser controlada de forma bastante eficiente. Eu tenho Ansiedade Generalizada e não tenho um ataque desde os meus 18 anos. Além disso, as manifestações que tenho tido desde essa altura foram facilmente controlados ao ponto de maior parte das vezes ninguém reparar.

Tens mesmo? E como é que a controlas? Eu quando li os sintomas fiquei um pouco em pânico...  :-\
A irmã de uma colega minha também tem e já está controlada...

Tenho. Aprendi a descobrir formas que funcionam comigo através destes anos através de um análise dos meus comportamentos e tentativas de contrariar a progressão da ansiedade. Quem me conhece não me deixa mentir porque apresento os sintomas todos a vários níveis. Vejamos:

1. Dificuldade para relaxar ou a sensação de que está a ponto de estourar, está no limite do nervosismo - Frequentemente, embora descobri que desenhando e desacelerando a respiração e parar oq ue estou a fazer ajuda-me bastante.
2. Cansa-se com facilidade - Nem tanto mas sim, se falarmos em termos de paciência para continuar algo, canso-me facilmente. Mais uma vez, parar, respirar e retomar costumam funcionar comigo.
3. Dificuldade de concentração e freqüentes esquecimentos - Marca registada do Sr.Arms. Aliás, se Arms não fosse despistado e esquecido, Arms não seria Arms. Aqui, uma boa agenda e um bom diário (mesmo que seja um diário gráfico) ajuda. Ler livros e fazer palavras cruzadas também ajudam.
4. Irritabilidade - Completamente. Toda a gente diria que não mas sou facilmente irritável. Acontece que esforço-me para contrariar o sentimento sob o pretexto de que as pessoas não têm que levar com a minha irritabilidade se não têm culpa.
5. Tensão muscular - Ainda não aprendi a diminuir a tensão.
6. Dificuldade para adormecer ou sono insatisfatório - Pois, insónias. Outra coisa que ainda não consegui dominar.

Estas coisas funcionam comigo. Vai vendo as tuas reacções e a que reages e tenta reparar nas coisas que te fazem acalmar. Com tempo a ansiedade diminui. Não desaparece, mas pelo menos não trepas paredes.

P.S.: - Por acaso não era má ideia iniciar um tópico sobre este tema. Há algum moderador que pode transferir estes últimos posts num tópico específico?

Se acham que a vossa situação é grave e a ansiedade compromete algumas/muitas actividades do vosso dia a dia, podem e deviam ir a uma consulta do médico de família. Se ele achar necessário, receiterá uns ansiolíticos.

Se poderem diminuir a ansiedade por outras vias não farmacológicas :P, bem melhor. ;)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: deepsoul em 20.set.2008, 02:30:39
Eu li os sintomas e acho que tenho Ansiedade generalizada!
 :'(

Não fiques triste com isso porque a maravilha da Ansiedade é que pode ser controlada de forma bastante eficiente. Eu tenho Ansiedade Generalizada e não tenho um ataque desde os meus 18 anos. Além disso, as manifestações que tenho tido desde essa altura foram facilmente controlados ao ponto de maior parte das vezes ninguém reparar.

Tens mesmo? E como é que a controlas? Eu quando li os sintomas fiquei um pouco em pânico...  :-\
A irmã de uma colega minha também tem e já está controlada...

Tenho. Aprendi a descobrir formas que funcionam comigo através destes anos através de um análise dos meus comportamentos e tentativas de contrariar a progressão da ansiedade. Quem me conhece não me deixa mentir porque apresento os sintomas todos a vários níveis. Vejamos:

1. Dificuldade para relaxar ou a sensação de que está a ponto de estourar, está no limite do nervosismo - Frequentemente, embora descobri que desenhando e desacelerando a respiração e parar oq ue estou a fazer ajuda-me bastante.
2. Cansa-se com facilidade - Nem tanto mas sim, se falarmos em termos de paciência para continuar algo, canso-me facilmente. Mais uma vez, parar, respirar e retomar costumam funcionar comigo.
3. Dificuldade de concentração e freqüentes esquecimentos - Marca registada do Sr.Arms. Aliás, se Arms não fosse despistado e esquecido, Arms não seria Arms. Aqui, uma boa agenda e um bom diário (mesmo que seja um diário gráfico) ajuda. Ler livros e fazer palavras cruzadas também ajudam.
4. Irritabilidade - Completamente. Toda a gente diria que não mas sou facilmente irritável. Acontece que esforço-me para contrariar o sentimento sob o pretexto de que as pessoas não têm que levar com a minha irritabilidade se não têm culpa.
5. Tensão muscular - Ainda não aprendi a diminuir a tensão.
6. Dificuldade para adormecer ou sono insatisfatório - Pois, insónias. Outra coisa que ainda não consegui dominar.

Estas coisas funcionam comigo. Vai vendo as tuas reacções e a que reages e tenta reparar nas coisas que te fazem acalmar. Com tempo a ansiedade diminui. Não desaparece, mas pelo menos não trepas paredes.

P.S.: - Por acaso não era má ideia iniciar um tópico sobre este tema. Há algum moderador que pode transferir estes últimos posts num tópico específico?

I see Amrs. Eu sinto-me com esses sintomas... e claro está fico preocupado, aumenta-me a ansiedade. Uma das minhas características é perder facilmente o controlo; facilmente fico ansioso ou nervoso, e em situações de nervos extremos choro com facilidade. Irritabilidade então jasus!
O sono insatisfatório também se tem vindo a apresentar como factor... algo que não acontecia antes.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: android em 20.set.2008, 17:02:57
Eu também terei Ansiedade generalizada.  :-\ É uma questão de aprender a controlar possíveis ataques, como o Arms disse e muito bem.

Felizmente, faço-o sem recorrer a grande medicação e apenas tomando um ansiolítico de meses a meses, em momentos onde sinta que possa sentir uma tensão ainda maior, como vésperas de exames importantíssimos...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Arms em 20.set.2008, 18:17:03
Sim android. Eu diria, pelo que conheço de ti, tens uma pitada de ansiedade. Mas parece-me que até consegues controlar bem.

Uma parte do segredo é tentar não levar a ansiedade tão a peito. Isto é, não ficar a pensar muito no facto de se estar ansioso quando se dá um ataque de ansiedade. Brincar um bocado com o assunto... Não sei se o que digo tem lógica mas, se levares as coisas com um ar mais a brincar, as coisas tendem a ficar mais suaves. Pelo menos resulta comigo.

Dando um exemplo: quando fui à entrevista de trabalho do meu actual trabalho, tive um ataque de ansiedade. Para aliviar um pouco a tensão, porque estava a atingir um ponto em que já não iria controlar um bocado, aproveitei o facto do entrevistador me ter perguntado como me sentia. Respondi que me sentia um bocado nervoso e ansioso mas que era normal, um bocado na brincadeira. O entrevistador acho piada à minha sinceridade e tivemos um leve conversa e o ambiente ficou logo mais descontraído.

Pela minha lógica, quanto mais ficarmos a pensar no facto de estarmos ansiosos, mais sério se torna o ambiente à nossa volta e mais ansiosos nos tornamos. Se contribuirmos para alguma descontracção - por mínima que seja - o ambiente tende a ficar mais soft e nós menos stressados.

Bom, pelo menos tem dado resultado comigo.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: kat em 21.set.2008, 22:51:17
a ansiedade que sinto é tão extrema (o que me leva aos ataques de pânico) que os comprimidos não a controlam  :-\
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Joci em 28.nov.2008, 12:45:51
Tenho tanta ansiedade intensa!!! Tanto que meu coração não pára, nunca! Estou sempre sobre tensão... :'(
Alguém aqui já melhorou disto? ???
Será que tem cura? ???
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Driretlanii em 07.jan.2009, 10:32:08
Argghhh, vontade de gritar!!!  :'(

Maldita ansiedade!!!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: zerpp em 09.jan.2009, 14:22:09
Este ano tive imenso ataques de pânico e de ansiedade. Era uma coisa tão esquisita: primeiro sentia tudo à roda, depois entravam-me umas náuseas horríveis e depois tinha algo parecido a vertigens. Era horrível, não conseguia viajar de autocarro, não conseguia ir à Universidade, até que voltei ao psiquiatra e iniciei consultas numa psicóloga. Eu já pensava que tinha tudo e comecei a somatizar, o que é muito mau. Depois de uma série de exames recomendados pela minha médica assistente, descobri que não tinha nada, para além de um mastoidite, uma infecção do ouvido interno. O que é certo é que agora já estou melhorzito e tento controlar-me também. Entretanto comecei a dar-lhe no pazolan e no sedoxil, que me têm ajudado. Apesar de já ter cortado com o pazolam.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Interpol em 22.jan.2009, 22:00:19
Este ano tive imenso ataques de pânico e de ansiedade. Era uma coisa tão esquisita: primeiro sentia tudo à roda, depois entravam-me umas náuseas horríveis e depois tinha algo parecido a vertigens. Era horrível, não conseguia viajar de autocarro, não conseguia ir à Universidade, até que voltei ao psiquiatra e iniciei consultas numa psicóloga. Eu já pensava que tinha tudo e comecei a somatizar, o que é muito mau. Depois de uma série de exames recomendados pela minha médica assistente, descobri que não tinha nada, para além de um mastoidite, uma infecção do ouvido interno. O que é certo é que agora já estou melhorzito e tento controlar-me também. Entretanto comecei a dar-lhe no pazolan e no sedoxil, que me têm ajudado. Apesar de já ter cortado com o pazolam.

Há três anos atrás comecei a ter umas taquicardias inexplicáveis, suores, tonturas. Duravam minutos, mas começaram a afectar-me imenso. Deixei de ir a determinados sítios onde já me tinham dado estes ataques, evitava estar em sítios fechados, deixei até de ir ao cinema, andava sempre a pensarque ia morrer. Fui fazer uns exames, porque estava convencido que tinha um problema qualquer de coração...Resultado: Diagnosticaram-me síndrome de pânico. Basicamente queriam-me por a Victan (ansíolitico) e a cipralex (antidepressivo). Como sou da área, e sei que o primeiro vicia e o segundo tem efeitos secundários mais ou menos comuns decidi não tomar absolutamente nada. Cada vez que me dava um ataque obrigava-me a mim próprio a ficar no mesmo sítio. Lentamente deixaram de me dar ataques de pânico, e hoje em dia raramente penso neles. Já não tenho um ataque há possivelmente um ano.
Mas que são momentos de puro pânico...bem...isso são. Não os desejo a ninguém...Principalmente por todas as restrições que impõe à vida de uma pessoa, se ela se deixar controlar por eles...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Loser4ever em 23.jan.2009, 18:20:28
ui....eu e ataques de ansiedade aos montes...principalmente na escola....e de panico tambem...tenho de tomar medicaçao s.o.s nessas alturas....eu tenho medo de quase tudo,incluindo das pessoas....
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Mãe_triste em 23.jan.2009, 22:57:17
ui....eu e ataques de ansiedade aos montes...principalmente na escola....e de panico tambem...tenho de tomar medicaçao s.o.s nessas alturas....eu tenho medo de quase tudo,incluindo das pessoas....

Já foste a algum psicólogo?
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: repsol em 24.jan.2009, 20:00:19
ui....eu e ataques de ansiedade aos montes...principalmente na escola....e de panico tambem...tenho de tomar medicaçao s.o.s nessas alturas....eu tenho medo de quase tudo,incluindo das pessoas....


Já foste a algum psicólogo?


Era precisamente isso que eu ia perguntar...

Até porque a medicação s.o.s. ajuda no momento mas não resolve o problema. Talvez a melhor opção seja procurar ajuda psicológica (ou no âmbito da psiquiatria ou da psicologia) para ir ao cerne da questão e tentar perceber o porquê destes ataques de pânico e destes transtornos de ansiedade...

A rede ex aequo disponibiliza uma lista de psicoterapeutas "espalhados" pelo país: http://www.rea.pt/psicoterapeutas.html

Força... Procurar ajuda não é uma "vergonha" ou algo depreciativo, mas sim o caminho para voltar a encontrar equilíbrio e bem-estar  :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Karla em 02.fev.2009, 15:15:31
Bom eu tenho 23 anos, começei por ter ansiedade antes de algo especifico, depois passei a te la generalizada, fiquei hipocondriaca e neste momento sou aquilo que a psicologa chama de "quadro fobio/ansioso com hipocondria e depressão", é terrivel, so penso que vou morrer subitamente, nao descanso nada, acordo cansada, e durante o dia ando constatemente ansiosa nem sei de que e so me apetece tar em casa mas nunca sozinha senao passo me, não tenho gosto por nada e vivo em atrofio os meus dias, tento pensar que ira passar algum dia mas custa me viver assim, quem me dera ter um botão para mudar de frequencia e ficar bem e feliz...
Ando desesperada e tenho que esperar ate sexta para fazer avaliação na sexta e so depois começar o tratamento.
A medica nao me quer dar medicação mas eu nao creio que possa tratar o que tenho assim por mim, como é que faço isso se até agora só piorei?
O sol tb ha de nascer para mim..
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Loser4ever em 02.fev.2009, 15:27:49
Bom eu tenho 23 anos, começei por ter ansiedade antes de algo especifico, depois passei a te la generalizada, fiquei hipocondriaca e neste momento sou aquilo que a psicologa chama de "quadro fobio/ansioso com hipocondria e depressão", é terrivel, so penso que vou morrer subitamente, nao descanso nada, acordo cansada, e durante o dia ando constatemente ansiosa nem sei de que e so me apetece tar em casa mas nunca sozinha senao passo me, não tenho gosto por nada e vivo em atrofio os meus dias, tento pensar que ira passar algum dia mas custa me viver assim, quem me dera ter um botão para mudar de frequencia e ficar bem e feliz...
Ando desesperada e tenho que esperar ate sexta para fazer avaliação na sexta e so depois começar o tratamento.
A medica nao me quer dar medicação mas eu nao creio que possa tratar o que tenho assim por mim, como é que faço isso se até agora só piorei?
O sol tb ha de nascer para mim..




com a medicaçao tambem so andavas a dormir...acho que tambem nao e muito bom..falo por expriencia propria tomo cenas dessas todos os dias
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Karla em 02.fev.2009, 15:37:08
mas eu tenho um grande sofrimento, que nao passa..
eu tenho um filho com 2 anos e não quero ser assim, mas não tenho conseguido gerir isto nada bem, eu entro em panico se tiver sozinha e conduzir ate ao trabalho, fazer a minha vida normal é uma batalha tds os dias, e so penso que o meu corpo vai se cansar tanto que morro subitamente..
é uma dor enorme.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: zlz em 02.fev.2009, 17:01:04
Olá!

Eu namorei com a primeira rapariga, 1 ano e qlqr coisa, mas este ultimo relacionamento foi o mais longo e foi a rapariga que mais amei, amo e amarei! A verdade é que a mãe dela descbriu e foi contar a minha.

Os meus pais estão separados, sou filha unica e achei que seria uma desilusão para a minha mãe saber que seria lesbica ou mesmo bi... Achei que ia chorar muito, ou mesmo magoar-se bastanto, por causa daquelas coisas que todos nós sabemos, os netinhos e bla bla bla.

A verdade é que a mãe da minha namorada, foi entregar uma carta à minha mãe escrita pela minha namorada, a dizer coisas que se percebiam muito bem, desmenti até ao fim! Disse sempre que era mentira e a minha mãe acreditou-se sempre em mim e sempre adorou a minha namorada, mas como sendo minha melhor amiga!

A verdade é que considero-me mesmo lesbica! E terei de contar isto à minha mãe, mas o medo da reaccão dela, deixa-me à 'toa'...

Mas penso que ela vai reparando que tenho um comportamento estranho, desde não apresentar rapazes ou namorados, desde os telefonemas serem sempre de namorada etc...


Acho que so deves contar, quando te sentires preparada ou mesmo quando achares que é a altura e pensar claro nos teus pais!

Tenho amigas minhas que a mãe aceitou numa boa, já o pai não sabe!

*
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: GuyNextDoor em 18.jun.2009, 21:01:20
Ando ansioso por causa da vida que levei, e agora um pouco menos ou melhor, na actualidade.
Por vezes, ando confuso por desejar alguém mas também tenho aquele receio... afinal, o que passei não é assim tão fácil como passar uma borracha por cima da situação.
Outras vezes, alguma entrave em conhecer alguém... bom, penso que já mencionei o motivo (ou desculpem quem não entenderá logo de momento).
É um facto pois preciso de algum apoio ou ajuda, ainda.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: .away. em 09.mar.2010, 23:29:31
Não me lembro de andar tão ansiosa como agora. Ataques de pânico acho k ainda não tive mas às vezes tenho a sensação que vou levantar voo. não sei que raio é isso mas acontece kd estou sentadinha a pensar no "bicho" que adoro mas que tanto me atormenta k é a faculdade. não há um segundo em que eu não esteja preocupada com alguma coisa. quando não é uma cadeira é outra! não consigo obter satisfação com rigorosamente nada e nos poucos tempinhos livres que tenho, nem que esteja na esplanada, estou a pensar na faculdade
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: estrela_cadente em 09.mar.2010, 23:40:51
Sim, é um mal que tenho sofrido ultimamente derivado a um conjunto de preocupações...
Às vezes até me custa respirar...  :(

Dizem que com os anos e a maturidade, as pessoas tendem a diminuir a ansiedade e aprendem a ter mais calma... Mas não creio, acho mesmo que depende muito de cada pessoa e da sua vida e das preocupações em si.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: .away. em 09.mar.2010, 23:44:20
depende da pessoa, da conjuntura em k está inserida e basicamente...de tudo. eu andei um tempo em k simplesmente me abstraía com a maior facilidade dakilo k me preocupava. deixava andar...divertia-me, não pensava, aproveitava os segundinhos da vida com a maior descontracção e quando era tempo de agir...agia! e conseguia ultrapassar todos os males. agora ando assim...parece k já nem me conheço :S
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: daemon em 10.mar.2010, 01:06:02
Sim, sem sombra de duvida que com a idade se vai aprendendo a gerir emoções e situações.

