a carregar...

rede ex aequo - associação de jovens lgbti e apoiantes

Esqueceste-te da password?

Projectos da rede ex aequo

Descobre os projectos da rede ex aequo

  1. home
  2. projectos
  3. Projectos Concluídos
  4. Comunicados e Petições
  5. “Ninguém Como Tu” - Parabéns pela Abordagem da Homosse...

“Ninguém Como Tu” - Parabéns pela Abordagem da Homossexualidade

5 de Agosto de 2005

Caro Director de Programação da TVI,
Cara Direcção da Fealmar e NBP,

Os jovens que a certa altura da sua vida descobrem que a sua orientação sexual é diferente da norma, não possuindo informação e com receio de pedir apoio para evitar a discriminação dos colegas, amigos e familiares passam por momentos muito difíceis, levando, entre outras situações, a comportamentos de risco, depressão, insucesso escolar e, num caso extremo, ao suicídio.

É pela gravidade destas situações, que louvamos a iniciativa do vossa estação televisiva, pois ao atribuir um significativo destaque à homossexualidade na novela "Ninguém Como Tu" e, mais importante, fazê-lo de um modo positivo, não estereotipado e cuidado, está a contribuir, significativamente, no sentido de mudar as mentalidades relativamente a um tema que ainda hoje é tabu na nossa sociedade. Só deste modo poderemos progressivamente erradicar o preconceito e a discriminação que são, ao contrário da sua orientação, as principais causas do sofrimento para os jovens homossexuais.

A personagem João, um rapaz igual a tantos outros, e a sua vivência quando este se começa a aperceber da sua orientação sexual, autoconsciensalização, aproxima-se da realidade vivida por muitos de nós. Esta fase que ocorre, muitas vezes, na adolescência, um período por si só difícil para todos os jovens, é acompanhada por sentimentos de dúvida, vergonha e receio da discriminação, por partes das pessoas que nos são mais próximas. Quando nos apaixonamos, algo perfeitamente natural, e não somos correspondidos ou simplesmente essa pessoa não partilha da mesma orientação sexual as coisas tornam-se ainda mais complicadas, especialmente se não tivermos com quem partilhar os nossos sentimentos… Todas estas situações têm sido evidenciadas um pouco ao longo desta novela, uma sucessão de pequenos, mas grandes pormenores que transmitem as dificuldades sentidas por um jovem homossexual que se descobre e que caminha no sentido de se assumir para os outros.

Estas dificuldades pertencem a um universo muito íntimo sendo, por essa mesma razão, difíceis de explicar, por palavras, aos nossos pais, amigos e colegas… daí a importância da personagem João, pois ela através do pequeno ecrã faz isso por nós!

A nossa associação no contacto que tem com os jovens, com os quais trabalha tem constatado os resultados imediatos da exibição desta novela. Temos recebido relatos de alguns que após terem assistido à novela com os pais ou amigos, de modo intencional, ganharam coragem para se assumir e procurar apoio, ou, por outro lado, sentiram progressos no modo como os seus familiares abordavam a questão. Em último lugar importa ainda referir o impacto na opinião pública em geral, pois para além da novela, em muitos outros locais, a homossexualidade voltou a ser discutida, o que mais uma vez contribui para a desconstrução de preconceitos que reduzem e condicionam a qualidade de vida de muitos jovens, que apenas fogem à norma numa única característica: amam pessoas do mesmo sexo!

Em nome da Direcção da associação rede ex aequo – associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, trangéneros e simpatizantes deixo os melhores cumprimentos, votos de continuação de um bom trabalho e um muito obrigado!

Com os melhores cumprimentos,
A Direcção da rede ex aequo