Assuntos Gerais > Apoio

Como os confrontar?...

<< < (2/5) > >>

mega:
Eu procuro não confrontar os meus pais com isto. Aliás, o meu pai nunca sequer mencionou nada sobre o assunto, apesar de saber.
Quando contei à minha mãe, a primeira reacção dela foi: de alivio, pois até lhe tinha passado pela cabeça que o meu "problema" teria algo a ver com drogas (eu nem fumo.... mas enfim...) e disse: "Ah é só isso?? Oh querida... isso é uma fase. Todas as adolescentes passam por isso.". Era a véspera de eu completar 23 anos ("Adolescente?????")....
Quando começou a perceber que não era uma fase, deixou de me falar durante 3 meses.
Hoje em dia, de vez em quando atira as suas "piadinhas" para o ar, mas nunca irá aceitar nem sequer compreender.

Acho que primeiro temos de viver com nós próprios, e depois viver com o que os outros podem ou não pensar de nós (eu , pessoalmente, limito os outros a família e amigos...)

A escolha de contar ou não aos outros é nossa.

Conheço quem nunca o fez nem nunca o irá fazer e que viva em plena harmonia.
Por isso, cada caso é um caso.
Cristina

Ines:
;D

Bem apesar de ter sido eu a abrir este tópico, hj digo-vos k muito sinceramente...vou desfrutar ao máximo a minha forma de amar... :D sigo o meu raciocinio e penso...olho para os meus pais ::)ops...começo a imaginar as caras  :P penso assim: -"não, agora não...para kê destruir akela imagem, para kê destruir akele molde em k me colocaram mentalmente" ??? Olho para os meus amigos, lanço...tipo kem n ker a coisa, a conversa p a mesa e ouço assustadoramente as respostas do género -"numa relação de lésbicas kem faz de homem" :-X "homem" ??? ::) Enfim...não vou sitar mais respostas pk não vale apena...seria o mesmo k estar a cavar um poço sem fundo e cada vez mais escuro e asfixante :-/ :'(

Tudo isto para dizer k o k penso hj em dia é viver a minha vida a 100% e se alguma vez se proporcionar contar aos amigos ou à família será através de um diálogo não premeditado e se possível ameno (lol axo k estou a sonhar um bocadinho lol mas tb o é a vida senão um sonho constante lol) ;D mas por experiência própria, qt mais ensaiamos uma determinada situação, normalmente o resultado sai um bocadinho ao lado dakilo k estava previsto à partida ;D

Por isso o tempo e as situações imprevistas por vezes encarregam-se de nos dar as respostas ;D Eu por vezes até digo k as melhores respostas são akelas k o silêncio nos dá :D :P

:-* a tod@s

Lorca:
Olá a todos

Até hoje, as pessoas a quem contei sobre a minha homssexualidade aceitaram, no geral, bem! Algumas dessas pessoas eram até muito críticas, contudo acho que o facto de estarem diante de alguém que toda a vida (ou quase) conheceram e o facto de não encontrarem na minha pessoa nada que as fizesse ligar-me a alguma coisa que considerassem mais desagradável deve ter ajudado! No fundo, talvez seja "Olha, mas afinal até é normal e não estava nada à espera..." essas coisas!

Quanto aos Pais :o , bem aí é outro departamento!!!
Não quero confrontá-los e se entendemos por confrntação , "eu sou assim, quem quer quer, quem não quer que passe muito bem.." , então aí não quero confrntar ninguém...

A minha parca experiência de vida diz-me que as coisas não são bem assim...não é fácil que os outros nos aceitem e em vez de confrontá-los, há que , aos poucos, tentar mostrar o outro lado, a beleza, e a sensibilidade, o sofrimento (que é igual, ao de todos os outros) e a alegria de se ser amado!...

Não é fácil que nos aceitem e isso é compreensível, se calhar a maioria de nós também teve muita dificuldade em se aceitar...
Temos que dar tempo ao tempo, e tentar ser o mais feliz que o mundo nos permitir... :)

É sempre difícil encontrar a plenitude e isso é problema de todos os seres humanos, não apenas nosso


Um abraço a todos

Sílvia

Ines:
:)

Lorca eu qd utilizei a palavra "confrontar" pensei no facto de os colocar a par da nossa homosexualidade :)...nunca a pensei utilizar no sentido de algo abrupto ou intempestivo, até pk como tod@s nós sabemos...essa é bem de longe a via mais simples ou "eficaz" e deixa sempre enormes amargos sabores de boca :-/

:-* a tod@s

Lorca:
Claro Inês, apenas escrevi aquilo, porque algumas pessoas, julgo eu , pensarão dessa forma...confrontar no sentido que eu escrevi...

:)

Navegação

[0] Índice de mensagens

[#] Página seguinte

[*] Página anterior

Ir para versão completa