Não me lembro de andar tão ansiosa como agora. Ataques de pânico acho k ainda não tive mas às vezes tenho a sensação que vou levantar voo. não sei que raio é isso mas acontece kd estou sentadinha a pensar no "bicho" que adoro mas que tanto me atormenta k é a faculdade. não há um segundo em que eu não esteja preocupada com alguma coisa. quando não é uma cadeira é outra! não consigo obter satisfação com rigorosamente nada e nos poucos tempinhos livres que tenho, nem que esteja na esplanada, estou a pensar na faculdade

Isso é perfeitamente normal e eu sei bem o que sentes. Mas quando entrares no mundo do trabalho garanto-te que essas preocupações vão-re parecer bem pequeninas quando comparadas com aquelas que te vais deparar...
É bom que te preocupes com a faculdade e com as cadeiras. Mas lembra-te sempre de uma coisa: o tempo da faculdade vai ser o melhor da tua vida por isso aproveita-o :) se deixares alguma cadeira para trás para o ano há mais!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: blackamori em 18.mar.2010, 16:38:15
ola boa tarde a todos eu tambem penso que sofro de ansiedade .desde ha 1 ano para ca que nao sou a mesma tive um bebe por cesariana e ao fim de 3 meses de o ter tudo me acontece desde dores no peito,tremores,faltade ar palpitaçoes medos pensamentos negatives ate melodias  sinto a tocar na cabeça e horrivel nunca mais fui a mesma nao me sinto bem sinto uma afliçao dentro de mim nunca me sinto feliz comigo propria .se me podessem ajudar ficava vos gratos obrigado
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: JoanaWildy em 19.mar.2010, 00:20:14
Já tive um ataque de ansiedade uma vez e pumba,la fui eu pro hospital... foi uma aflicção...never more!!
Tento controlar mas nem sp dá!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Janica em 19.mar.2010, 01:01:18
ola boa tarde a todos eu tambem penso que sofro de ansiedade .desde ha 1 ano para ca que nao sou a mesma tive um bebe por cesariana e ao fim de 3 meses de o ter tudo me acontece desde dores no peito,tremores,faltade ar palpitaçoes medos pensamentos negatives ate melodias  sinto a tocar na cabeça e horrivel nunca mais fui a mesma nao me sinto bem sinto uma afliçao dentro de mim nunca me sinto feliz comigo propria .se me podessem ajudar ficava vos gratos obrigado

Se fosse a ti procurava falar com o/a médico(a) que acompanhou a gravidez ou até mesmo com um psicologo. Isso talvez não seja "simples" ansiedade mas sim depressão pós-parto. São mais comuns do que se julga e precisam de acompanhamento clínico - não só pelo bem estar da mãe como também pelo do bebé.
Título: Ansiedade vs depressão
Enviado por: kikinho2122 em 31.mar.2010, 00:21:05
Alguém sofre deste mal? eu desde que fui para a faculdade comecei a ter ataques de pânico e agora depressão.
Perdi o gosto pela vida; gostava de fazer amizades por aqui; pessoal que me compreenda e não julgue.
Não encontro ng "gay" como eu que tb sofra deste distúrbio!.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: be free em 03.abr.2010, 18:42:49
Quando entrei pela primeira vez no secundário senti uma especie de "abalão" que me deixou mesmo em baixo. Não sei o que aconteceu, que comecei também a ter os meus ataques de pânico (nunca antes tinha tido) e andei um período, praticamente o ano todo, com altos e baixos - mais baixos que altos sinceramente  :-\).

Como tu, também perdi o interesse por tudo o que antes me chamava a atenção, me motivava e emocionava. Vivia cada dia como a "planar", sem objectivos, sem motivações, nada. Tudo era negro, silêncio, desespero para mim. Foi um período horrível. Andava sempre em baixo. Agora já não me sinto assim, sinto-me muito melhor e já não verifico aquelas sensação enormes de tristeza que tinha otrora, ainda bem. No entanto, tenho sempre um certo receio que esses sentimentos voltem.

Em relação às pessoas, também me comecei a distanciar, não sei bem porque. Sentia-me distante, distante da pessoa que costumava ser...não sentia que pertencia no mundo em que vivia, nada me captava, não tinha os mesmos interesses e não conseguia identificar-me completamente ou parcialmente com alguém. Com os meus próprios amigos! Sei que os magoei e arrependo-me disso. Eles fartavam-se de me perguntar o que se passava, mas eu dizia sempre "nada", nem eu sabia o que se passava. Foi nesse ano também, que comecei a questionar a minha orientação sexual, ou melhor, a ter uma maior consciência dela...Sou bissexual. Nunca falei sobre isto a nenhum dos meus amigos, pois tinha medo das suas reacções, que sentissem nojo, repulsa, e que se afastassem enfim. Por outro lado, grande parte de mim sabia (e sabe) que não devia contar da minha bissexualidade à maior parte das pessoas a quem chamava e ainda chamo "amigos" pois tenho plena consciência que só iam condenar. Via (e vejo) isto através de suas acções e comentários sobre pessoas com orientação sexual distinta. Isto ainda acontece todos os dias. Enerva-me mesmo,  enfim. Porém foi nesse mesmo ano que descobri aqui o Fórum, um lugar onde eu finalmente podia expresasar as minhas dúvidas e tudo o que eu estava a sentir. Foi uma grande forma de escape/desabafo. Senti-me como já ha muito não me sentia. Como se finalmente tivesse encontrado um lugar onde me sentia bem, compreendida. Já não precisava de ter receio do que os outros pensavam de mim pois aqui encontrava pessoas que me compreendiam, que talvez se sentiam da mesma forma que eu. Vá, aqui é como se estivesse em "casa"  ;D.

Com todo este plavreado quero dizer que não necessitas de ter medo de ser julgado. Nada disso. Ninguém está aqui para julgar, mas para apoiar. Mais nada. É um sitio onde te podes relacionar com pessoas e passar um bom momento, só isso.

Por isso tem calma, sem dúvida que vais fazer belas amizades por aqui.  ;)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: .away. em 03.abr.2010, 19:37:36
tenho andado assim ultimamente. parece k não pertenço a nada. a faculdade tem-me dado cabo da cabeça e muitas coisas que me davam satisfação (a nivel de lazer, a nivel de relações interpessoais, comunicações, etc) já não são a mesma coisa. às vezes só de pensar em meter os pés na faculdade só me apetece trancar-me no quartinho a dormir. é uma fase...espero.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Kraken em 03.abr.2010, 20:47:17
Caro Kikinho,

Antes de mais, bem-vindo ao fórum! Aqui não há julgamentos, antes pelo contrário, há apoio! Aqui sentir-te-ás bem, encontrarás pessoas com quem te irás identificar e/ou trocar impressões. Encontrarás respostas às tuas possíveis dúvidas e receios, como esses que dizes. Creio que seja apenas o choque da entrada para a faculdade, se entraste este ano como eu, eu sei o que isso é, e não há motivos para preocupações...

"everything is gonna be alright"
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Kyku em 08.abr.2010, 03:15:53
Eu estou na mesma situação nos últimos tempos...
Tudo aquilo que me dava prazer (dançar, cinema, sair, etc etc) simplesmente desapareceu, nao tenhu vontade de fazer NADA.
Não me interesso pela escola, e só de pensar nela dá-me dores de cabeça!

Os meus amigos preocupam-se comigo, e eu sinto isso, mas ao mesmo tempo já nem eles me fazem 'feliz'.
Sinto que tou farto deles todos =(   
Ás vezes dou comigo a pensar: 'Tás-te a passar? São meus amigos, eu gosto deles!'
Mas não consigo, só me apetece tar sozinho mesmo.

No fundo, acho que tou farto de tudo, não só dos amigos.
Tou farto da família, da escola...  =(

Não sei mesmo o que fazer pa passar esta fase! Ás vezes parece que tou a melhorar mas no dia seguinte volta ao mesmo. --'
Tenhu uma consulta marcada, pa ver se me receitam uns anti-depressivos ou alguma coisa a ver se melhoro.

Btw, é o meu primeiro post. Inscrevi-me hoje e pelo que vi, vou ficar! =)
Cumps.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: sugar em 08.abr.2010, 03:17:36
Precisas mais do que nunca de uma grande FORÇA interior para ultrapassar isso

As melhoras :-*
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Back Room em 09.abr.2010, 04:19:31
Eu estou na mesma situação nos últimos tempos...
Tudo aquilo que me dava prazer (dançar, cinema, sair, etc etc) simplesmente desapareceu, nao tenhu vontade de fazer NADA.
Não me interesso pela escola, e só de pensar nela dá-me dores de cabeça!

Os meus amigos preocupam-se comigo, e eu sinto isso, mas ao mesmo tempo já nem eles me fazem 'feliz'.
Sinto que tou farto deles todos =(   
Ás vezes dou comigo a pensar: 'Tás-te a passar? São meus amigos, eu gosto deles!'
Mas não consigo, só me apetece tar sozinho mesmo.

No fundo, acho que tou farto de tudo, não só dos amigos.
Tou farto da família, da escola...  =(

Não sei mesmo o que fazer pa passar esta fase! Ás vezes parece que tou a melhorar mas no dia seguinte volta ao mesmo. --'
Tenhu uma consulta marcada, pa ver se me receitam uns anti-depressivos ou alguma coisa a ver se melhoro.

Btw, é o meu primeiro post. Inscrevi-me hoje e pelo que vi, vou ficar! =)
Cumps.

Continua a procurar coisas que te dêem prazer.

Mesmo que não encontres, faz força, tudo passa. :)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: caires em 10.abr.2010, 01:19:35
É curioso que depois de ler os vossos comentários eu também tive um período assim... no 10.º e 11.º, mas nunca pensei que fosse por causa da minha orientação sexual... curiosamente foram nesses períodos que me descobri. Se calhar esteve mesmo relacionado.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Kyku em 11.abr.2010, 15:28:32
Pode ser que tenha a ver, mas tb pode ser que não...
Eu já 'me descobri' há bastante tempo, mas só agora é que isto me aconteceu, e tenhu a certeza que não tem a ver com eu ser bi.

=S

Acho mesmo que tou farto de tudo, não sei porquê, gostava de saber.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _tiago_ em 12.abr.2010, 23:36:34
Quando entrei pela primeira vez no secundário senti uma especie de "abalão" que me deixou mesmo em baixo. Não sei o que aconteceu, que comecei também a ter os meus ataques de pânico (nunca antes tinha tido) e andei um período, praticamente o ano todo, com altos e baixos - mais baixos que altos sinceramente  :-\).

Como tu, também perdi o interesse por tudo o que antes me chamava a atenção, me motivava e emocionava. Vivia cada dia como a "planar", sem objectivos, sem motivações, nada. Tudo era negro, silêncio, desespero para mim. Foi um período horrível. Andava sempre em baixo. Agora já não me sinto assim, sinto-me muito melhor e já não verifico aquelas sensação enormes de tristeza que tinha otrora, ainda bem. No entanto, tenho sempre um certo receio que esses sentimentos voltem.

Em relação às pessoas, também me comecei a distanciar, não sei bem porque. Sentia-me distante, distante da pessoa que costumava ser...não sentia que pertencia no mundo em que vivia, nada me captava, não tinha os mesmos interesses e não conseguia identificar-me completamente ou parcialmente com alguém. Com os meus próprios amigos! Sei que os magoei e arrependo-me disso. Eles fartavam-se de me perguntar o que se passava, mas eu dizia sempre "nada", nem eu sabia o que se passava. Foi nesse ano também, que comecei a questionar a minha orientação sexual, ou melhor, a ter uma maior consciência dela...Sou bissexual. Nunca falei sobre isto a nenhum dos meus amigos, pois tinha medo das suas reacções, que sentissem nojo, repulsa, e que se afastassem enfim. Por outro lado, grande parte de mim sabia (e sabe) que não devia contar da minha bissexualidade à maior parte das pessoas a quem chamava e ainda chamo "amigos" pois tenho plena consciência que só iam condenar. Via (e vejo) isto através de suas acções e comentários sobre pessoas com orientação sexual distinta. Isto ainda acontece todos os dias. Enerva-me mesmo,  enfim. Porém foi nesse mesmo ano que descobri aqui o Fórum, um lugar onde eu finalmente podia expresasar as minhas dúvidas e tudo o que eu estava a sentir. Foi uma grande forma de escape/desabafo. Senti-me como já ha muito não me sentia. Como se finalmente tivesse encontrado um lugar onde me sentia bem, compreendida. Já não precisava de ter receio do que os outros pensavam de mim pois aqui encontrava pessoas que me compreendiam, que talvez se sentiam da mesma forma que eu. Vá, aqui é como se estivesse em "casa"  ;D.

Com todo este plavreado quero dizer que não necessitas de ter medo de ser julgado. Nada disso. Ninguém está aqui para julgar, mas para apoiar. Mais nada. É um sitio onde te podes relacionar com pessoas e passar um bom momento, só isso.

Por isso tem calma, sem dúvida que vais fazer belas amizades por aqui.  ;)


Post lindo e que nos faz lembrar qual deve ser o espírito neste fórum! :up :) :)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 14.abr.2010, 09:43:40
Alguém sofre deste mal? eu desde que fui para a faculdade comecei a ter ataques de pânico e agora depressão.
Perdi o gosto pela vida; gostava de fazer amizades por aqui; pessoal que me compreenda e não julgue.
Não encontro ng "gay" como eu que tb sofra deste distúrbio!.

I am...alias eu estou medicado até aos cabelos....  :-X

Que andas a tomar? (se não for indiscrição...  ;))
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: corema em 14.abr.2010, 10:20:24
Alguém sofre deste mal? eu desde que fui para a faculdade comecei a ter ataques de pânico e agora depressão.
Perdi o gosto pela vida; gostava de fazer amizades por aqui; pessoal que me compreenda e não julgue.
Não encontro ng "gay" como eu que tb sofra deste distúrbio!.


O distúrbio de pânico é muito mais comum do que possas imaginar. Além de que afecta tudo e todos independentemente da sua orientação sexual. Eu tenho agorafobia e um distúrbio de pânico que surgiu exactamente na altura da faculdade, no 3 ano. Importante mesmo é procurares a ajuda de um profissional.
Neste fórum existe já um tópico bastante desenvolvido sobre esta temática que acredito te possa ser útil, " Medos, Ansiedade, Hipocondria, Ataques de Panico e outros males!": http://www.rea.pt/forum/index.php?topic=12082.0 (https://www.rea.pt/forum/index.php?topic=12082.0)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 14.abr.2010, 18:47:44
Alguém sofre deste mal? eu desde que fui para a faculdade comecei a ter ataques de pânico e agora depressão.
Perdi o gosto pela vida; gostava de fazer amizades por aqui; pessoal que me compreenda e não julgue.
Não encontro ng "gay" como eu que tb sofra deste distúrbio!.

I am...alias eu estou medicado até aos cabelos....  :-X

Quem andas a tomar? (se não for indiscrição...  ;))

Não sei quais são os seus hábitos, mas eu não costumo tomar pessoas.  :P
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 14.abr.2010, 20:19:34
Alguém sofre deste mal? eu desde que fui para a faculdade comecei a ter ataques de pânico e agora depressão.
Perdi o gosto pela vida; gostava de fazer amizades por aqui; pessoal que me compreenda e não julgue.
Não encontro ng "gay" como eu que tb sofra deste distúrbio!.

I am...alias eu estou medicado até aos cabelos....  :-X

Quem andas a tomar? (se não for indiscrição...  ;))

Não sei quais são os seus hábitos, mas eu não costumo tomar pessoas.  :P

Num tescapa nada blah!  :P :)

Alguém sofre deste mal? eu desde que fui para a faculdade comecei a ter ataques de pânico e agora depressão.
Perdi o gosto pela vida; gostava de fazer amizades por aqui; pessoal que me compreenda e não julgue.
Não encontro ng "gay" como eu que tb sofra deste distúrbio!.

I am...alias eu estou medicado até aos cabelos....  :-X

Quem andas a tomar? (se não for indiscrição...  ;))

Ora, como para alem de depressão ando com tremores foi-me receitado o seguinte:

Manhã:

1 cp Depakine 300mg (ácido valproico + valproato sódio) -> estabilizador de humor
1 cp Cymbalta 60mg (duloxetina) -> anti depressivo
1 cp Alprazolam 0.5mg -> ansiolitico
1 cp Inderal 40mg (propanolol) -> beta bloqueador para n tremer

Almoço:

1 cp Inderal 40mg (propanolol) -> beta bloqueador para n tremer

Jantar:

1 cp Inderal 40mg (propanolol) -> beta bloqueador para n tremer
2 cp Alprazolam 0.5mg -> ansiolitico

e mesmo assim ainda tremo das mãos....  :-X :-\ mas também ando com desequilibro hormonal. FSH, LH, DHEA, Andronestediona, TSH elevados.

Abraços,

Rfthunder.

P.S: O ano passado tive o mesmo desiquilibrio hormonal mas a depressão era mais fóbica de maneira que andava com:

1 cp citalopram 20mg (anti depressivo)
1 cp lamotrigina 100mg (estabilizador humor)

mas tb a falta de paciência para as pessoas e dar-me com pessoas com quem não devia que ainda provaram ser mais desiquilibradas que eu e o ambiente que levo também não ajuda....  :-\

Uma dose!!!  :o

Porque te mudaram o antidepressivo?
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 14.abr.2010, 22:36:52
Estás a ter consultas com um psicologo? é que tomar comprimidos sem psicoterapia é como por um penso sem desinfectar a ferida.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Tinker Bell em 15.abr.2010, 11:19:00
Este topico interessou-me visto, eu há 10anos sofri uma profunda depressão por motivos familiares... nessa altura nunca imaginaria ser bi..com o passar dos anos melhorei com ajudas de psicologos mas há 4anos kando entrei pa faculdade entrei numa depressao profunda...tomei medicamentos e um dia acordei e disse "basta" para mim mesma...deixei os farmacos sozinha..as crises de depressao nunca me deixaram e os medos tambem n...ate k conheci a minha parceira (foi cm ela k descobri k era bi  :) )e ela falou-m (cm medo d a descriminar) k sofria d crises de panico...desd k estamos juntas sao raras as crises dela...levei-a a fazer meditação (como já fazia há alguns meses antes d a conhecer, k me ajudou) e tentar falar..cd dia k paxa é uma nova meta para ela alcançada...ela n fala mas eu sinto no olhar dela... tnh mt orgulho nela.. :)
nc imaginei haver ttas pexoas...e fiko contente porque assim busco tecnicas para mim e para ela (k kr ver livre dexe "pesadelo")
vou-lhe dizer pa vir aki pa falar..pk acima d td..somos tds iguais...e ng está sozinho..ela tem-me a mim, eu a ela e a voces tds k nos entendem mais dok ng...
é bom fazer parte desta familia... :)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 15.abr.2010, 20:11:41
Este topico interessou-me visto, eu há 10anos sofri uma profunda depressão por motivos familiares... nessa altura nunca imaginaria ser bi..com o passar dos anos melhorei com ajudas de psicologos mas há 4anos kando entrei pa faculdade entrei numa depressao profunda...tomei medicamentos e um dia acordei e disse "basta" para mim mesma...deixei os farmacos sozinha..as crises de depressao nunca me deixaram e os medos tambem n...ate k conheci a minha parceira (foi cm ela k descobri k era bi  :) )e ela falou-m (cm medo d a descriminar) k sofria d crises de panico...desd k estamos juntas sao raras as crises dela...levei-a a fazer meditação (como já fazia há alguns meses antes d a conhecer, k me ajudou) e tentar falar..cd dia k paxa é uma nova meta para ela alcançada...ela n fala mas eu sinto no olhar dela... tnh mt orgulho nela.. :)
nc imaginei haver ttas pexoas...e fiko contente porque assim busco tecnicas para mim e para ela (k kr ver livre dexe "pesadelo")
vou-lhe dizer pa vir aki pa falar..pk acima d td..somos tds iguais...e ng está sozinho..ela tem-me a mim, eu a ela e a voces tds k nos entendem mais dok ng...
é bom fazer parte desta familia... :)

Mesmo! Problemas de pânico são extremamente comuns e é assustador ouvir-se falar tão pouco de isso!

