Outras Conversas > Artes & Letras

Livros que nos marcaram

(1/497) > >>

cool_water:
ora benhe! hehe

ocorreu-me perguntar por aki quais os livros que vos marcaram mais e porque.

acredito que os livros sao uma das preciosidades da nossa sociedade ate porque em muitos deles vemos-nos retratados...  ::)

fica aki, por isso, a sugestao de trocar ideias e poder inclusive aumentar a nossa cultura geral!  :book


fikem mt bem  :-*  :-*

leni:
Com licença... :curtain

Ora então vamos lá ver... a lista é capaz de ser um pouco curta, não sei, vamos lá ver do que me vou lembrando. :P


As Aventuras de Tom Sawyer, Mark Twain - Este sim é um verdadeiro clássico meu. Adoro este livro e tudo o que ele oferece. Não é aquela adoração enooorme, mas 'tá aqui no cantinho. :) O que este livro tem de especial é... tudo, mesmo. A linguagem, o espírito da altura, as superstições, a maneira que os miúdos tinham de ocupar os tempos livres, o desejo de fazer algo mais arriscado... Não digo o mesmo das Aventuras de Huckleberry Finn, embora seja outro livro dos meus favoritos, foca-se mais no tema do racismo e da liberdade no que das aventuras de dois rapazes de uma pequena cidade de província. Simplesmente... adoro este livro. ;D

The Catcher In The Rye, J. D. Salinger - Este é, e não tenho medo de dizer (e porque é que havia de ter, duh?) o meu livro preferido. Li-o quando estava a atravessar uma fase difícil (o ano passado) e não sei como, através de todo o pessimismo do Holden Caulfield, consegui recuperar a pouco e pouco. Á medida que ia lendo o livro ia identificando os meus sentimentos da altura, a minha raiva contra certas coisas, o que eu odiava acerca das pessoas, etc. Identifico-me muito com aquele livro. Muitas pessoas não o compreendem porque dizem que o Holden é um personagem irritante, zangado com o Mundo. Pois eu digo que não. Eu compreendo-o como ninguém porque já tive um "xeirinho" de como é sentir-se como ele sentia.

As Horas, Michael Cunningham - Acho que não preciso dizer muito mais. Este livro é fantástico. Extremamente narrativo, mas nunca, nunca se tornando "chato e comprido". Adorei. Tive imensa pena de não ter visto o filme, não fui a tempo. :-/

Há muitos mais livros que eu adorei e que guardo comigo para sempre, mas são tantos, e não consigo escrever um comentário decente para cada um deles. (Já apaguei este post várias vezes e tudo).

Eu vou comentando as vossas sugestões.

cool_water:
eu adoro os livros do Richard Bach...
destaco o "Nao há longe nem distância" e "Fernão Capelo Gaivota"... sao... magicos! hehehe  :D

Tambem gostei mt do livro "intimidade" do Milan Kundera pelo tematica abordada e pela forma como e abordada ;)

o livro "O perfume" de Patrick Süskind (apesar de ser um bocadinho xocante a descriçao)

e.. dp vou dizendo.. os restantes lol

bluejazz:
O "One" do Richard Bach também é engraçado. :)

cool_water:
xim :) e o ilusoes tambem ;)

Navegação

[0] Índice de mensagens

[#] Página seguinte

Ir para versão completa