a carregar...

rede ex aequo - associação de jovens lgbti e apoiantes

Esqueceste-te da password?

Projetos da rede ex aequo

Descobre os projetos da rede ex aequo

  1. home
  2. projetos
  3. Projectos Concluídos
  4. Comunicados e Petições
  5. Dia Internacional da Celebração da Bissexualidade

Dia Internacional da Celebração da Bissexualidade

23 de Setembro de 2011

As mulheres e os homens bissexuais sentem-se atraídas ou atraídos fisicamente e emocionalmente por pessoas quer do mesmo sexo ou género que o seu, quer de sexo ou género diferente. A bissexualidade é uma orientação sexual; não é um estilo de vida, não é uma opção, não é um mito.

Apesar da crescente visibilidade e informação sobre as questões da sexualidade, a nossa sociedade ainda subscreve com frequência uma visão da orientação sexual baseada em heterossexualidade e homossexualidade, omitindo por vezes o assunto da bissexualidade ou diluindo-o noutros assuntos. Não é incomum, por exemplo, que continuemos a usar de maneira geral o termo “homossexuais” para nos referirmos a todas as pessoas com uma orientação sexual diferente da heterossexual, que na pesquisa científica bissexuais e homossexuais surjam num único grupo estatístico, ou que em eventos de celebração, activismo e sensibilização não existam iniciativas específicas dirigidas às pessoas bissexuais, muito embora elas e eles comunguem também da sigla “LGBT”.

Este silenciamento e a particular invisibilidade das pessoas bissexuais (quando se relacionam com pessoas do mesmo sexo/género são percepcionadas como lésbicas/gays e quando se relacionam com pessoas de sexo/género diferente são percepcionadas como heterossexuais) fazem com que a bissexualidade não seja ainda, nos dias que correm, percebida como uma orientação sexual válida. Chamamos bifobia ao conjunto de preconceitos que daí derivam, por exemplo, a ideia de que as pessoas bissexuais não são de confiança, são confusas e promíscuas; que a bissexualidade é apenas uma fase ou uma moda; que as pessoas bissexuais não se querem assumir enquanto gays/lésbicas; e que contraem mais infeções e doenças sexualmente transmissíveis.

O propagar destes preconceitos é especialmente grave na juventude, em específico para os jovens e as jovens bissexuais, uma vez que poderá interferir com a sua auto-estima e as suas redes de apoio, com consequências negativas para a saúde física, psicológica e emocional. De facto, alguns estudos indicam-nos que os jovens e as jovens bissexuais, quando comparados com os seus congéneres hetero e homossexuais, apresentam um maior risco de se envolverem em comportamentos lesivos como o abuso de álcool/substâncias, práticas de sexo não seguro e tentativas de suicídio, bem como de sofrerem agressões e represálias em contexto escolar (Robin et al., 2002; Kahn et al.,2011; ver http://archpedi.ama-assn.org/cgi/reprint/156/4/349.pdf e http://www.cdc.gov/mmwr/pdf/ss/ss60e0606.pdf). Esta situação agrava-se se tivermos em conta que a bifobia pode surgir também por parte de pessoas gays e lésbicas, ou em meios de convivência LGT, que ofereceriam, à partida, um porto seguro para as e os jovens bissexuais.

Precisamente com o objectivo de sensibilizar a sociedade para as particularidades da discriminação e preconceito de que são alvo as pessoas bissexuais, bem como comemorar a diversidade, foi instituído a 23 de setembro de 1999 nos Estados Unidos da América o “Dia da Visibilidade Bissexual” ou “Dia Internacional da Celebração da Bissexualidade”. Agora, em Portugal, a rede ex aequo – associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros e simpatizantes celebra pela primeira vez na sua história associativa esta importante data apelando a todas e a todos que rejeitem qualquer forma de bifobia, para uma sociedade mais informada, igualitária e saudável; sensibilizando para o uso de uma linguagem mais inclusiva que represente também as pessoas bissexuais; e consciencializando para a necessidade de se organizarem também iniciativas, acções e eventos específicos por e para as pessoas bissexuais.

A Direção da rede ex aequo

 

Video no youtube: www.youtube.com/watch?v=JHLdpLHoVpQ