E é tão mas TÃO traumático... Eu não conheço nada pior do que um ataque de pânico. É das experiências mais violentas e marcantes por que se pode passar.  :(

Estás a ter consultas com um psicologo? é que tomar comprimidos sem psicoterapia é como por um penso sem desinfectar a ferida.

Médio! Se panicas porque estás em exames, drogares-te fortemente até acabarem os exames pode ser suficiente.  :P
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 16.abr.2010, 16:55:18
Estás a ter consultas com um psicologo? é que tomar comprimidos sem psicoterapia é como por um penso sem desinfectar a ferida.

Médio! Se panicas porque estás em exames, drogares-te fortemente até acabarem os exames pode ser suficiente.  :P

Vingativo o senhor, hã? :P Eu estava a falar com o rfthunder.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Soueu20 em 17.abr.2010, 01:49:12
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer... 

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 17.abr.2010, 16:27:11
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer... 

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X

Diazepam todos os dias?

Uma amiga minha toma dormicum todos os dias com um copo de vinho.  :P
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 17.abr.2010, 20:12:39
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer... 

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X

Diazepam todos os dias?

Uma amiga minha toma dormicum todos os dias com um copo de vinho.  :P

Tinto? Diz que o vinho tinto faz bem às mulheres. Tem anti-oxidantes e não sei que pelo que se deve beber um copo por dia. A tua amiga é uma mocinha muito saudável. :P
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Soueu20 em 18.abr.2010, 13:47:08
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer...  

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X

Boas,

Para o teu caso o Citalopram 20mg é indicado. Diazepam 0.5mg não faz nada. Tens de ver isso rapaz porque isso da depressão agrava. O citalopram tira-te as fobias. Falo por experiência própria... Eu era anti psiquiatras e anti comprimidos mas tive mesmo de recorrer a estes... Eu por exemplo não podia ver raparigas na TV ou estar rodeado de raparigas que entrava em pânico sufocava e quase que desmaiava e entrava em obcessividade coisa que eu nunca fui assim..... Em relação ao diazepam só começa a ter algum efeito a partir das 5 a 10 mg e mesmo assim....

Abraços.

Eu já andei numa psicóloga, ate foi bom, mas para falar falo com os meus amigos ate tenho mais confiança... E gastar todas as semanas 40 euros (sim ate era bastante em conta) não conjugava com o meu escasso orçamento visto que sou estudante.

O diazepam faz imenso mal, porque dá cabo da nossa memoria a curto prazo... O medico disse que eu devia parar imediatamente a toma devido a que os danos poderiam ser irreversíveis... Mas sem o diazepam não durmo...  :( :'(
Eu tomo 0.5 mg, e causam-me um elevado relaxamento, com 10mg acho que dormia por 24 horas seguidas...

As vezes sei que é efeito placebo visto que já estou completamente vacinado contra o diazepam... Mas pronto...

Em relação ao Stilnox ou Dormicum com vinho, nem comento.

O stilnox e o dormicum são dos hipnoticos mais fortes que temos no mercado...  Se ficamos dependentes deles esqueçam que já não dormem mais a não ser com anestesias gerais...

Mas com vinho?

Meu rico figado...
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 18.abr.2010, 14:00:42
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer...  

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X

Boas,

Para o teu caso o Citalopram 20mg é indicado. Diazepam 0.5mg não faz nada. Tens de ver isso rapaz porque isso da depressão agrava. O citalopram tira-te as fobias. Falo por experiência própria... Eu era anti psiquiatras e anti comprimidos mas tive mesmo de recorrer a estes... Eu por exemplo não podia ver raparigas na TV ou estar rodeado de raparigas que entrava em pânico sufocava e quase que desmaiava e entrava em obcessividade coisa que eu nunca fui assim..... Em relação ao diazepam só começa a ter algum efeito a partir das 5 a 10 mg e mesmo assim....

Abraços.

Eu já andei numa psicóloga, ate foi bom, mas para falar falo com os meus amigos ate tenho mais confiança... E gastar todas as semanas 40 euros (sim ate era bastante em conta) não conjugava com o meu escasso orçamento visto que sou estudante.

O diazepam faz imenso mal, porque dá cabo da nossa memoria a curto prazo... O medico disse que eu devia parar imediatamente a toma devido a que os danos poderiam ser irreversíveis... Mas sem o diazepam não durmo...  :( :'(
Eu tomo 0.5 mg, e causam-me um elevado relaxamento, com 10mg acho que dormia por 24 horas seguidas...

As vezes sei que é efeito placebo visto que já estou completamente vacinado contra o diazepam... Mas pronto...

Em relação ao Stilnox ou Dormicum com vinho, nem comento.

O stilnox e o dormicum são dos hipnoticos mais fortes que temos no mercado...  Se ficamos dependentes deles esqueçam que já não dormem mais a não ser com anestesias gerais...

Mas com vinho?

Meu rico figado...


 lol Essa minha amiga é mesmo assim........ Mulher do norte!

Quanto a essa das benzodiazepinas e dos danos irreversíveis: TRETA! Ele leu isso num livrinho da faculdade mas ignora todas as análises e meta análises que têm sido feitas. A minha tia toma Xanax todos os dias há décadas e tem uma cátedra.  :P Claro que se puderes não tomar, melhor! Mas os efeitos não são assim tão perniciosos, sobretudo numa dose como a tua. Mas porque não dormes? Se for por ansiedade talvez fosse mesmo melhor tomares um SSRI por uns meses que já ninguém diz ter esses supostos efeitos!

Spoiler (clica para mostrar/esconder)

A tua faculdade não tem serviços médicos? A UP oferece-te terapia se precisares! Só tens de ir a um dos centros e marcar! És visto por um psiquiatra que provavelmente é professor numa das faculdades de medicina e depois eventualmente por um psicoterapeuta.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Soueu20 em 18.abr.2010, 14:13:46
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer...  

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X

Boas,

Para o teu caso o Citalopram 20mg é indicado. Diazepam 0.5mg não faz nada. Tens de ver isso rapaz porque isso da depressão agrava. O citalopram tira-te as fobias. Falo por experiência própria... Eu era anti psiquiatras e anti comprimidos mas tive mesmo de recorrer a estes... Eu por exemplo não podia ver raparigas na TV ou estar rodeado de raparigas que entrava em pânico sufocava e quase que desmaiava e entrava em obcessividade coisa que eu nunca fui assim..... Em relação ao diazepam só começa a ter algum efeito a partir das 5 a 10 mg e mesmo assim....

Abraços.

Eu já andei numa psicóloga, ate foi bom, mas para falar falo com os meus amigos ate tenho mais confiança... E gastar todas as semanas 40 euros (sim ate era bastante em conta) não conjugava com o meu escasso orçamento visto que sou estudante.

O diazepam faz imenso mal, porque dá cabo da nossa memoria a curto prazo... O medico disse que eu devia parar imediatamente a toma devido a que os danos poderiam ser irreversíveis... Mas sem o diazepam não durmo...  :( :'(
Eu tomo 0.5 mg, e causam-me um elevado relaxamento, com 10mg acho que dormia por 24 horas seguidas...

As vezes sei que é efeito placebo visto que já estou completamente vacinado contra o diazepam... Mas pronto...

Em relação ao Stilnox ou Dormicum com vinho, nem comento.

O stilnox e o dormicum são dos hipnoticos mais fortes que temos no mercado...  Se ficamos dependentes deles esqueçam que já não dormem mais a não ser com anestesias gerais...

Mas com vinho?

Meu rico figado...


 lol Essa minha amiga é mesmo assim........ Mulher do norte!

Quanto a essa das benzodiazepinas e dos danos irreversíveis: TRETA! Ele leu isso num livrinho da faculdade mas ignora todas as análises e meta análises que têm sido feitas. A minha tia toma Xanax todos os dias há décadas e tem uma cátedra.  :P Claro que se puderes não tomar, melhor! Mas os efeitos não são assim tão perniciosos, sobretudo numa dose como a tua. Mas porque não dormes? Se for por ansiedade talvez fosse mesmo melhor tomares um SSRI por uns meses que já ninguém diz ter esses supostos efeitos!

Spoiler (clica para mostrar/esconder)

A tua faculdade não tem serviços médicos? A UP oferece-te terapia se precisares! Só tens de ir a um dos centros e marcar! És visto por um psiquiatra que provavelmente é professor numa das faculdades de medicina e depois eventualmente por um psicoterapeuta.

 :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o

Lol... Se ja pensei? Claro, mas a mim oi efeito é o contrario... É como se tomasse dois cafes...  :'(



Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 18.abr.2010, 14:47:49
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer...  

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X

Boas,

Para o teu caso o Citalopram 20mg é indicado. Diazepam 0.5mg não faz nada. Tens de ver isso rapaz porque isso da depressão agrava. O citalopram tira-te as fobias. Falo por experiência própria... Eu era anti psiquiatras e anti comprimidos mas tive mesmo de recorrer a estes... Eu por exemplo não podia ver raparigas na TV ou estar rodeado de raparigas que entrava em pânico sufocava e quase que desmaiava e entrava em obcessividade coisa que eu nunca fui assim..... Em relação ao diazepam só começa a ter algum efeito a partir das 5 a 10 mg e mesmo assim....

Abraços.

Eu já andei numa psicóloga, ate foi bom, mas para falar falo com os meus amigos ate tenho mais confiança... E gastar todas as semanas 40 euros (sim ate era bastante em conta) não conjugava com o meu escasso orçamento visto que sou estudante.

O diazepam faz imenso mal, porque dá cabo da nossa memoria a curto prazo... O medico disse que eu devia parar imediatamente a toma devido a que os danos poderiam ser irreversíveis... Mas sem o diazepam não durmo...  :( :'(
Eu tomo 0.5 mg, e causam-me um elevado relaxamento, com 10mg acho que dormia por 24 horas seguidas...

As vezes sei que é efeito placebo visto que já estou completamente vacinado contra o diazepam... Mas pronto...

Em relação ao Stilnox ou Dormicum com vinho, nem comento.

O stilnox e o dormicum são dos hipnoticos mais fortes que temos no mercado...  Se ficamos dependentes deles esqueçam que já não dormem mais a não ser com anestesias gerais...

Mas com vinho?

Meu rico figado...


 lol Essa minha amiga é mesmo assim........ Mulher do norte!

Quanto a essa das benzodiazepinas e dos danos irreversíveis: TRETA! Ele leu isso num livrinho da faculdade mas ignora todas as análises e meta análises que têm sido feitas. A minha tia toma Xanax todos os dias há décadas e tem uma cátedra.  :P Claro que se puderes não tomar, melhor! Mas os efeitos não são assim tão perniciosos, sobretudo numa dose como a tua. Mas porque não dormes? Se for por ansiedade talvez fosse mesmo melhor tomares um SSRI por uns meses que já ninguém diz ter esses supostos efeitos!

Spoiler (clica para mostrar/esconder)

A tua faculdade não tem serviços médicos? A UP oferece-te terapia se precisares! Só tens de ir a um dos centros e marcar! És visto por um psiquiatra que provavelmente é professor numa das faculdades de medicina e depois eventualmente por um psicoterapeuta.

 :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o

Lol... Se ja pensei? Claro, mas a mim oi efeito é o contrario... É como se tomasse dois cafes...  :'(





Experimenta: beber chá de camomila, de valeriana e outros do género.

Dormir com a janela aberta.

Pôr uma série tipo Poirot na televisão e apagar a luz.

Lêr um livro numa língua que fales mas não domines.

São as minhas técnicas.  :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Soueu20 em 18.abr.2010, 15:01:34
Eu sou agorafobico, tenho panico de estar no meio de multidoes...

No bairro alto á noite, ou no metro sofro imenso... Começa a faltar me o ar... Começo a transpirar que nem um "cavalo", a esocrrer suor pela testa ate mais não, para não falar do resto do corpo...
Fico com tonturas, e uma vontade enorme de desaparecer...  

Não tomo nada em relação a isso...
Sofro de depressão cronica, não tomo nada pke não quero, mas tomo Diazepam 0.5mg para domir... E em casos dramaticos o stilnox ou o dormicum...

De resto aqui vou andando  :-X

Boas,

Para o teu caso o Citalopram 20mg é indicado. Diazepam 0.5mg não faz nada. Tens de ver isso rapaz porque isso da depressão agrava. O citalopram tira-te as fobias. Falo por experiência própria... Eu era anti psiquiatras e anti comprimidos mas tive mesmo de recorrer a estes... Eu por exemplo não podia ver raparigas na TV ou estar rodeado de raparigas que entrava em pânico sufocava e quase que desmaiava e entrava em obcessividade coisa que eu nunca fui assim..... Em relação ao diazepam só começa a ter algum efeito a partir das 5 a 10 mg e mesmo assim....

Abraços.

Eu já andei numa psicóloga, ate foi bom, mas para falar falo com os meus amigos ate tenho mais confiança... E gastar todas as semanas 40 euros (sim ate era bastante em conta) não conjugava com o meu escasso orçamento visto que sou estudante.

O diazepam faz imenso mal, porque dá cabo da nossa memoria a curto prazo... O medico disse que eu devia parar imediatamente a toma devido a que os danos poderiam ser irreversíveis... Mas sem o diazepam não durmo...  :( :'(
Eu tomo 0.5 mg, e causam-me um elevado relaxamento, com 10mg acho que dormia por 24 horas seguidas...

As vezes sei que é efeito placebo visto que já estou completamente vacinado contra o diazepam... Mas pronto...

Em relação ao Stilnox ou Dormicum com vinho, nem comento.

O stilnox e o dormicum são dos hipnoticos mais fortes que temos no mercado...  Se ficamos dependentes deles esqueçam que já não dormem mais a não ser com anestesias gerais...

Mas com vinho?

Meu rico figado...


 lol Essa minha amiga é mesmo assim........ Mulher do norte!

Quanto a essa das benzodiazepinas e dos danos irreversíveis: TRETA! Ele leu isso num livrinho da faculdade mas ignora todas as análises e meta análises que têm sido feitas. A minha tia toma Xanax todos os dias há décadas e tem uma cátedra.  :P Claro que se puderes não tomar, melhor! Mas os efeitos não são assim tão perniciosos, sobretudo numa dose como a tua. Mas porque não dormes? Se for por ansiedade talvez fosse mesmo melhor tomares um SSRI por uns meses que já ninguém diz ter esses supostos efeitos!

Spoiler (clica para mostrar/esconder)

A tua faculdade não tem serviços médicos? A UP oferece-te terapia se precisares! Só tens de ir a um dos centros e marcar! És visto por um psiquiatra que provavelmente é professor numa das faculdades de medicina e depois eventualmente por um psicoterapeuta.

 :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o :o

Lol... Se ja pensei? Claro, mas a mim oi efeito é o contrario... É como se tomasse dois cafes...  :'(





Experimenta: beber chá de camomila, de valeriana e outros do género.

Dormir com a janela aberta.

Pôr uma série tipo Poirot na televisão e apagar a luz.

Lêr um livro numa língua que fales mas não domines.

São as minhas técnicas.  :-\

Os chas a mim nao me fazem nada...

Não vejo Tv, nem sei oq eu é isso desde há 2 anos atrás...

Não gosto de ler livros em linguas que não domino... lol

E esta frio para ter a janela aberta lol

Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Human em 07.mai.2010, 01:49:50
Um pouco das duas...

Ainda há dias tive o meu primeiro e espero que único ataque de ansiedade...


Só tenho que me encontrar ...
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Nequinhas em 21.mai.2010, 02:17:23
Bem estou-me a sentir uma intrusa :$ Tantos rapazes xD

Talvez por ser filha única e também a única criança na família, tornei-me muito introvertida. Vinquei a minha personalidade baseando-me nesta característica e mantive-a até há bem pouco tempo.
Sempre fui muito solitária e, até agora, prefiro estar sozinha do que rodeada por pessoas. Nunca precisei de amigos e a verdade é que nunca os tive, apenas colegas. Deste modo, sempre soube guardar todas as coisas que me aconteciam, boas ou más, e, talvez por isso, tornei-me muito pessimista e negativa. No meu décimo ano, quando a minha situação de depressão escondida se agravou, comecei a escrever no meu diário e, agora, quando o relei-o, assusto-me. Foi a pior fase da minha vida, a mais negra.
Uma das minhas melhores "qualidades" era esconder sentimentos, daí o surgimento dessa minha depressão. Para as outras pessoas, e até para os meus pais, eu sempre fui muito feliz mas aos 15 anos, na noite em que os fiz, algo mudou em mim. Um sentimento de desespero, vindo do nada, assolou-me e eu, sem pensar duas vezes, encontrei o meu "fármaco" pessoal. Peguei numa tesoura e fiz 7 cortes superficiais no braço direito. Ainda tenho as marcas de alguns deles, outras desapareceram com o tempo. A partir daí, sempre que a dor emocional me ultrapassava, recorria a esse método, pouco ortodoxo mas, mesmo assim, eficaz.

Nunca o contei a ninguém e, para os meus pais, sempre foi a minha gata que me fez os arranhões. Nunca conheci ninguém que entendesse tal coisa e compreendo mas... não sei explicar... é um bocado mórbido, sim mas é a única maneira de me acalmar sem que ninguém se aperceba.

O ano passado, quando entrei para a faculdade, conheci um rapaz, o meu actual melhor amigo (<3) que, não sendo burro nenhum, percebeu que as marcas no meu braço não eram propriamente arranhões e deu-me a entender que tal acto lhe desagradava. Parei. Encontrei nele o apoio que nunca tivera e consegui deixar de fazer aquilo. Há tempos, a nossa amizade tremeu muito e eu pensei que ia perdê-lo de vez. Fiquei de rastos. Os meus dias passavam uns atrás dos outros, isolei-me completamente, deixei de falar com as pessoas mais próximas mas mantinha o disfarce com os desconhecidos e, uma noite, entre gritos e choros compulsivos, voltei a fazê-lo. Desta vez mais profundo e agora tenho um corte no braço com 6cm de comprimento e 4/5mm de largura.... Doeu, sangrou mas estancou e agora... agora só espero que a cicatriz fique bonita...

Resumindo... não há método mais "natural", dentro dos possiveis, como é óbvio  :)  E a minha amiga depressão está sempre subjacente, umas vezes mais que outras, mas cá. Quanto às crises relativas à orientação sexual, depende muito dos casos. No meu, não foi o facto de ter percebido que era bissexual mas sim o facto de saber que estava prestes a perder um amigo...

O que eu gostava de saber era se tal já vos aconteceu... Como disse, nunca conversei com ninguém sobre isto porque, primeiro, ninguém compreende e, segundo, porque nunca conheci alguém que o fizesse...

Quanto às vossas reais depressões, espero que melhorem  :D

^^Desculpem o testamento  ::) mas tenho tendência a escrever bastante...

