a carregar...

rede ex aequo - associação de jovens lgbti e apoiantes

Esqueceste-te da password?

Projectos da rede ex aequo

Descobre os projectos da rede ex aequo

  1. home
  2. projectos
  3. Projectos Concluídos
  4. Comunicados e Petições
  5. Brochuras do Projecto Educação e Observatório de Educaç�...

Brochuras do Projecto Educação e Observatório de Educação

7 de Fevereiro de 2006

Exmos. Senhores,

A rede ex aequo – associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros (LGBT) e simpatizantes tem estado a desenvolver o seu Projecto Educação LGBT, que foi apoiado financeiramente pela Fundação Europeia da Juventude do Conselho da Europa, entre Janeiro e Novembro de 2005, como projecto-piloto.

Este projecto está a ser desenvolvido para fazer frente à desinformação e discriminação ainda vigente no campo da Educação em Portugal em relação aos temas da orientação sexual e identidade de género, que resultam na transmissão de informação incorrecta, preconceituosa e estereotipada, assim como num ambiente negativo para o dia-a-dia dos jovens LGBT ou com dúvidas, quer em casa ou na rua, mas especialmente no espaço escolar. O impacto deste tipo de contexto é em muitos destes jovens a depressão ou a ideação e tentativa de suicídio, entre outras situações negativas tal como agressões verbais ou até mesmo físicas e perseguições da parte de elementos da comunidade educativa. Estas situações só podem ser contrariadas através da criação de ambientes positivos, abertos e tolerantes em relação às pessoas LGBT e de uma educação para a cidadania e os direitos humanos no campo da orientação sexual e identidade de género.

No passado dia 6 de Fevereiro a rede ex aequo enviou a 150 escolas de Ensino Básico do 3º Ciclo e Secundárias de todo o país (continente e ilhas) uma cópia da brochura “Educar para a Diversidade: Um Guia para Professores sobre Orientação Sexual e Identidade de Género” para professores e funcionários da escola e outra brochura intitulada “Perguntas e Respostas sobre Orientação Sexual e Identidade de Género” destinada especialmente a alunos. Estes materiais foram especialmente produzidos no âmbito do projecto com o objectivo de educar contra a discriminação a pessoas lésbicas, gays, bissexuais ou transgéneras.

Igualmente, o projecto formou uma equipa de jovens oradores especialmente preparados para organizar e moderar debates dentro dos temas da orientação sexual e identidade de género em Escolas Básicas do 3º Ciclo e Secundárias. Para além desta iniciativa, o projecto encontra-se também a preparar sessões especiais para professores, que podem ser, de igual modo, solicitadas a qualquer altura.

Adicionalmente, a rede ex aequo enviou uma cópia da sua mais recente brochura “Sermos Nós Própri@s” dirigida principalmente a jovens lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros ou com dúvidas, mas também a seus pais e restantes familiares, produzida com o apoio do Instituto Português da Juventude, da Alert Fund for Youth Activities e do Alto Comissariado para a Saúde do Ministério da Saúde.

A rede ex aequo disponibilizou-se a enviar mais cópias destes materiais caso as escolas assim desejem. Caso isto não se verifique, a associação solicitou que as cópias enviadas sejam dadas a conhecer ao/à Psicólogo/a da escola e que as mesmas sejam posteriormente colocadas exclusivamente para consulta na Biblioteca da escola.

Aproveitamos, ainda, para dar a conhecer o nosso Observatório de Educação, que foi lançado oficialmente a 6 de Fevereiro deste ano, que visa através de um formulário online em http://www.rea.pt/observatorio-de-educacao dar voz e reportar todas as situações de discriminação, física ou verbal, por homofobia ou transfobia que tenham ocorrido em estabelecimentos escolares em Portugal. No final de cada ano lectivo,  a rede ex aequo irá compilar e tratar todas as queixas recebidas e enviá-las ao Ministério da Educação , de modo a que o Estado possa ter maior consciência dos problemas de agressão psicólogica e/ou física sofrida por jovens, professores e funcionários, assim como das ocorrências de veiculação de informação incorrecta, preconceituosa e atentatória dos direitos humanos das pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgéneras, no espaço escolar.

Agradecemos desde já a divulgação e estamos disponíveis para qualquer esclarecimento através do número 96 878 18 41 ou do email geral@rea.pt.

A Direcção da rede ex aequo