Beijinhos  :)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 21.mai.2010, 15:44:34
Bem estou-me a sentir uma intrusa :$ Tantos rapazes xD

Talvez por ser filha única e também a única criança na família, tornei-me muito introvertida. Vinquei a minha personalidade baseando-me nesta característica e mantive-a até há bem pouco tempo.
Sempre fui muito solitária e, até agora, prefiro estar sozinha do que rodeada por pessoas. Nunca precisei de amigos e a verdade é que nunca os tive, apenas colegas. Deste modo, sempre soube guardar todas as coisas que me aconteciam, boas ou más, e, talvez por isso, tornei-me muito pessimista e negativa. No meu décimo ano, quando a minha situação de depressão escondida se agravou, comecei a escrever no meu diário e, agora, quando o relei-o, assusto-me. Foi a pior fase da minha vida, a mais negra.
Uma das minhas melhores "qualidades" era esconder sentimentos, daí o surgimento dessa minha depressão. Para as outras pessoas, e até para os meus pais, eu sempre fui muito feliz mas aos 15 anos, na noite em que os fiz, algo mudou em mim. Um sentimento de desespero, vindo do nada, assolou-me e eu, sem pensar duas vezes, encontrei o meu "fármaco" pessoal. Peguei numa tesoura e fiz 7 cortes superficiais no braço direito. Ainda tenho as marcas de alguns deles, outras desapareceram com o tempo. A partir daí, sempre que a dor emocional me ultrapassava, recorria a esse método, pouco ortodoxo mas, mesmo assim, eficaz.

Nunca o contei a ninguém e, para os meus pais, sempre foi a minha gata que me fez os arranhões. Nunca conheci ninguém que entendesse tal coisa e compreendo mas... não sei explicar... é um bocado mórbido, sim mas é a única maneira de me acalmar sem que ninguém se aperceba.

O ano passado, quando entrei para a faculdade, conheci um rapaz, o meu actual melhor amigo (<3) que, não sendo burro nenhum, percebeu que as marcas no meu braço não eram propriamente arranhões e deu-me a entender que tal acto lhe desagradava. Parei. Encontrei nele o apoio que nunca tivera e consegui deixar de fazer aquilo. Há tempos, a nossa amizade tremeu muito e eu pensei que ia perdê-lo de vez. Fiquei de rastos. Os meus dias passavam uns atrás dos outros, isolei-me completamente, deixei de falar com as pessoas mais próximas mas mantinha o disfarce com os desconhecidos e, uma noite, entre gritos e choros compulsivos, voltei a fazê-lo. Desta vez mais profundo e agora tenho um corte no braço com 6cm de comprimento e 4/5mm de largura.... Doeu, sangrou mas estancou e agora... agora só espero que a cicatriz fique bonita...

Resumindo... não há método mais "natural", dentro dos possiveis, como é óbvio  :)  E a minha amiga depressão está sempre subjacente, umas vezes mais que outras, mas cá. Quanto às crises relativas à orientação sexual, depende muito dos casos. No meu, não foi o facto de ter percebido que era bissexual mas sim o facto de saber que estava prestes a perder um amigo...

O que eu gostava de saber era se tal já vos aconteceu... Como disse, nunca conversei com ninguém sobre isto porque, primeiro, ninguém compreende e, segundo, porque nunca conheci alguém que o fizesse...

Quanto às vossas reais depressões, espero que melhorem  :D

^^Desculpem o testamento  ::) mas tenho tendência a escrever bastante...

Beijinhos  :)

Olá Nequinhas! Bem-vinda e não és nada intrusa!

A tua história é muito interessante. Se por um lado percebi a tua dor, por outro fiquei com a impressão de que não perdeste a esperança. Ainda bem. ;)

De facto não posso dizer que consiga precisamente compreender o tipo de alívio que sentes ao fazeres isso porque nunca passei por isso. Consigo imaginar e integrar racionalmente, mas não tenho aquela empatia que só alguém que passe por isso pode sentir. Mas aqui no fórum há muita gente que já o fez! Creio inclusive que há um tópico sobre auto-mutilação.

Parabéns e obrigado por teres partilhado connosco. Estou certo de que te ajudou e vai ajudar a libertar-te um pouco. Acredito que vás encontrar mais pessoas com quem te possas associar e que deixes de te sentir perdida quando alguém desaparecer da tua vida, mesmo que por breves momentos. Não sei se já consultaste um psicoterapeuta, mas quero recomendar-to. Não é vergonha nenhuma e pode ser que te ajude a ultrapassares algumas coisas. ;)

Um beijinho grande e vai postando! :D
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Spring em 21.mai.2010, 21:05:33
Bem estou-me a sentir uma intrusa :$ Tantos rapazes xD

Talvez por ser filha única e também a única criança na família, tornei-me muito introvertida. Vinquei a minha personalidade baseando-me nesta característica e mantive-a até há bem pouco tempo.
Sempre fui muito solitária e, até agora, prefiro estar sozinha do que rodeada por pessoas. Nunca precisei de amigos e a verdade é que nunca os tive, apenas colegas. Deste modo, sempre soube guardar todas as coisas que me aconteciam, boas ou más, e, talvez por isso, tornei-me muito pessimista e negativa. No meu décimo ano, quando a minha situação de depressão escondida se agravou, comecei a escrever no meu diário e, agora, quando o relei-o, assusto-me. Foi a pior fase da minha vida, a mais negra.
Uma das minhas melhores "qualidades" era esconder sentimentos, daí o surgimento dessa minha depressão. Para as outras pessoas, e até para os meus pais, eu sempre fui muito feliz mas aos 15 anos, na noite em que os fiz, algo mudou em mim. Um sentimento de desespero, vindo do nada, assolou-me e eu, sem pensar duas vezes, encontrei o meu "fármaco" pessoal. Peguei numa tesoura e fiz 7 cortes superficiais no braço direito. Ainda tenho as marcas de alguns deles, outras desapareceram com o tempo. A partir daí, sempre que a dor emocional me ultrapassava, recorria a esse método, pouco ortodoxo mas, mesmo assim, eficaz.

Nunca o contei a ninguém e, para os meus pais, sempre foi a minha gata que me fez os arranhões. Nunca conheci ninguém que entendesse tal coisa e compreendo mas... não sei explicar... é um bocado mórbido, sim mas é a única maneira de me acalmar sem que ninguém se aperceba.

O ano passado, quando entrei para a faculdade, conheci um rapaz, o meu actual melhor amigo (<3) que, não sendo burro nenhum, percebeu que as marcas no meu braço não eram propriamente arranhões e deu-me a entender que tal acto lhe desagradava. Parei. Encontrei nele o apoio que nunca tivera e consegui deixar de fazer aquilo. Há tempos, a nossa amizade tremeu muito e eu pensei que ia perdê-lo de vez. Fiquei de rastos. Os meus dias passavam uns atrás dos outros, isolei-me completamente, deixei de falar com as pessoas mais próximas mas mantinha o disfarce com os desconhecidos e, uma noite, entre gritos e choros compulsivos, voltei a fazê-lo. Desta vez mais profundo e agora tenho um corte no braço com 6cm de comprimento e 4/5mm de largura.... Doeu, sangrou mas estancou e agora... agora só espero que a cicatriz fique bonita...

Resumindo... não há método mais "natural", dentro dos possiveis, como é óbvio  :)  E a minha amiga depressão está sempre subjacente, umas vezes mais que outras, mas cá. Quanto às crises relativas à orientação sexual, depende muito dos casos. No meu, não foi o facto de ter percebido que era bissexual mas sim o facto de saber que estava prestes a perder um amigo...

O que eu gostava de saber era se tal já vos aconteceu... Como disse, nunca conversei com ninguém sobre isto porque, primeiro, ninguém compreende e, segundo, porque nunca conheci alguém que o fizesse...

Quanto às vossas reais depressões, espero que melhorem  :D

^^Desculpem o testamento  ::) mas tenho tendência a escrever bastante...

Beijinhos  :)

Olá Nequinhas! Bem-vinda e não és nada intrusa!

A tua história é muito interessante. Se por um lado percebi a tua dor, por outro fiquei com a impressão de que não perdeste a esperança. Ainda bem. ;)

De facto não posso dizer que consiga precisamente compreender o tipo de alívio que sentes ao fazeres isso porque nunca passei por isso. Consigo imaginar e integrar racionalmente, mas não tenho aquela empatia que só alguém que passe por isso pode sentir. Mas aqui no fórum há muita gente que já o fez! Creio inclusive que há um tópico sobre auto-mutilação.

Parabéns e obrigado por teres partilhado connosco. Estou certo de que te ajudou e vai ajudar a libertar-te um pouco. Acredito que vás encontrar mais pessoas com quem te possas associar e que deixes de te sentir perdida quando alguém desaparecer da tua vida, mesmo que por breves momentos. Não sei se já consultaste um psicoterapeuta, mas quero recomendar-to. Não é vergonha nenhuma e pode ser que te ajude a ultrapassares algumas coisas. ;)

Um beijinho grande e vai postando! :D

Agamemnon faço das tuas palavras as minhas. ;)  Nequinhas, ainda bem que partilhaste a tua história. :)  Não é testamento nenhum. ;D :-*
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Nequinhas em 21.mai.2010, 23:17:35
Bem estou-me a sentir uma intrusa :$ Tantos rapazes xD

Talvez por ser filha única e também a única criança na família, tornei-me muito introvertida. Vinquei a minha personalidade baseando-me nesta característica e mantive-a até há bem pouco tempo.
Sempre fui muito solitária e, até agora, prefiro estar sozinha do que rodeada por pessoas. Nunca precisei de amigos e a verdade é que nunca os tive, apenas colegas. Deste modo, sempre soube guardar todas as coisas que me aconteciam, boas ou más, e, talvez por isso, tornei-me muito pessimista e negativa. No meu décimo ano, quando a minha situação de depressão escondida se agravou, comecei a escrever no meu diário e, agora, quando o relei-o, assusto-me. Foi a pior fase da minha vida, a mais negra.
Uma das minhas melhores "qualidades" era esconder sentimentos, daí o surgimento dessa minha depressão. Para as outras pessoas, e até para os meus pais, eu sempre fui muito feliz mas aos 15 anos, na noite em que os fiz, algo mudou em mim. Um sentimento de desespero, vindo do nada, assolou-me e eu, sem pensar duas vezes, encontrei o meu "fármaco" pessoal. Peguei numa tesoura e fiz 7 cortes superficiais no braço direito. Ainda tenho as marcas de alguns deles, outras desapareceram com o tempo. A partir daí, sempre que a dor emocional me ultrapassava, recorria a esse método, pouco ortodoxo mas, mesmo assim, eficaz.

Nunca o contei a ninguém e, para os meus pais, sempre foi a minha gata que me fez os arranhões. Nunca conheci ninguém que entendesse tal coisa e compreendo mas... não sei explicar... é um bocado mórbido, sim mas é a única maneira de me acalmar sem que ninguém se aperceba.

O ano passado, quando entrei para a faculdade, conheci um rapaz, o meu actual melhor amigo (<3) que, não sendo burro nenhum, percebeu que as marcas no meu braço não eram propriamente arranhões e deu-me a entender que tal acto lhe desagradava. Parei. Encontrei nele o apoio que nunca tivera e consegui deixar de fazer aquilo. Há tempos, a nossa amizade tremeu muito e eu pensei que ia perdê-lo de vez. Fiquei de rastos. Os meus dias passavam uns atrás dos outros, isolei-me completamente, deixei de falar com as pessoas mais próximas mas mantinha o disfarce com os desconhecidos e, uma noite, entre gritos e choros compulsivos, voltei a fazê-lo. Desta vez mais profundo e agora tenho um corte no braço com 6cm de comprimento e 4/5mm de largura.... Doeu, sangrou mas estancou e agora... agora só espero que a cicatriz fique bonita...

Resumindo... não há método mais "natural", dentro dos possiveis, como é óbvio  :)  E a minha amiga depressão está sempre subjacente, umas vezes mais que outras, mas cá. Quanto às crises relativas à orientação sexual, depende muito dos casos. No meu, não foi o facto de ter percebido que era bissexual mas sim o facto de saber que estava prestes a perder um amigo...

O que eu gostava de saber era se tal já vos aconteceu... Como disse, nunca conversei com ninguém sobre isto porque, primeiro, ninguém compreende e, segundo, porque nunca conheci alguém que o fizesse...

Quanto às vossas reais depressões, espero que melhorem  :D

^^Desculpem o testamento  ::) mas tenho tendência a escrever bastante...

Beijinhos  :)

Olá Nequinhas! Bem-vinda e não és nada intrusa!

A tua história é muito interessante. Se por um lado percebi a tua dor, por outro fiquei com a impressão de que não perdeste a esperança. Ainda bem. ;)

De facto não posso dizer que consiga precisamente compreender o tipo de alívio que sentes ao fazeres isso porque nunca passei por isso. Consigo imaginar e integrar racionalmente, mas não tenho aquela empatia que só alguém que passe por isso pode sentir. Mas aqui no fórum há muita gente que já o fez! Creio inclusive que há um tópico sobre auto-mutilação.

Parabéns e obrigado por teres partilhado connosco. Estou certo de que te ajudou e vai ajudar a libertar-te um pouco. Acredito que vás encontrar mais pessoas com quem te possas associar e que deixes de te sentir perdida quando alguém desaparecer da tua vida, mesmo que por breves momentos. Não sei se já consultaste um psicoterapeuta, mas quero recomendar-to. Não é vergonha nenhuma e pode ser que te ajude a ultrapassares algumas coisas. ;)

Um beijinho grande e vai postando! :D

Olá Agamemnon  :)
Desde já obrigado por teres lido e por me responderes. De facto existe um tópico sobre mutilação, se bem que as conversas são mais dirigidas para o suicídio, para-suícidio e psicoses  :-\ de qualquer das maneiras deixei lá um post  :) e espero que alguém me responda!
Sim, mantenho uma certa esperança, apesar de não saber porquê, mas ela existe.
Quanto ao conselho que me deste relativamente a consultar um psicoterapeuta, não me parece... Além de saber "controlar" isto, os meus pais teriam de saber e, acredita, nunca lhes conseguiria contar tal coisa e depois, pensar sequer que teria de falar com alguém sobre isto, isto é, falar com uma pessoa que percebe do assunto mas não faz ideia do que é sentir aquilo que eu sinto Bahh não me parece. No entanto, agradeço o conselho  :)

Beijinho ^^
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: be free em 22.mai.2010, 01:38:34
Nada de seres uma intrusa que é isso  :P és mais que bem-vinda aqui. Vais claro encontrar pessoas que te vão entender muito bem, tanto como pessoa num todo como ao acto da auto-mutilação. Entendo como te sentias/sentes  ???. A dor emocional consegue ser avassaladora, e se pudermos superá-la, diminui-la ou esquece-la por uns momentos graças à dor física...é um acto instantâneo, não se pensa muito. O ínicio creio ser quase "intuitivo", irreflectido, irracional...mas alívia tanto. Acaba por se tornar, claro, num ciclo vicioso. Portanto a longo-prazo é pior creio. E tem danos irreversíveis - cortes, cicatrizes, queimaduras, relaçãoes com os outros..sei lá que mais. A dor emocional não deixa de ser irreversível, pode muito bem mudar por completo uma pessoa. São dois males, um podes evitar o outro não (enquanto não te "viciares", agarrares muito à mutilação).

Desculpa o discurso confuso mas já estou cheia de sono. Como já foi dito tens um tópico excelente onde podes procurar e dar apoio relacionado mais concretamente não só com o suícidio mas com auto-mutilação. Tem as duas vertentes que, a meu ver, estão na maior parte das vezes associadas uma com a outra...

Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Agamemnon em 22.mai.2010, 09:47:32
Olá Agamemnon  :)
Desde já obrigado por teres lido e por me responderes. De facto existe um tópico sobre mutilação, se bem que as conversas são mais dirigidas para o suicídio, para-suícidio e psicoses  :-\ de qualquer das maneiras deixei lá um post  :) e espero que alguém me responda!
Sim, mantenho uma certa esperança, apesar de não saber porquê, mas ela existe.
Quanto ao conselho que me deste relativamente a consultar um psicoterapeuta, não me parece... Além de saber "controlar" isto, os meus pais teriam de saber e, acredita, nunca lhes conseguiria contar tal coisa e depois, pensar sequer que teria de falar com alguém sobre isto, isto é, falar com uma pessoa que percebe do assunto mas não faz ideia do que é sentir aquilo que eu sinto Bahh não me parece. No entanto, agradeço o conselho  :)

Beijinho ^^

Menina, só tu podes decidir em consultar um psic ou não. Agora porque teriam de saber? E não tens de falar com o psic sobre nada que não queiras! ;) Podes ir para lá falar de passarinhos a princípio. Mas lá está: só tu sabes como te sentes e o que é melhor para ti. Conta é sempre connosco aqui no fórum. :-*
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Nequinhas em 22.mai.2010, 23:57:25
Nada de seres uma intrusa que é isso  :P és mais que bem-vinda aqui. Vais claro encontrar pessoas que te vão entender muito bem, tanto como pessoa num todo como ao acto da auto-mutilação. Entendo como te sentias/sentes  ???. A dor emocional consegue ser avassaladora, e se pudermos superá-la, diminui-la ou esquece-la por uns momentos graças à dor física...é um acto instantâneo, não se pensa muito. O ínicio creio ser quase "intuitivo", irreflectido, irracional...mas alívia tanto. Acaba por se tornar, claro, num ciclo vicioso. Portanto a longo-prazo é pior creio. E tem danos irreversíveis - cortes, cicatrizes, queimaduras, relaçãoes com os outros..sei lá que mais. A dor emocional não deixa de ser irreversível, pode muito bem mudar por completo uma pessoa. São dois males, um podes evitar o outro não (enquanto não te "viciares", agarrares muito à mutilação).

Desculpa o discurso confuso mas já estou cheia de sono. Como já foi dito tens um tópico excelente onde podes procurar e dar apoio relacionado mais concretamente não só com o suícidio mas com auto-mutilação. Tem as duas vertentes que, a meu ver, estão na maior parte das vezes associadas uma com a outra...



Olá Be Free  :) Desde já obrigado por me responderes. E o teu discurso não foi nada confuso, percebi-o muito bem  ;)
Não estou viciada, faço-o apenas quando estou muito desesperada e a dor emocional supera qualquer dor física que possa provocar a mim mesma. Nunca passei dos cortes, uns mais profundos do que outros mas apenas isso. Queimaduras.. isso não é muito para mim... Quanto às cicatrizes, adoro-as. Aliás, eu costumava tirar as crostas todas dos cortes para a cicatriz ficar mais visível. Adoro marcas... é panca LOL Não as escondo de ninguém a não ser dos meus pais. Eles já viram as marcas mas fizeram de conta porque eu aparento ser sempre muito alegre e bem disposta. Com os meus amigos, enfim.. eles sabem quem têm e não dizem nada pk sabem que não adianta.
Relativamente às relações com os outros, quando ando mais deprimida afasto-me das pessoas até que acho que chega ou até que algum amigo meu se passe comigo e me pergunte aos berros que raio tenho eu. Simplesmente desapreço, fecho-me no quarto, faço o que me entender e os cortes que forem necessários e no dia a seguir acordo muito melhor e, dependo da gravidade da situação, às vezes demoro 2 ou 3 dias a ficar bem outra vez..

Tu disseste que entendias muito bem como eu me sentia. Se não é indiscrição perguntar... Alguma vez o fizeste? :S

Beijinho grande e obrigado pelo teu tempo despendido a responderes-me.  :)
Título: Combater ansiedade...
Enviado por: klaeman em 23.jun.2010, 20:16:23
Alguem sabe maneiras de combater a ansiedade??
Título: Re: Combater ansiedade...
Enviado por: Danny_Pt em 24.jun.2010, 11:03:08
Já existe um tópico sobre isso :P

A ansiedade pode ser manifestada de várias formas em diferentes pessoas, assim como o combate para a mesma.

Combater a ansiedade...não sei que 'tipo' de ansiedade tens, mas...psicoterapia, medicação, exercícios mentais e/ou de relaxamento.

No meu caso, a medicação ajuda, conduzir e tocar guitarra relaxa-me...mas isso sou eu :P
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Matilde* em 09.ago.2010, 21:09:13
Hello.
eu nunca sofri de uma depressao ate agora, mas tenho uma prima que nao ha muito tempo sofreu uma , entretanto recuperou e isso mas neste momento acho que esta numa situaçao que mais dia menos dia a vai levar pra uma depressao outravez e eu nao sie o que fazer :s
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: be free em 09.ago.2010, 21:17:55
Hello.
eu nunca sofri de uma depressao ate agora, mas tenho uma prima que nao ha muito tempo sofreu uma , entretanto recuperou e isso mas neste momento acho que esta numa situaçao que mais dia menos dia a vai levar pra uma depressao outravez e eu nao sie o que fazer :s

bem, eu não sei de que situação se trata nem das consequencias emocionais da mesma mas quando ja noto em mim sinais de depressão a vir tento alegrar-me de qualquer forma..Tenta anima-la o mais que puderes, fazer coisas novas com ela...as vezes a rotina contribui em muito para uma fase mais deprimida e de desmotivação, perda de interesse em tudo, no que antes nos despertava sensações boas...

Surprennde-a, anima, reconhece o valor que tem, apoia-a  ;)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: pLural em 04.out.2010, 17:50:46
Quando entrei pela primeira vez no secundário senti uma especie de "abalão" que me deixou mesmo em baixo. Não sei o que aconteceu, que comecei também a ter os meus ataques de pânico (nunca antes tinha tido) e andei um período, praticamente o ano todo, com altos e baixos - mais baixos que altos sinceramente  :-\).

Como tu, também perdi o interesse por tudo o que antes me chamava a atenção, me motivava e emocionava. Vivia cada dia como a "planar", sem objectivos, sem motivações, nada. Tudo era negro, silêncio, desespero para mim. Foi um período horrível. Andava sempre em baixo. Agora já não me sinto assim, sinto-me muito melhor e já não verifico aquelas sensação enormes de tristeza que tinha otrora, ainda bem. No entanto, tenho sempre um certo receio que esses sentimentos voltem.

Em relação às pessoas, também me comecei a distanciar, não sei bem porque. Sentia-me distante, distante da pessoa que costumava ser...não sentia que pertencia no mundo em que vivia, nada me captava, não tinha os mesmos interesses e não conseguia identificar-me completamente ou parcialmente com alguém. Com os meus próprios amigos! Sei que os magoei e arrependo-me disso. Eles fartavam-se de me perguntar o que se passava, mas eu dizia sempre "nada", nem eu sabia o que se passava. Foi nesse ano também, que comecei a questionar a minha orientação sexual, ou melhor, a ter uma maior consciência dela...Sou bissexual. Nunca falei sobre isto a nenhum dos meus amigos, pois tinha medo das suas reacções, que sentissem nojo, repulsa, e que se afastassem enfim. Por outro lado, grande parte de mim sabia (e sabe) que não devia contar da minha bissexualidade à maior parte das pessoas a quem chamava e ainda chamo "amigos" pois tenho plena consciência que só iam condenar. Via (e vejo) isto através de suas acções e comentários sobre pessoas com orientação sexual distinta. Isto ainda acontece todos os dias. Enerva-me mesmo,  enfim. Porém foi nesse mesmo ano que descobri aqui o Fórum, um lugar onde eu finalmente podia expresasar as minhas dúvidas e tudo o que eu estava a sentir. Foi uma grande forma de escape/desabafo. Senti-me como já ha muito não me sentia. Como se finalmente tivesse encontrado um lugar onde me sentia bem, compreendida. Já não precisava de ter receio do que os outros pensavam de mim pois aqui encontrava pessoas que me compreendiam, que talvez se sentiam da mesma forma que eu. Vá, aqui é como se estivesse em "casa"  ;D.



Por incrivel que pareça, comigo passou.se exactamente o mesmo =|

Passou.se o mesmo depois de ter estado com uma rapariga =x .. ou melhor, ela me ter tentado ..
depois diso .. a minha vida ficou completamente virada do aveso. Mas de certa forma...ainda bem que assim foi e que 'ela' apareceu na minha vida. Pôs em causa algo que eu nunca teria pensado. Foi aos meus 16 anos.
Neste momento tenho 19 .. e posso dizer com orgulho que consegui este ano...controlar a depressao ou os frequentes estados depressivos que me dominavam vezes sem conta. Uma luta de anos.. que nao tem cura .. mas tem controle. Eu consegui e nao sou nem menos nem mais que voces. Por isso :
Força para ti ... 'Be Free' visto que tivemos experiencias semelhantes .. e te percebo perfeitamente.

E para ou outros todos que por um motivo ou por outro se deixaram desmotivar e abalar por razoes que muitas vezes nao valem a pena.

Cumps :)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: be free em 04.out.2010, 18:00:27
Quando entrei pela primeira vez no secundário senti uma especie de "abalão" que me deixou mesmo em baixo. Não sei o que aconteceu, que comecei também a ter os meus ataques de pânico (nunca antes tinha tido) e andei um período, praticamente o ano todo, com altos e baixos - mais baixos que altos sinceramente  :-\).

Como tu, também perdi o interesse por tudo o que antes me chamava a atenção, me motivava e emocionava. Vivia cada dia como a "planar", sem objectivos, sem motivações, nada. Tudo era negro, silêncio, desespero para mim. Foi um período horrível. Andava sempre em baixo. Agora já não me sinto assim, sinto-me muito melhor e já não verifico aquelas sensação enormes de tristeza que tinha otrora, ainda bem. No entanto, tenho sempre um certo receio que esses sentimentos voltem.

Em relação às pessoas, também me comecei a distanciar, não sei bem porque. Sentia-me distante, distante da pessoa que costumava ser...não sentia que pertencia no mundo em que vivia, nada me captava, não tinha os mesmos interesses e não conseguia identificar-me completamente ou parcialmente com alguém. Com os meus próprios amigos! Sei que os magoei e arrependo-me disso. Eles fartavam-spe de me perguntar o que se passava, mas eu dizia sempre "nada", nem eu sabia o que se passava. Foi nesse ano também, que comecei a questionar a minha orientação sexual, ou melhor, a ter uma maior consciência dela...Sou bissexual. Nunca falei sobre isto a nenhum dos meus amigos, pois tinha medo das suas reacções, que sentissem nojo, repulsa, e que se afastassem enfim. Por outro lado, grande parte de mim sabia (e sabe) que não devia contar da minha bissexualidade à maior parte das pessoas a quem chamava e ainda chamo "amigos" pois tenho plena consciência que só iam condenar. Via (e vejo) isto através de suas acções e comentários sobre pessoas com orientação sexual distinta. Isto ainda acontece todos os dias. Enerva-me mesmo,  enfim. Porém foi nesse mesmo ano que descobri aqui o Fórum, um lugar onde eu finalmente podia expresasar as minhas dúvidas e tudo o que eu estava a sentir. Foi uma grande forma de escape/desabafo. Senti-me como já ha muito não me sentia. Como se finalmente tivesse encontrado um lugar onde me sentia bem, compreendida. Já não precisava de ter receio do que os outros pensavam de mim pois aqui encontrava pessoas que me compreendiam, que talvez se sentiam da mesma forma que eu. Vá, aqui é como se estivesse em "casa"  ;D.



Por incrivel que pareça, comigo passou.se exactamente o mesmo =|

Passou.se o mesmo depois de ter estado com uma rapariga =x .. ou melhor, ela me ter tentado ..
depois diso .. a minha vida ficou completamente virada do aveso. Mas de certa forma...ainda bem que assim foi e que 'ela' apareceu na minha vida. Pôs em causa algo que eu nunca teria pensado. Foi aos meus 16 anos.
Neste momento tenho 19 .. e posso dizer com orgulho que consegui este ano...controlar a depressao ou os frequentes estados depressivos que me dominavam vezes sem conta. Uma luta de anos.. que nao tem cura .. mas tem controle. Eu consegui e nao sou nem menos nem mais que voces. Por isso :
Força para ti ... 'Be Free' visto que tivemos experiencias semelhantes .. e te percebo perfeitamente.

E para ou outros todos que por um motivo ou por outro se deixaram desmotivar e abalar por razoes que muitas vezes nao valem a pena.

Cumps :)

Obrigada "pLural"! Fico feliz que já tenhas conseguido superar essa fase mais "negra". Espero que um dia também consiga deixar estes meus "baixos" para trás, parar mesmo, definitivamente quem sabe, que já não me sinta atacada now and then por períodos em que me sinto mesmo mesmo  :-X, que este receio possa finalmente desaparecer. Conseguir "controlar", como tu bem dizes.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: pLural em 04.out.2010, 18:20:37
Quando entrei pela primeira vez no secundário senti uma especie de "abalão" que me deixou mesmo em baixo. Não sei o que aconteceu, que comecei também a ter os meus ataques de pânico (nunca antes tinha tido) e andei um período, praticamente o ano todo, com altos e baixos - mais baixos que altos sinceramente  :-\).

Como tu, também perdi o interesse por tudo o que antes me chamava a atenção, me motivava e emocionava. Vivia cada dia como a "planar", sem objectivos, sem motivações, nada. Tudo era negro, silêncio, desespero para mim. Foi um período horrível. Andava sempre em baixo. Agora já não me sinto assim, sinto-me muito melhor e já não verifico aquelas sensação enormes de tristeza que tinha otrora, ainda bem. No entanto, tenho sempre um certo receio que esses sentimentos voltem.

Em relação às pessoas, também me comecei a distanciar, não sei bem porque. Sentia-me distante, distante da pessoa que costumava ser...não sentia que pertencia no mundo em que vivia, nada me captava, não tinha os mesmos interesses e não conseguia identificar-me completamente ou parcialmente com alguém. Com os meus próprios amigos! Sei que os magoei e arrependo-me disso. Eles fartavam-spe de me perguntar o que se passava, mas eu dizia sempre "nada", nem eu sabia o que se passava. Foi nesse ano também, que comecei a questionar a minha orientação sexual, ou melhor, a ter uma maior consciência dela...Sou bissexual. Nunca falei sobre isto a nenhum dos meus amigos, pois tinha medo das suas reacções, que sentissem nojo, repulsa, e que se afastassem enfim. Por outro lado, grande parte de mim sabia (e sabe) que não devia contar da minha bissexualidade à maior parte das pessoas a quem chamava e ainda chamo "amigos" pois tenho plena consciência que só iam condenar. Via (e vejo) isto através de suas acções e comentários sobre pessoas com orientação sexual distinta. Isto ainda acontece todos os dias. Enerva-me mesmo,  enfim. Porém foi nesse mesmo ano que descobri aqui o Fórum, um lugar onde eu finalmente podia expresasar as minhas dúvidas e tudo o que eu estava a sentir. Foi uma grande forma de escape/desabafo. Senti-me como já ha muito não me sentia. Como se finalmente tivesse encontrado um lugar onde me sentia bem, compreendida. Já não precisava de ter receio do que os outros pensavam de mim pois aqui encontrava pessoas que me compreendiam, que talvez se sentiam da mesma forma que eu. Vá, aqui é como se estivesse em "casa"  ;D.



Por incrivel que pareça, comigo passou.se exactamente o mesmo =|

Passou.se o mesmo depois de ter estado com uma rapariga =x .. ou melhor, ela me ter tentado ..
depois diso .. a minha vida ficou completamente virada do aveso. Mas de certa forma...ainda bem que assim foi e que 'ela' apareceu na minha vida. Pôs em causa algo que eu nunca teria pensado. Foi aos meus 16 anos.
Neste momento tenho 19 .. e posso dizer com orgulho que consegui este ano...controlar a depressao ou os frequentes estados depressivos que me dominavam vezes sem conta. Uma luta de anos.. que nao tem cura .. mas tem controle. Eu consegui e nao sou nem menos nem mais que voces. Por isso :
Força para ti ... 'Be Free' visto que tivemos experiencias semelhantes .. e te percebo perfeitamente.

E para ou outros todos que por um motivo ou por outro se deixaram desmotivar e abalar por razoes que muitas vezes nao valem a pena.

Cumps :)

Obrigada "pLural"! Fico feliz que já tenhas conseguido superar essa fase mais "negra". Espero que um dia também consiga deixar estes meus "baixos" para trás, parar mesmo, definitivamente quem sabe, que já não me sinta atacada now and then por períodos em que me sinto mesmo mesmo  :-X, que este receio possa finalmente desaparecer. Conseguir "controlar", como tu bem dizes.

Eu tenho a certeza que vais conseguir miuda .. Como te disse..nao es menos que ninguem.
E apoio aqui nao te hade faltar ..
Comigo pelo menos..podes contar pra tudo :$$

o segredo está em fazer algo que nos dê prazer sempre que nos sentimos a fraquejar.
Menina Be Free , toca a sair , divertir , beber uns copitos (sem abusar..so ate ficar alegre, volta e meia só, nao é crime .. eu perdoo.te se fizeres iso..e olha que eu sou pela lei eheh :b se te fizer 'sair do buraco' que assim seja =D) , praticar desporto .. ver uns filmes, namorar .. Opa..fazer tudo por tudo ate a coisa indireitar :')

Eu acredito que vais ao sitio , tu nao ? $
Beijinho : D
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: be free em 04.out.2010, 18:27:39
ahaha agora ri-me contigo. Ser como sou também não ajuda, gosto muito (demasiado) de estar em casa, sou tímida, muito evergonhada, não consgo facilmente conhecer pessoas novas...parece que bloqueio completamente. A minha confiança e auto-estima estão permanentemente em baixo heheh, a confiança lá vai oscilando mas...mesmo assim...não ajuda. Desporto, bem que preciso lol e tenciono fazer, tenho que combater esta preguiça iminente...

"o segredo está em fazer algo que nos dê prazer sempre que nos sentimos a fraquejar." eu bem tento pensar assim, só que às vezes não resulta...mais por situações externas do que propriamente comigo...Mas já estou muito melhor, e ainda bem!

Ao sítio, nunca hei-de chegar...mas lá perto, espero conseguir sim  ;)

Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: pLural em 04.out.2010, 18:58:01
ahaha agora ri-me contigo. Ser como sou também não ajuda, gosto muito (demasiado) de estar em casa, sou tímida, muito evergonhada, não consgo facilmente conhecer pessoas novas...parece que bloqueio completamente. A minha confiança e auto-estima estão permanentemente em baixo heheh, a confiança lá vai oscilando mas...mesmo assim...não ajuda. Desporto, bem que preciso lol e tenciono fazer, tenho que combater esta preguiça iminente...

"o segredo está em fazer algo que nos dê prazer sempre que nos sentimos a fraquejar." eu bem tento pensar assim, só que às vezes não resulta...mais por situações externas do que propriamente comigo...Mas já estou muito melhor, e ainda bem!

Ao sítio, nunca hei-de chegar...mas lá perto, espero conseguir sim  ;)




Entao já somos duas.. sabes que falar pela net é bem bem mais fácil xD
nao foi por acaso que a minha 'luta' durou .. 3 anos (?) - mais ou menos. E obvio que nada está conquistado .. cmo bem deves saber, podes conseguir controlar os teus receios e medos para nao caires na 'fossa' .. mais q iso, é complicado =/ e estou para aqui cheia de paleio, e nada me garante que de um momento para o outro nao 'caio' outra vez.
Mas pelo menos, sei o ke é q me faz cair entendes garota ? :|
e é isso ke eu evito.

E calma..pois nao é por sermos timidas que temos mais ou menos dificuldades em ultrapassar este drama.
pegando no meu caso, e falo pois nao nos conhecemos, e assim a vergonha nao é tanta (xD) eu nunca tive um relacionamento com ngem .. ( que vergonha xD yaa .. 19 anos e nada xD sou msm fraquinha ahah) .. embora ja tenha estado com duas raparigas.. e sei q gostei e bla bla bla .. sei bem o k kero.
Mas no entanto .. e sabendo que esas constantes quedas emocionais ( - que se tornaram quase como um ritual .. pois eram quase todas as semanas a pasar.me da cabeça e a enfiar.me no quarto paí dois dias a deprimir ainda mais -.-') foram causadas , nao só , mas principalmente, por uma miuda, um pouco mais velha keu, e k só se kiz divertir .. e eu, como se ja nao bastasse ela ser a primeira pessoa que me estava a beijar..era uma RAPARIGA ! =| imagina a confusao que nao ia dentro da minha cabeça -.- ainda por cima sou loira -.-' um bocado lenta de raciocinio portanto xD

Concluindo .. depois quis mais que akilo, quis te.la so para mim, quis um relacionamento.. e ela foi gozando .. usando .. e abusando de mim. Nem dizia que sim, nem que nao. A diferença é que ela ja era experiente, eu nao. E timida como sou..desde esses meus 16 anos, nao mudou muita coisa..a nao ser a minha maturidade para lidar com pesoas como akela gaja de qem me apaixonei.. e com o tempo, reparei que nao era amor realmente .. era msm obcessao.

Possivelmente, ainda nao passou =x $$
Acho que sou massoquista .. devo gostar da dor..so pode. Credo --'

Mas como disse e volto a repetir..está tudo controlado. Eu sou forte, e tu tbm vais aprender a lidar com os teus medos. Aposto ctg q sim ;D


Tudo para te dizer que ao contrario da maioria, e a krer contrariar a moda, optei por nao me envolver com algem para eskecer o k se tinha passado cmg. Quem sabe se fiz bem ou mal ?
Optei sim por dar valor a quem me dá valor.. e ao QUE ME DÁ valor..como por exemplo a escola, o futsal, a familia, os amigos.

Talvez agr com a minha historia mais bem detalhada, percebas como me senti.
Nao foi nada de outro mundo..secalhar nada assim tao grave para entristecer ao ponto em que entristeci.. mas lá tive o azar de ser atinadinha de mais e de me apaixonar por algem que nao tinha os mesmos ideias que eu.

Mesmo assim .. ela ainda mexe demasiado cmg..depois de quase 4 aninhos . É obra.
Mas tudo tem um fim .. felizmente : )

p.s. Continuo a acreditar que cnsegues -.-'
sou teimosa como tudo ! xDD
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: be free em 04.out.2010, 19:17:48
loooool somos as duas teimosas então  :P

Lá está, quando é algo que eu possa evitar, que sei que me deixa em baixo...é uma coisa...Mas normalmente são coisas externas que me deixam assim, e claro, a minha incapacidade para lidar com as situações...
Não tens nada que sentir vergonha, acabará por acontecer. Até lá, vais formando-te como pessoa, amadurecendo...é como eu tento pensar. Tenho 17 quase 18, também nunca tive ninguém nem me envolvi -  de nenhuma forma -  com ninguém , creio que estou pior que tu lol.
Pois, essas situações nunca ajudam, só magoam e magoam. Também tive uma pequena obcessão, mas claro que nada aconteceu, acabei foi por me desiludir bastante com a pessoa. Era mais uma paixoneta platónica que outra coisa qualquer, era alguém completemante inacessível para mim (uma professora...).

É bom que te sintas mais segura, mais confiante em ti mesma, principalmente a nível emocional  -- o meu é um desastre  :-X. Ajuda e bastante ao enfrentar situações novas ou dificeis, ou a superar aqueles "traumas" do passado...Não concordo muito, ou melhor, não me sinto muito à vontade com a ideia de estar com alguém para esquecer outra, creio que devemos passar por uma "pausa" para nos reestabelecermos, hehe, para nos "curarmos", curar a ferida, a marca, não sei se me faço entender, até estarmos realmente prontas para outro relacionamento. Caso contrário não só estaríamos a "enganar" a outra pessoa mas também a nós mesmos  :-\ Há que dar tempo ao tempo...embora às vezes seja desesperante. Sinto-me cansada de estar sozinha, sinto sempre um vazio dentro de mim. Quero tanto tentar encontrar alguém que o preencha  :-\...Sim, concordo contigo quando dizes que falar online é muito mais fácil, mas mesmo assim, há coisas que não consigo contar a ninguém, que provavelmente, devia e que eu sei que são as coisas que me deitam constantemente abaixo....
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 05.out.2010, 00:09:50
Como eu vos compreendo  ;)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: pLural em 05.out.2010, 17:15:11
Como eu vos compreendo  ;)

Nem sei se iso é bom ou mau =/ xDD
:b
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: freez em 05.out.2010, 17:19:39
Eu estou sempre em depressao eheheh, mas já não me chateia nada, também sou pessoa de ter altos e baixos e sim, a maioria são baixos. Não sou de me interessar muito por algo ou alguém, já sou assim não há muito a fazer, get used to it  ;)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 05.out.2010, 18:38:47
Como eu vos compreendo  ;)

Nem sei se iso é bom ou mau =/ xDD
:b

Até acaba por ser bom, porque quem passa por isto é que sabe dar o devido valor, tambem não estou a dizer que quem não passa não entende, mas é diferente.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: pLural em 06.out.2010, 00:01:03
Como eu vos compreendo  ;)

Nem sei se iso é bom ou mau =/ xDD
:b

Até acaba por ser bom, porque quem passa por isto é que sabe dar o devido valor, tambem não estou a dizer que quem não passa não entende, mas é diferente.

Fica.se com uma maneira de olhar para as coisas bem diferente..sem dúvida alguma  :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 06.out.2010, 00:52:49
Como eu vos compreendo  ;)

Nem sei se iso é bom ou mau =/ xDD
:b

Até acaba por ser bom, porque quem passa por isto é que sabe dar o devido valor, tambem não estou a dizer que quem não passa não entende, mas é diferente.

Fica.se com uma maneira de olhar para as coisas bem diferente..sem dúvida alguma  :-\

Concordo plenamente
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 06.out.2010, 04:52:24
De facto, isto ultimamente anda mau... Mesmo mau.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 06.out.2010, 11:41:57
De facto, isto ultimamente anda mau... Mesmo mau.

Entao que se passa?  :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 08.out.2010, 08:51:43
De facto, isto ultimamente anda mau... Mesmo mau.

Entao que se passa?  :-\
Parece que ultimamente anda tudo a correr mal, já nada me dá prazer.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: R_M_P em 08.out.2010, 11:43:35
Margot, como eu te compreendo!! Nem as coisas que antigamente nos faziam felizes  e que sempre adoramos fazer, nos dao prazer.....  :-\ :-\!! temos que acreditar que é so uma fase (por muito que nos custe) e tentar arranjar algum apoio perto daqueles que mais gostamos !!!  ;)
Espero que corra tudo bem...Forçaa!!!! :-*
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 10.out.2010, 06:23:01
Obrigada. :-*
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Miguel★ em 11.out.2010, 21:41:18
Hoje apetece-me tomar Xanax.  :-\ :(
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 11.out.2010, 23:15:25
Hoje apetece-me tomar Xanax.  :-\ :(

Não isso não :X
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Boreas em 12.out.2010, 17:27:20
Ainda hoje deu uma reportagem na SIC que os portugueses são os europeus com maior consumo em anti-depressivos ... tomar medicamentos só porque sim é extremamente perigoso e não é certamente vantajoso para nada. Cuidado  :-\ :-*

Continuo a achar que estamos muito mal servidos em termos de definição de estratégias de coping no nosso dia-à-dia. Irónico num povo conhecido mundialmente pela sua habilidade no desenrascanso.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Marij em 12.out.2010, 17:30:07
Ainda hoje deu uma reportagem na SIC que os portugueses são os europeus com maior consumo em anti-depressivos ... tomar medicamentos só porque sim é extremamente perigoso e não é certamente vantajoso para nada. Cuidado  :-\ :-*

Continuo a achar que estamos muito mal servidos em termos de definição de estratégias de coping no nosso dia-à-dia. Irónico num povo conhecido mundialmente pela sua habilidade no desenrascanso.

Não fazia a mais pequena ideia que somos os maiores consumidores de anti-depressivos na Europa  :o [smiley=nao.gif]
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Boreas em 12.out.2010, 17:36:44
Aqui fica a noticia pelo PÚBLICO (http://www.publico.pt/Sociedade/um-em-cada-sete-portugueses-usa-antidepressivos-segundo-eurobarometro_1460534)


Saúde Mental
Um em cada sete portugueses usa antidepressivos, segundo Eurobarómetro

12.10.2010 - 08:52 Por Alexandra Campos

No dia em que a Comissão Europeia divulgou os resultados do último Eurobarómetro sobre Saúde Mental - que indicam que os portugueses são os maiores consumidores de antidepressivos da União Europeia (UE) -, a ministra da Saúde voltou a defender que os médicos não fazem uma prescrição racional deste tipo de medicamentos e anunciou que está a ser preparado um guia de boas práticas para psiquiatras e clínicos gerais. Uma medida que a ministra Ana Jorge acredita ajudará a acabar com "comparticipações indevidas", sobretudo de " antidepressivos e antiepiléticos de última geração", que são os mais caros.

No último inquérito sobre saúde mental efectuado nos 27 países da UE (que ouviu 26.800 pessoas, 1032 das quais portuguesas), um em cada sete dos cidadãos nacionais entrevistados admitiu que usou antidepressivos nos últimos 12 meses, mais do dobro da média europeia. Os medicamentos foram usados sobretudo para tratar depressões e problemas de ansiedade.

Este novo indicador parece confirmar os resultados do primeiro inquérito epidemiológico efectuado a nível nacional, que surpreendeu os próprios investigadores: Portugal é o país da Europa com a maior prevalência de doenças mentais na população - 23 por cento sofreu de uma doença psiquiátrica no último ano e quase metade (43 por cento) já teve uma destas perturbações durante a vida -, aproximando-se mesmo do campeão mundial a este nível, os EUA.

No Eurobarómetro, a seguir a Portugal no uso de antidepressivos surgem a Lituânia (11 por cento), Malta e França (ambos com 10 por cento). Os menores consumidores deste tipo de medicamentos são os alemães e os gregos. Comparando os dados deste inquérito com o último Eurobarómetro sobre Saúde Mental (divulgado em 2006), percebe-se ainda que a percentagem de portugueses que procurou ajuda de profissionais devido a problemas psicológicos e emocionais nos últimos 12 meses aumentou significativamente desde essa altura (cinco por cento).

Agora, mais de um quinto dos inquiridos admitiu recorrer a apoio de especialistas, uma percentagem também superior à média da UE. Portugal não é, porém, o pior país a este nível (a Roménia está no topo), apesar de se encontrar no grupo dos que apresentam subidas mais pronunciadas desde 2006. São os indivíduos que vivem sozinhos, os que têm dificuldades em pagar as contas "na maior parte do tempo" e os de grupos sócio-económicos mais desfavorecidos os mais afectados.

Apesar disto, o absentismo do trabalho é mais baixo do que a média entre os inquiridos portugueses, com 88 por cento a afirmar que não faltou ao emprego nas últimas quatro semanas. O medo de perder o emprego pode ter aqui alguma influência: quando questionados sobre a segurança do seu trabalho, 29 por cento pensam que está ameaçada, de novo uma percentagem superior à média dos países da UE.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 12.out.2010, 22:12:09
Continuo a achar que estamos muito mal servidos em termos de definição de estratégias de coping no nosso dia-à-dia. Irónico num povo conhecido mundialmente pela sua habilidade no desenrascanso.
Tão verdade! Nunca tinha pensado nisso.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Rita.V em 15.out.2010, 00:01:23
Olá pessoas.
Foi importante para mim ler os vossos “depoimentos” e entender que não é só a mim que acontecem certas coisas.
Entrei este ano na faculdade e não está a ser nada fácil. Embora esteja a adorar o curso não estou a conseguir integrar-me com os meus colegas como esperava. Ter entrado mais tarde não ajudou absolutamente nada.
Sinto que estou a perder o controlo sobre certas coisas e dou por mim a não querer ir as aulas e a ficar em casa. Dou por mim a experienciar uma ansiedade inexplicável e aos poucos e poucos a perder aquela vontade de viver a vida ao máximo, que me era tão característica.
Talvez seja uma reacção a um conjunto de situações que a vida me trouxe. A verdade é que há dias em que tudo parece apagado. Não sei bem o que fazer.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Boreas em 15.out.2010, 04:01:22
Sinto que estou a perder o controlo sobre certas coisas e dou por mim a não querer ir as aulas e a ficar em casa.

Não consigo imaginar como te estás a sentir ou sequer a totalidade do teu problema, se são situações inerentes resultantes do teu convívio na Universidade ou dificuldades em tê-lo, ou porque saíste da tua zona de conforto (as pessoas com quem lidavas habitualmente todos os dias e convivias) e não estás a reagir tão bem como esperavas. No entanto, o isolamento não faz nada mais do que piorar as coisas  :-\... às vezes os inícios são complicados, mas com o tempo e alguma persistência as coisas vão ao sítio.  ;)

Eu sinto-me melhor quando desabafo, deixo aqui a sugestão, talvez te ajude...  :)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Rita.V em 15.out.2010, 21:04:31
A verdade é que a entrada na faculdade está a piorar tudo e não está a correr da forma que eu esperava, mas não é só isso. É um conjunto de situações que me estão a conduzir a este estado.  :-\
Obrigada pelas tuas palavras de apoio, Boreas.  :)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: kiyomi em 15.out.2010, 21:31:52
sinto uma necessidade de ir beber álcool para deixar-me de sentir assim temporariamente...
estou naqueles dias em que nem sei dizer o que tenho, apenas sei qe nao estou bem e que isto vai passar de um dia para o outro (ou não) odeio sentir-me assim !!! :-\ bahhhh
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 16.out.2010, 03:27:24
sinto uma necessidade de ir beber álcool para deixar-me de sentir assim temporariamente...
estou naqueles dias em que nem sei dizer o que tenho, apenas sei qe nao estou bem e que isto vai passar de um dia para o outro (ou não) odeio sentir-me assim !!! :-\ bahhhh

Hmm estou a ver que tenho de falar contigo  :wor
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Ladyl. em 03.dez.2010, 20:48:03
Não anda fácil... nadinha mesmo. :-\ :'(
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 04.dez.2010, 00:11:53
Infelizmente a ansiedade nunca me largou :/
É horrível quando ela não nos deixa fazer o que queremos...
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Sharika_ em 04.dez.2010, 00:13:16
Infelizmente a ansiedade nunca me largou :/
É horrível quando ela não nos deixa fazer o que queremos...


faço minhas as tuas palavras  :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 04.dez.2010, 00:16:07
Infelizmente a ansiedade nunca me largou :/
É horrível quando ela não nos deixa fazer o que queremos...


faço minhas as tuas palavras  :-\

É horrivel não é?

Acho que tão depressa não me vou ver livre disto
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Sharika_ em 04.dez.2010, 00:17:50
Infelizmente a ansiedade nunca me largou :/
É horrível quando ela não nos deixa fazer o que queremos...


faço minhas as tuas palavras  :-\

É horrivel não é?

Acho que tão depressa não me vou ver livre disto

é mesmo horrivel  :-\
mas olha temos de ser mais fortes do que isso... nao podemos deixar que essas crises de ansiedade comandem a nossa vida  :)
Spoiler (clica para mostrar/esconder)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 04.dez.2010, 00:24:51
Pior é quando se tem ambas... :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 04.dez.2010, 00:28:05
Infelizmente a ansiedade nunca me largou :/
É horrível quando ela não nos deixa fazer o que queremos...


faço minhas as tuas palavras  :-\

É horrivel não é?

Acho que tão depressa não me vou ver livre disto

é mesmo horrivel  :-\
mas olha temos de ser mais fortes do que isso... nao podemos deixar que essas crises de ansiedade comandem a nossa vida  :)
Spoiler (clica para mostrar/esconder)

É isso mesmo, tambem digo isso todos os dias

Spoiler (clica para mostrar/esconder)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Sharika_ em 04.dez.2010, 00:33:26
Infelizmente a ansiedade nunca me largou :/
É horrível quando ela não nos deixa fazer o que queremos...


faço minhas as tuas palavras  :-\

É horrivel não é?

Acho que tão depressa não me vou ver livre disto

é mesmo horrivel  :-\
mas olha temos de ser mais fortes do que isso... nao podemos deixar que essas crises de ansiedade comandem a nossa vida  :)
Spoiler (clica para mostrar/esconder)

É isso mesmo, tambem digo isso todos os dias

Spoiler (clica para mostrar/esconder)

mas nao desistas... custuma-se dizer que uma mentira dita muitas vezes torna-se verdade, por isso vai dizendo que consegues todos os dias, e vais ver que consegues  :-*
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 04.dez.2010, 01:17:08
Infelizmente a ansiedade nunca me largou :/
É horrível quando ela não nos deixa fazer o que queremos...


faço minhas as tuas palavras  :-\

É horrivel não é?

Acho que tão depressa não me vou ver livre disto

é mesmo horrivel  :-\
mas olha temos de ser mais fortes do que isso... nao podemos deixar que essas crises de ansiedade comandem a nossa vida  :)
Spoiler (clica para mostrar/esconder)

É isso mesmo, tambem digo isso todos os dias

Spoiler (clica para mostrar/esconder)

mas nao desistas... custuma-se dizer que uma mentira dita muitas vezes torna-se verdade, por isso vai dizendo que consegues todos os dias, e vais ver que consegues  :-*

Assim espero ;)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 08.dez.2010, 00:13:23
Neste momento montes de ansiedade... nem 2 valium 10 sublinguais me estão a acalmar...  :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 08.dez.2010, 00:26:57
Neste momento montes de ansiedade... nem 2 valium 10 sublinguais me estão a acalmar...  :-\

Como eu te compreendo
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Marilyn em 08.dez.2010, 00:30:35
Nunca me foi diagnosticado nada disto, mas devo ter depressão e em certos momentos sou extremamente ansiosa (de tal modo que me apetece arrancar a própria pele só para não ter de levar com certas coisas)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: MRPEC em 08.dez.2010, 00:31:01
Neste momento montes de ansiedade... nem 2 valium 10 sublinguais me estão a acalmar...  :-\

Mas tens ansiedade ou crises de ansiedade? Ou estas assim pke aconteceu algo?

Bjo
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 08.dez.2010, 00:36:47
Neste momento montes de ansiedade... nem 2 valium 10 sublinguais me estão a acalmar...  :-\

Mas tens ansiedade ou crises de ansiedade? Ou estas assim pke aconteceu algo?

Bjo

Tenho BPD, que dá crises de ansiedade e de depressão...
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: MRPEC em 08.dez.2010, 00:38:13
Neste momento montes de ansiedade... nem 2 valium 10 sublinguais me estão a acalmar...  :-\

Mas tens ansiedade ou crises de ansiedade? Ou estas assim pke aconteceu algo?

Bjo

Tenho BPD, que dá crises de ansiedade e de depressão...

Sim, sei o que isso é... :(... É complicado, mas temos de encontrar sempre um caminho para tentar contornar a situação...

Toma lá um jinho  e uma lambidela :P
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 08.dez.2010, 00:52:08
Neste momento montes de ansiedade... nem 2 valium 10 sublinguais me estão a acalmar...  :-\

Mas tens ansiedade ou crises de ansiedade? Ou estas assim pke aconteceu algo?

Bjo

Tenho BPD, que dá crises de ansiedade e de depressão...

Sim, sei o que isso é... :(... É complicado, mas temos de encontrar sempre um caminho para tentar contornar a situação...

Toma lá um jinho  e uma lambidela :P

Bigada! É raro encontrar alguém que saiba o que é BPD... E o que provoca.

Estou cada vez mais ansiosa... Isto não é normal.  :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: MRPEC em 08.dez.2010, 12:15:59
Neste momento montes de ansiedade... nem 2 valium 10 sublinguais me estão a acalmar...  :-\

Mas tens ansiedade ou crises de ansiedade? Ou estas assim pke aconteceu algo?

Bjo

Eu não tenho BPD, mas transtorno da somatização... Que se analisarmos bem, vai dar tudo "ao mesmo", por isso nina, temos de encontrar sempre forcas e apoio onde não sabemos ter... ;)

Bjinhos

Tenho BPD, que dá crises de ansiedade e de depressão...

Sim, sei o que isso é... :(... É complicado, mas temos de encontrar sempre um caminho para tentar contornar a situação...

Toma lá um jinho  e uma lambidela :P

Bigada! É raro encontrar alguém que saiba o que é BPD... E o que provoca.

Estou cada vez mais ansiosa... Isto não é normal.  :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 09.dez.2010, 03:20:22
Continuam ambas a crescer...
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: corema em 09.dez.2010, 17:15:14
O que é BPD? Bipolaridade?
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: MRPEC em 09.dez.2010, 19:56:08
O que é BPD? Bipolaridade?

Olha BPD pode-se "dizer" que são quase todos os "disturbios psicologicos" possiveis e imagináveis, apenas num... É bipolaridades, transtorno obssessivo compulsivo, etc, tudo junto... É uma mistura explosiva...  :-X
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 09.dez.2010, 20:42:53
O que é BPD? Bipolaridade?

Olha BPD pode-se "dizer" que são quase todos os "disturbios psicologicos" possiveis e imagináveis, apenas num... É bipolaridades, transtorno obssessivo compulsivo, etc, tudo junto... É uma mistura explosiva...  :-X

Põe mistura explosiva nisso...  :'(
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: MRPEC em 09.dez.2010, 22:47:56
O que é BPD? Bipolaridade?


Olha BPD pode-se "dizer" que são quase todos os "disturbios psicologicos" possiveis e imagináveis, apenas num... É bipolaridades, transtorno obssessivo compulsivo, etc, tudo junto... É uma mistura explosiva...  :-X


Põe mistura explosiva nisso...  :'(


Sim, mas acho que disse correctamente o que é o BPD certo?

Mas aqui fica um link sobre o mesmo: http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en (http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en)|pt&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Borderline_personality_disorder

Um beijinho em ti tá?  :-* Não te quero ver desanimada oki linda?
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: ritchi em 10.dez.2010, 01:02:15
heylow

n sei se tou meio off-topic, 1/3

mas
é possivel alguem com ansiedade

 ao fazer o desmame total (por estar bem melhor)
tenha sentido a ansiedade de volta?

isso passa com o tempo? ou n aconteceu

precisava de uns testemunhos  :-\

uns medicos dizem A e outros Z
fico no nada...
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: corema em 10.dez.2010, 14:51:49
A única vez que tentei fazer o desmame do meu medicamento porque já estava controlada, voltou tudo atrás e tive de recomeçar a medicação outra vez. Pior do que isso, foi que antes de ter deixado o remédio tomava a dose mínima e quando tive de voltar a tomar precisei de aumentar a dose. Só um ou dois anos depois é que consegui voltar à dose mínima.

Eu nunca tive uma depressão. Tenho um transtorno de pânico e uma fobia desgraçada. Ou seja, sou um poço de ansiedade.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Pipoca_ em 10.dez.2010, 17:22:28
Eu nunca tive uma depressão. Tenho um transtorno de pânico e uma fobia desgraçada. Ou seja, sou um poço de ansiedade.

E vão duas :-\
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: ritchi em 10.dez.2010, 17:52:45
A única vez que tentei fazer o desmame do meu medicamento porque já estava controlada, voltou tudo atrás e tive de recomeçar a medicação outra vez. Pior do que isso, foi que antes de ter deixado o remédio tomava a dose mínima e quando tive de voltar a tomar precisei de aumentar a dose. Só um ou dois anos depois é que consegui voltar à dose mínima.

Eu nunca tive uma depressão. Tenho um transtorno de pânico e uma fobia desgraçada. Ou seja, sou um poço de ansiedade.
Eu nunca tive uma depressão. Tenho um transtorno de pânico e uma fobia desgraçada. Ou seja, sou um poço de ansiedade.

E vão duas :-\

mas estao a ser acompanhadas?

corema kuanto tempo durou sem medicaçao?

eu reduzi para o minimo... e comecei a sentir a ansiedade de leve
e kuando ia ao cinema de repente na sala sentia picos de ansiedade e de calor
mas aguentava-os com um esforço... lol pk na minha mente keria era sair antes k a ansiedade se manifesta de uma maneira pior (éa minha fobia)
e no gym tonturas e palpitações leves kuando acabava de fazer algum exercicio mais esforçado.. mas ambos acabavam por passar
para n falar k o metabolismo fikou ainda mais rapido do k ja tava... mas isso ja foi com a volta da medicaçao

so sei k voltei ao ponto de partida.. com medicaçao k tinha no inicio! tava com medo de arriscar retirar totalmente, mesmo com uma leve ansiedade..
mas sem um medico pa confiar lol perdi o meu na altura do desmame.

ja me disseram k depois passava a ansiedade... ja me disseram k se sentisse era melhor voltar a tomar
fikei a zeros


Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: corema em 10.dez.2010, 18:23:40
mas estao a ser acompanhadas?

Eu sou seguida por uma psiquiatra. Agora só vou lá de seis em seis meses, porque com a medicação consigo lidar com quase todas as situações de pânico. Há situações que pura e simplesmente evito, como grandes centros comerciais...

corema kuanto tempo durou sem medicaçao?

Uns três meses... Não aguentava mais, estava tudo a voltar atrás. Neste momento tomo a dose mínima e apenas um medicamento. Só se houver um grande factor de stress adicional é que preciso de tomar um ansiolítico.

ja me disseram k depois passava a ansiedade... ja me disseram k se sentisse era melhor voltar a tomar
fikei a zeros

Eu não sei o que é mais frequente. Acho que cada caso é um caso e só mesmo um médico que nos siga é que poderá dizer se é ou não indicado fazer o desmame e como.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 11.dez.2010, 03:04:59
O que é BPD? Bipolaridade?


Olha BPD pode-se "dizer" que são quase todos os "disturbios psicologicos" possiveis e imagináveis, apenas num... É bipolaridades, transtorno obssessivo compulsivo, etc, tudo junto... É uma mistura explosiva...  :-X


Põe mistura explosiva nisso...  :'(


Sim, mas acho que disse correctamente o que é o BPD certo?

Mas aqui fica um link sobre o mesmo: [url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url] ([url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url])|pt&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Borderline_personality_disorder

Um beijinho em ti tá?  :-* Não te quero ver desanimada oki linda?



Mais ou menos... mas para mais informação: http://borderline.prtg.eu (http://borderline.prtg.eu)
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: ritchi em 11.dez.2010, 04:12:32

 Há situações que pura e simplesmente evito, como grandes centros comerciais...
[/quote]

agora viro me um bocado mais pra ti... se me permites...

tu sempre evitas te? nunca tentas te indo aos poucos? enfrentar...?

fizeste psicoterapia?
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 12.dez.2010, 04:48:26
O que é BPD? Bipolaridade?


Olha BPD pode-se "dizer" que são quase todos os "disturbios psicologicos" possiveis e imagináveis, apenas num... É bipolaridades, transtorno obssessivo compulsivo, etc, tudo junto... É uma mistura explosiva...  :-X


Põe mistura explosiva nisso...  :'(


Sim, mas acho que disse correctamente o que é o BPD certo?

Mas aqui fica um link sobre o mesmo: [url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url] ([url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url])|pt&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Borderline_personality_disorder

Um beijinho em ti tá?  :-* Não te quero ver desanimada oki linda?



Mais ou menos... mas para mais informação: [url]http://borderline.prtg.eu[/url] ([url]http://borderline.prtg.eu[/url])

Rapariga, não quero ser paternalista mas eu tive BPD e estou recuperada com terapia. Tens é de pedir ajuda, senão continuas o resto da vida assim.
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: Driretlanii em 12.dez.2010, 21:40:46
O que é BPD? Bipolaridade?


Olha BPD pode-se "dizer" que são quase todos os "disturbios psicologicos" possiveis e imagináveis, apenas num... É bipolaridades, transtorno obssessivo compulsivo, etc, tudo junto... É uma mistura explosiva...  :-X


Põe mistura explosiva nisso...  :'(


Sim, mas acho que disse correctamente o que é o BPD certo?

Mas aqui fica um link sobre o mesmo: [url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url] ([url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url])|pt&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Borderline_personality_disorder

Um beijinho em ti tá?  :-* Não te quero ver desanimada oki linda?



Mais ou menos... mas para mais informação: [url]http://borderline.prtg.eu[/url] ([url]http://borderline.prtg.eu[/url])

Rapariga, não quero ser paternalista mas eu tive BPD e estou recuperada com terapia. Tens é de pedir ajuda, senão continuas o resto da vida assim.


Define pedir ajuda... 17 anos de consultas de psicologia e de psiquiatria não são uma forma de pedir ajuda?!?
Título: Re: Ansiedade vs depressão
Enviado por: _Margot_ em 12.dez.2010, 22:20:00
O que é BPD? Bipolaridade?


Olha BPD pode-se "dizer" que são quase todos os "disturbios psicologicos" possiveis e imagináveis, apenas num... É bipolaridades, transtorno obssessivo compulsivo, etc, tudo junto... É uma mistura explosiva...  :-X


Põe mistura explosiva nisso...  :'(


Sim, mas acho que disse correctamente o que é o BPD certo?

Mas aqui fica um link sobre o mesmo: [url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url] ([url]http://translate.google.pt/translate?hl=pt-PT&langpair=en[/url])|pt&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Borderline_personality_disorder

Um beijinho em ti tá?  :-* Não te quero ver desanimada oki linda?



Mais ou menos... mas para mais informação: [url]http://borderline.prtg.eu[/url] ([url]http://borderline.prtg.eu[/url])

Rapariga, não quero ser paternalista mas eu tive BPD e estou recuperada com terapia. Tens é de pedir ajuda, senão continuas o resto da vida assim.


Define pedir ajuda... 17 anos de consultas de psicologia e de psiquiatria não são uma forma de pedir ajuda?!?

Se não estão a funcionar e não te sentes melhor, precisas de mudar de psicolog@ e/ou psiquiatra.
Título: Ansiedade
Enviado por: caires em 05.ago.2013, 22:47:03
Olá. Não sei onde colocar isto porque a Pesquisa não está disponível, por isso abri um tópico porque penso que não sou o único que talvez precise de ajuda.

Ultimamente tenho sofrido muito de ansiedade e entro em desespero, só queria saber o que vocês recomendam. Se alguém daqui sofre do mesmo, o que vocês fazem para controlar a situação, ou evitá-la? E não estou receptível a psiquiatra.
Título: Ansiedade
Enviado por: Diotima em 05.ago.2013, 22:54:40
Ola :). Eu já tive um período de muita ansiedade, quando andava na Faculdade, mas estava a ser seguida por uma psiquiatra que me receitou uns tranquilizantes (já não me recordo o nome). Mas se dizes que não estás receptivo a psiquiatras sugiro que tentes controlar a ansiedade com truques (truques de respiração, por exemplo). Procura truques de relaxamento também. É o melhor que te consigo aconselhar.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 06.ago.2013, 00:45:47
É que eu entro mesmo em crise... fico com dores de cabeça, a chorar, nervoso, com os músculos super tensos... e fica difícil acalmar-me sozinho...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: PsyGirl_Av em 06.ago.2013, 20:38:58
Esses períodos de ansiedade são constantes ou momentâneos? Consoante o tipo de sintomatologia podemos encontrar estratégias mais ajustadas.

Spoiler (clica para mostrar/esconder)

Ah e podes sempre consultar este tópico: http://www.rea.pt/forum/index.php?topic=12082.0 (https://www.rea.pt/forum/index.php?topic=12082.0)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 06.ago.2013, 20:58:48
São momentâneos... mas repetem-se algumas vezes ao dia... ou diariamente... neste preciso momento, por exemplo, sinto-me ansioso e hoje ainda não me tinha sentido assim.

Vou dar uma vista de olhos pelo tópico. Obrigado!
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: PsyGirl_Av em 06.ago.2013, 21:05:41
São momentâneos... mas repetem-se algumas vezes ao dia... ou diariamente... neste preciso momento, por exemplo, sinto-me ansioso e hoje ainda não me tinha sentido assim.

Vou dar uma vista de olhos pelo tópico. Obrigado!

Se entrarmos pela área da Ansiedade patológica, podes experimentar Ansiedade Generalizada (ou seja, ruminação constante de preocupações), Ataques de Pânico (costumam durar cerca de dez minutos, com a sensação de perigo eminente e medo de morrer) ou Ansiedade subjacente a outra condição, como por exemplo, fobia, POC ou Depressão. Neste caso, antes de procurar estratégias é importante procurar a raiz do problema.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 06.ago.2013, 21:42:33
Foi-me diagnosticada depressão há uns tempos, e penso que estou numa fase mais crítica porque estou numa fase de transição. Vou falar um pouco sobre o que penso... para ver se alguém me pode dar uma ajuda mais concreta.

Penso que comecei a ter depressão quando me assumi aos meus pais, porque houve muitas agressões psicológicas e físicas por parte do meu pai, tanto que tive que sair de casa, e culminou com a separação dos meus pais. Depois estive num relacionamento conturbado que não me trouxe coisas muito boas... fui infetado com HIV e estive um três semanas internado no hospital e aí a depressão piorou e tive um período de depressão profunda, aproximadamente dois meses... e a relação em que estava terminou muito mal, sofri imenso porque agredi o meu namorado e fiquei com as culpas todas nas costas e com sentimento de culpa. Melhorei mas os problemas continuaram: os meus pais tinham uma empresa em conjunto e a empresa estava a fechar; tive que refazer a minha vida só com a minha mãe; o meu pai entretanto arranjou uma mulher com a qual casou; sentia-me sozinho; para refazer a vida com a minha mãe criei uma empresa com ela (que chegou ao fim há cerca de 2 meses); minha mãe e eu ficámos desempregados e atolados de dívidas; a casa onde vivo com a minha mãe está para ser penhorada; conheci um rapaz (há um ano atrás) com o qual comecei a namorar e que me apoiou imenso mas com tanta pressão e revolta que sinto acho que comecei a descarregar nele e estamos neste momento na 'corda bamba'... e ele foi e é um grande pilar para mim, sinto que se a relação terminar que eu entro novamente em depressão como após a descoberta da infeção por HIV. E toda a resolução destes problemas levam-me à ansiedade... digo eu.

Desculpem se fui confuso, mas tentei resumir ao máximo e é tanta coisa que já nem consigo organizar as ideias.
Título: Ansiedade
Enviado por: Diotima em 06.ago.2013, 21:53:49
Dizer que é tudo na nossa cabeça e que temos que dar a volta também pode apenas prolongar o problema pois pensamos que podemos controlar o problema quando é o problema que nos controla a nós. Digo eu :P.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Gypsy em 06.ago.2013, 21:58:43
Dizer que é tudo na nossa cabeça e que temos que dar a volta também pode apenas prolongar o problema pois pensamos que podemos controlar o problema quando é o problema que nos controla a nós. Digo eu :P.

O problema controla-nos a nós enquanto o deixamos controlar. E disso é que nos esquecemos, na maior parte das vezes. E contra mim falo, porque sempre que caio numa crise do género também me estou claramente a deixar-me controlar por algo perfeitamente irracional. É tudo meio complexo...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: PsyGirl_Av em 06.ago.2013, 22:03:59
Foi-me diagnosticada depressão há uns tempos, e penso que estou numa fase mais crítica porque estou numa fase de transição. Vou falar um pouco sobre o que penso... para ver se alguém me pode dar uma ajuda mais concreta.

Penso que comecei a ter depressão quando me assumi aos meus pais, porque houve muitas agressões psicológicas e físicas por parte do meu pai, tanto que tive que sair de casa, e culminou com a separação dos meus pais. Depois estive num relacionamento conturbado que não me trouxe coisas muito boas... fui infetado com HIV e estive um três semanas internado no hospital e aí a depressão piorou e tive um período de depressão profunda, aproximadamente dois meses... e a relação em que estava terminou muito mal, sofri imenso porque agredi o meu namorado e fiquei com as culpas todas nas costas e com sentimento de culpa. Melhorei mas os problemas continuaram: os meus pais tinham uma empresa em conjunto e a empresa estava a fechar; tive que refazer a minha vida só com a minha mãe; o meu pai entretanto arranjou uma mulher com a qual casou; sentia-me sozinho; para refazer a vida com a minha mãe criei uma empresa com ela (que chegou ao fim há cerca de 2 meses); minha mãe e eu ficámos desempregados e atolados de dívidas; a casa onde vivo com a minha mãe está para ser penhorada; conheci um rapaz (há um ano atrás) com o qual comecei a namorar e que me apoiou imenso mas com tanta pressão e revolta que sinto acho que comecei a descarregar nele e estamos neste momento na 'corda bamba'... e ele foi e é um grande pilar para mim, sinto que se a relação terminar que eu entro novamente em depressão como após a descoberta da infeção por HIV. E toda a resolução destes problemas levam-me à ansiedade... digo eu.

Desculpem se fui confuso, mas tentei resumir ao máximo e é tanta coisa que já nem consigo organizar as ideias.

Pelo que me falas estamos perante uma situação complexa... Mas não desesperes! Primeiro de tudo existe uma máxima que deves seguir: mudar o que podes mudar, aceitar o que não podes mudar e compreender a diferença entre estas duas. Relatas situações complexas que não podem ser alteradas: a infecção e os proprios problemas económicos. No entanto, podes moderar a forma como elas te afectam.
Uma das coisas que te recomendo é construíres uma Escala de Ansiedade. Quando estiveres a ruminar sobre alguma preocupação situa esse problema com outro que poderias ter. Vou dar um exemplo: imagina que tens uma dívida por pagar, questiona que ansiedade sentes perante esse problema; posteriormente, questiona para ti mesmo "e se a minha mãe tivesse falecido?". Eu sei, é duro e pode parecer cruel, mas ao comparares os teus problemas quotidianos com situações tidas como mais graves, vais aprender a relativizar. Esta é apenas uma estratégia, podes achar adequada ou não - depende de cada um.
Aconselho-te a procurar ajuda profissional - não ligues ao estigma da sociedade. Tens bastantes preocupações legítimas e seria bom teres alguém que te auxiliasse. Acima de tudo, continua a tua rotina, com a certeza de que enquanto estivermos vivos, tudo é passível de ser resolvido.
Quanto à Ansiedade, com os problemas que relatas é normal que a sintas - não te culpabilizes por isso. Mais ainda, a sintomatologia ansiosa encontra-se frequentemente associada a estados de Depressão. Ansiolícos e antidepressivos podem aliviar alguma da sintomatologia física, o que, em fazes agudas, pode ser um bom auxílio.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 06.ago.2013, 22:12:12
Obrigado pelas tuas palavras, ajudaram-me muito.

Após me ser diagnosticado a infeção por HIV fui automaticamente reencaminhado para a psicóloga do hospital, no início fez efeito e senti melhorias, mas agora sinto que já não dá mais... não que ela não faça o seu trabalho corretamente, adoro-a como profissional e ajudou-me imenso, mas sinto que não consigo mais ir ao hospital todos os meses... é doloroso. Deixei de ir à psicóloga há quase um mês.

Sobre a rotina praticamente já não a tenho... estou em férias de escola, sem trabalho, sem dinheiro... praticamente não consigo fazer nada sozinho porque perdi a minha autonomia. Isto levou a sobrecarregar o meu namorado. Só tenho saído porque a minha melhor amiga veio do Continente (vivo na Ilha da Madeira) e ela tem arrecadado com as minhas despesas...

Quanto à medicação, não queria recorrer porque não quero que nada interfira com os tratamentos do HIV. Não me informei, mas tenho medo!
Título: Ansiedade
Enviado por: Diotima em 06.ago.2013, 22:12:45
Eu penso que não se deve recusar totalmente a medicação. Temos que ser generosos connosco próprios e se há fases que a medicação pode ajudar a suportar melhor, então devemos aceitá-la (no meu caso eu tenho que tomar medicação o resto da vida e aceito isso bem. Mas há muitos casos que se toma mediação apenas por um curto/médio período de tempo...) O médico psiquiatra e os médicos que te acompanham por causa do HIV saberão dizer se os medicamentos interferem...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 06.ago.2013, 22:23:29
Não queria meter-me em medicações e depois não conseguir sair disso..
Título: Ansiedade
Enviado por: Diotima em 06.ago.2013, 22:29:02
Falo por mim: quando tomei medicamentos para a ansiedade consegui deixar de tomar quando foi tempo de deixar de tomar. Mas se não queres mesmo procura técnicas alternativas de controlo de ansiedade. Parece-me que estás com muitos problemas para suportar tudo sem ajuda...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: PsyGirl_Av em 06.ago.2013, 22:30:01
Obrigado pelas tuas palavras, ajudaram-me muito.

Após me ser diagnosticado a infeção por HIV fui automaticamente reencaminhado para a psicóloga do hospital, no início fez efeito e senti melhorias, mas agora sinto que já não dá mais... não que ela não faça o seu trabalho corretamente, adoro-a como profissional e ajudou-me imenso, mas sinto que não consigo mais ir ao hospital todos os meses... é doloroso. Deixei de ir à psicóloga há quase um mês.

Sobre a rotina praticamente já não a tenho... estou em férias de escola, sem trabalho, sem dinheiro... praticamente não consigo fazer nada sozinho porque perdi a minha autonomia. Isto levou a sobrecarregar o meu namorado. Só tenho saído porque a minha melhor amiga veio do Continente (vivo na Ilha da Madeira) e ela tem arrecadado com as minhas despesas...

Quanto à medicação, não queria recorrer porque não quero que nada interfira com os tratamentos do HIV. Não me informei, mas tenho medo!

No que concerne à medicação, penso que é bastante comum a toma de psicofármacos em casos de infecção por HIV - uma vez que costuma estar associada a estados depressivos.  É compreensível que evites ir ao Hospital, dado que é um local com uma conotação negativa. Mas é importante essa ajuda profissional, mais que não seja para teres alguém que te dê outras perspectivas e te forneça estratégias.
Eu compreendo que tendas a isolar-te... Mas não te feches em casa. Nem que vás dar uma caminhada de meia hora - se a ansiedade te preocupa, procura companhia. É importante que tenhas um período onde vejas pessoas, compreendas que o Mundo continua - até podes perceber que as outras pessoas também andam atarefadas e preocupadas (pode parecer mau, mas os problemas dos outros normalizam os nossos).
Nunca desactives a tua rede social, procura a ajuda dos teus amigos, tal como ofereces a tua quando eles precisam. Eu sei que custa sair, mas acredita que o que custa mais é o início, depois, com a própria experiência, vais percebendo que ficas melhor e isso vai motivar-te.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 06.ago.2013, 22:38:20
Pois... houve uma altura em que eu conseguia sair de casa e fazer as coisas sozinho, mas agora não consigo e tenho dificuldade em fazer amizades e conhecer novas pessoas. Tento fazer amizades mas não me identifico com ninguém. Uma simples ida à praia é difícil para mim... não consigo...

Eu procuro companhia, mas os meus amigos contam-se por uma mão... e a minha melhor amiga já nem vive aqui na Ilha... daí confiar mais no meu namorado nesse sentido... e enfim, acontecer o que está a acontecer, com um tempo na relação...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: PsyGirl_Av em 06.ago.2013, 22:52:52
É normal que ocorra um desgaste na relação. Mas se ele ainda está contigo, mesmo perante as adversidades, deves preservá-lo. Eu sei que custa tratar os outros bem quando estamos envoltos em problemas. Mas pondera antes de falares/agires. Sempre que sentires que vais "explodir" cria um tempo de latência - por exemplo, aguarda 10 segundos antes de falares. Outra coisa importante é tentares colocar-te no lugar do outro. Imagina como te sentirias se fosses o teu namorado. Com isto não penses que és um mau namorado, nada disso, és apenas uma pessoa com problemas (atenta às circunstâncias!)... Se tens o teu namorado do teu lado, pronto a ajudar, é porque mereces! Nunca te tires valor. Podes ter poucos, mas tens amigos - provavelmente porque és um bom amigo ;). Podem não ter as melhores condições, mas tens a tua mãe - imagina a quantidade de pessoas perdidas neste Mundo. Os bens materiais são importantes, mas nada substitui aquele abraço especial.

(Obviamente que estou a falar sem grande conhecimento de causa, por isso perdoa-me qualquer erro)

Quanto à medicação... Eu sei que existe sempre o medo da dependência. Felizmente os psicofármacos estão cada vez mais refinados, apresentando menos efeitos secundários. Obviamente que se gera uma habituação, mas é perfeitamente ultrapassável com um desmame adequado e um trabalho psicoterapêutico complementar. Quem pensa que os problemas se curam com medicação está errado! Mas a medicação ajuda a aliviar sintomas fisiológicos, o que permite um melhor trabalho - como podes compreender, é muito difícil trabalhar ao nível dos pensamentos das pessoas quando estas não conseguem parar sequer de chorar. Digamos que a medicação funciona como um facilitador terapêutico.
A nível pessoal, já tomei ansiolíticos e antidepressivos (por um período de tempo relativamente longo) e consegui fazer um desmame relativamente simples - mesmo tendo na altura situações complicadas a decorrer na minha vida.
Se descartas mesmo a medicação, existem outras estratégias comportamentais, como por exemplo: respiração diafragmática ou o relaxamento muscular progressivo.  Embora estas possam, e devem, ser treinadas, numa primeira fase convém que sejam feitas de forma orientada (por um profissional).
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 06.ago.2013, 23:05:06
De momento é o relacionamento que me está a preocupar mais. Estamos num 'tempo' e não sei se as coisas vão voltar. Tenho receio de o perder, ele é mesmo um pilar para mim e apesar de eu desvalorizá-lo muitas vezes, amo-o mesmo muito e queria que ele estivesse sempre a meu lado para me ajudar em tudo, tal como eu quereria estar ao lado dele. Ele chegou ao ponto de me dizer que o que sentia por mim já não é como antes e que já não acredita na nossa relação... não sei se o disse por estar magoado comigo ou se foi mesmo dito de cabeça fria.

Tenho a minha mãe... mas a nossa relação também não está bem. Está um ambiente super desconfortável cá em casa, e ela está sempre ausente e nem nota quando estou triste ou deprimido... E sinto falta de um pai, de um pai que nunca tive... o meu 'pai' sempre foi péssimo em todos os níveis, nunca me compreendeu, deu atenção, me acarinhou...

Não descarto totalmente a medicação... por vezes quando estou em desespero penso que talvez fosse o que me falta. Nesses momentos só me apetece apagar por uns tempos, e só voltar quando estiver tudo melhor. Penso muito em desistir e desaparecer. Ah, e já para não falar na minha auto-estima e está totalmente em baixo...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: PsyGirl_Av em 06.ago.2013, 23:15:17
Quanto ao teu namorado, reflecte sobre os problemas que ele te relatou/relata. Tenta perceber se ele tem ou não razão. Se achas que ele tem razão, muda o que conseguires e mostra-lhe essa mudança. Se achas que não lhe deste o valor que ele efectivamente tem, diz-lhe isso... Mas mais do que palavras, demonstra. Age em conformidade com o que consideras correcto.

No que concerne à tua mãe... Se te for possível (depende da vossa relação) tenta falar com ela. Expõe as tuas fragilidades - nem todos conseguem ter a mesma sensibilidade para com as questões. Já quanto ao teu pai, por vezes temos de aceitar que nem sempre as pessoas são como gostávamos. Acima de tudo, valoriza as pessoas que tens! Elas são muito importantes. Mas não é só valorizar os outros... Valoriza-te! Ouve e retém os elogios que te fazem - certamente já te fizeram muitos! Olha para as tuas conquistas, relembra-te de bons momentos, procura coisas boas em ti. Dá-te motivos para seres feliz!
Título: Ansiedade
Enviado por: Diotima em 06.ago.2013, 23:16:10
Isso de apagar por uns tempos associado a mediação traz-me recordações...... A medicação não faz te faz apagar as coisas mas pode ajudar a controlar a ansiedade. Mas a mediação é para ser tomada na dose prescrita pelo médico. Nada de tentar apagar o sofrimento com uma dose mais forte... (Mas eu sei que esse não é o teu problema actual, estava só a falar de mim).
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 07.ago.2013, 21:49:49
Quanto ao teu namorado, reflecte sobre os problemas que ele te relatou/relata. Tenta perceber se ele tem ou não razão. Se achas que ele tem razão, muda o que conseguires e mostra-lhe essa mudança. Se achas que não lhe deste o valor que ele efectivamente tem, diz-lhe isso... Mas mais do que palavras, demonstra. Age em conformidade com o que consideras correcto.

No que concerne à tua mãe... Se te for possível (depende da vossa relação) tenta falar com ela. Expõe as tuas fragilidades - nem todos conseguem ter a mesma sensibilidade para com as questões. Já quanto ao teu pai, por vezes temos de aceitar que nem sempre as pessoas são como gostávamos. Acima de tudo, valoriza as pessoas que tens! Elas são muito importantes. Mas não é só valorizar os outros... Valoriza-te! Ouve e retém os elogios que te fazem - certamente já te fizeram muitos! Olha para as tuas conquistas, relembra-te de bons momentos, procura coisas boas em ti. Dá-te motivos para seres feliz!

Não sei como poderei conversar com o meu namorado... se ele não se demonstra disponível para isso. Não quero desrespeitar o tempo que me pediu, mas já tentei falar com ele e não me disse nada.

E quanto à minha mãe sinceramente já desisti, ela que faça tudo como entender...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: LG em 10.ago.2013, 01:12:52
Ansiedade é a inimiga do nosso corpo.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 10.ago.2013, 01:21:08
Porque dizes isso?
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: LG em 10.ago.2013, 01:23:00
já alguma vez tiveste  ataque de ansiedade? se não tiveste, ainda bem, nem queiras.
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: caires em 10.ago.2013, 01:24:27
Sim, já tive, gostava apenas que contasses a tua experiência...
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: LG em 10.ago.2013, 01:25:49
Sim, já tive, gostava apenas que contasses a tua experiência...

mmm não foram experiências boas, mas também não gosto de expor a minha vida aqui :)
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: ffmiranda86 em 16.ago.2013, 23:26:32
De facto a tua historia de vida não é facil e para pessoas mais sensiveis certamente poderá criar depressões. Atenção que não tenho nada contra as pessoas mais sensiveis...

Mas em que aspectos ou em que circunstancias sentes mais ansiedade? Porque essa ansiedade? Da forma como contas-te justifica-se mais a palavras desespero...
O que poderei dizer acerca disto é que terás que identificar em que áreas e situações poderás ter esses sintomas, e de certa forma por mais que custe evitares tais situações, poderá ser dificil mas superar as nossas dificuldades é uma grande batalha que depois de ganha sentiremos em nós uma grande vitória.

A vida não é facil, mas por mais que queiramos comprir com os nossos compromissos apesar de ser impossivel temos que tomar um partido, ou sofro ou tento a certo custo evitar sofrer e a forma que poderás evitar é mesmo mudando certos ambientes, certas e determinadas conversas ou outras situações que fassa ficar mais ansioso.

Espero ser um pouco util, sou da opinião que falar é facil, dificil mesmo é vive-la. Mas em certos aspectos da tua vida que já passas-te eu também já passei por iguais ou identicos e apesar de ser muito dificil temos que saber e ter muita força de vontade.
Título: ansiedade e coração partido
Enviado por: barrottes em 11.abr.2014, 19:54:17
ola a todos...é a primeira vez que cá venho...sou o filipe e tenho 32 anos....sou uma pessoa muito ansiosa e já faço medicação há 10 anos...andava tudo controlado até que me apareceu uma pessoa mais velha que eu 8 anos....fomos felizes durante os 5 meses que estive a trabalhar longe de casa..abdiquei de uma relação de 7 anos algo conturbada mas que não me era indiferente.mas agora tive de voltar porque apareceu um bom contrato de trabalho na zona onde resido...gostava de ter ficado com esta pessoa no sul...mas ela mostra-se reticente por já ter sido mãe e ter dificuldades em assumir um novo homem na sua vida...casa etc....o que eu até percebo bem...a verdade é que bati no fundo...estou para aqui com uma ansiedade do tamanho do mundo...um buraco e angustia neste peito...não sei se me vao responder mas precisava de desabafar e ate conversar...beujos e abraços
Título: Re: ansiedade e coração partido
Enviado por: Odra em 12.abr.2014, 19:50:06
Olá Filipe!


No que diz respeito a relações, não sou a pessoa mais indicada para te dar apoio, excepto se quiseres uma palavra de alguém de fora da caixa. Se amas mesmo essa pessoa, e quiseres mesmo agarrar essa oportunidade de trabalho, acho que devias tentar manter essa relação, mesmo que seja apenas à distância.

Em relação à ansiedade, acho que qualquer pessoa que tivesse de fazer uma escolha dessas, também ficaria como estás, ainda por cima se já há problemas vindos de trás.

Tens que fazer aquilo que achares que é melhor para ti, e ter esperança de que as coisas irão melhorar. ;)

Abraços,
Ricardo
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: Sinvastatina em 05.jun.2015, 17:34:51
9 dicas para relaxar

Um pouco de calma por dia, nem sabe o bem que lhe fazia…



Se este primeiro mês do ano o deixou de rastos, é altura de controlar esse stress. Como? Usando estratégias simples que marcam pontos contra a ansiedade e ajudam ao relaxamento do corpo e da mente. Sim, ainda vai a tempo de pôr a serenidade no seu dia-a-dia.

1    RESPIRE FUNDO
Tem a certeza de que sabe res­pirar? Ou limita-se a inspirar e a ex­pirar? Concentrada apenas na par­te superior do peito, esta respiração nervosa pode ser suficiente à vida, mas não chega para garantir o bem-estar do organismo. Mal oxigenado, o corpo queixa-se de fadiga, ansie­dade, dores musculares, falta de con­centração, memória fraca, podendo até sofrer distúrbios digestivos, lin­fáticos ou dermatológicos. Usar os pulmões na totalidade, reaprenden­do a respirar profundamente como na infância, evita tudo isto e traz ain­da sossego às emoções rebeldes, já que o cérebro é mais bem nutrido.

2    ESPREGUICE-SE
Ainda na cama, ao levantar-se e ao longo do dia, sempre que o corpo lhe pedir. Parece mal, mas faz bem. Não só estimula a circulação, dando mais energia, evitando dores mus­culares e aumentando a flexibilida­de, como contribui para o bom es­tado das articulações. E está a ver aquela dor de cabeça ao final da tar­de? Estirar-se pode reduzir a tensão no pescoço e nos ombros, zonas cas­tigadas pela vida moderna passada ao computador e ao telefone.

3    ESCUTE O SILÊNCIO
Há quanto tempo não experi­menta a calma trazida por uns mi­nutos de silêncio? Mergulhados no acelerado mundo moderno, onde os estímulos auditivos são constan­tes, esquecemo-nos do mal que ta­manha poluição sonora nos faz – ao corpo e à mente. Tirar um tempo, to­dos os dias ou com regularidade, pa­ra escutar o vazio pode ser uma boa estratégia contra a ansiedade. Pre­cisa de inspiração? Leia O Livro do Silêncio, da britânica Sara Maitland.

4    DESLIGUE-SE
Hoje, mesmo estando longe de tudo, estamos sempre à distân­cia de um clique. E já nem é necessá­rio computador. Basta a vibração do smartphone para nos roubar a aten­ção. São cada vez mais aqueles que, na sociedade moderna, não conse­guem desligar-se… do trabalho, das redes sociais, da internet. E isso, dizem os investigadores, tem custos eleva­dos no bem-estar. É o seu caso? Sai­ba que não chega tirar o som ou pôr o alarme em pausa, é preciso mesmo pôr em off toda a tecnologia. Escolha um momento do dia para se libertar e verá que esse medo de ficar fora do mundo não tem sentido.

5    FAÇA FESTAS
Já não é segredo: ter um animal de estimação, e estimá-lo, pode ser altamente benéfico na luta contra o stress e distúrbios associados. Além de estarem sempre disponíveis, os bichos retribuem-nos o mimo e pa­recem até saber quando dele mais precisamos. Depois há o pelo. Está provado que acariciar um animal macio ajuda a descontrair corpo e mente, já que esta é uma atividade rítmica, repetitiva e relaxante. Pes­quisas garantem até que pode bai­xar a frequência cardíaca e respira­tória, equilibrando a tensão arterial.

6    CAMINHE
Hipócrates tinha razão quan­do disse que caminhar é o melhor remédio. Hoje não faltam pesquisas a comprová-lo: andar a pé dá saúde. Não só física, sendo uma eficiente estratégia na prevenção ou no equi­líbrio de diversas doenças crónicas, mas também mental, aliviando o es­pírito das preocupações e ansieda­des. Autêntico tónico contra o stress e as insónias, esta banal atividade físi­ca ajuda a atenuar os sintomas da de­pressão, melhorando a autoestima e o humor. E não é exigente, bastam sapatos e roupa confortável.

7    MEDITE
Num espaço de tempo tão curto como um segundo, se pensarmos que esta é uma atividade milenar, a me­ditação conquistou o Ocidente. E não faltam estudos a confirmar-lhe os be­nefícios. Um deles revelou mesmo que meditar cerca de 30 minutos por dia, durante oito semanas, leva a mudanças consideráveis nas zonas cere­brais associadas à memória, empatia e stress. Mas há mais. Se investigadores falam no reforço do sistema imunitá­rio, na redução da ansiedade, da irrita­bilidade e da cólera, outros cientistas sublinham o seu papel positivo contra a tensão arterial, insónia, dor crónica, depressão ou adições.

8    FALE POSITIVO
Se passa o dia a queixar-se disto e daquilo, daquele e do outro, a desacreditar e a desacreditar-se, pense em mudar o disco. Está provado que a for­ma como comunicamos influencia, e muito, o nosso bem-estar. Não são apenas as palavras escolhidas que pe­sam, também o modo como se dizem. Experimente substituir, por exemplo, complicado por desafio, problema por assunto a resolver, crise por fase me­nos positiva. E sorrir. Aos outros, mas também a si próprio.

9    SINTA O AROMA
Conhece os óleos essenciais? Du­rante muito tempo confinados aos centros de bem-estar e às terapias na­turais, hoje dão que falar pelas suas múltiplas propriedades. Se alguns, co­mo o óleo essencial da árvore do chá, são preciosos no combate a infeções e contágios, outros podem ser úteis na conquista do equilíbrio. Um estu­do aponta o óleo essencial de berga­mota como uma mais-valia contra o stress, mas há quem prefira os calman­tes óleos de alfazema ou de laranja do­ce. Fundamental, para um uso seguro da aromaterapia, é respeitar as instru­ções: basta um par de gotas para sentir o efeito desta natureza concentrada.


Fonte: http://www.noticiasmagazine.pt/2015/9-dicas-para-relaxar/comment-page-2/#comments
Título: Re: Ansiedade
Enviado por: origo em 20.jun.2018, 11:46:40
Obrigada pela resposta Sinvastatina :)


Outras dicas...


https://www.mindful.org/cultivate-mindful-attitude-new-books-podcasts/?utm_source=Mindful+Newsletter&utm_campaign=a402fd826e-EMAIL_CAMPAIGN_2018_06_18_01_22&utm_medium=email&utm_term=0_b4e0293689-a402fd826e-44751147&mc_cid=a402fd826e&mc_eid=a4c6928bdc (https://www.mindful.org/cultivate-mindful-attitude-new-books-podcasts/?utm_source=Mindful+Newsletter&utm_campaign=a402fd826e-EMAIL_CAMPAIGN_2018_06_18_01_22&utm_medium=email&utm_term=0_b4e0293689-a402fd826e-44751147&mc_cid=a402fd826e&mc_eid=a4c6928bdc)